por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Fenômeno Fazenda Churrascada abre filial em Brasília

Restaurante que virou sensação em São Paulo abre as portas na capital do país no histórico Clube de Golfe, no menu tem até a carne mais valiosa do mundo

Fazenda Churrascada abre em Brasília e oferece vasto cardápio para os amantes de carnes
Fazenda Churrascada abre em Brasília e oferece vasto cardápio para os amantes de carnes Fernando Pires

Tina Binido Viagem & Gastronomia

Ouvir notícia

Para quem nunca ouviu falar da Fazenda Churrascada, um pouco da sua história: surgiu há 6 anos, quando foi realizado o primeiro Festival Churrascada no Brasil.

De lá pra cá, passou por alguns países, vendeu mais de 30 mil ingressos e recebeu mais de 100 chefs nacionais e internacionais. Com a pandemia, precisou se reinventar e, em agosto de 2020, ganhou um espaço fixo para dar continuidade a estas experiências.

Considerada como a matriz, a primeira Fazenda Churrascada foi inaugurada em São Paulo, na histórica Casa da Fazenda do Morumbi – para os amantes de boas histórias, o local foi construído no século 19, época em que o Brasil era colônia de Portugal.

O sucesso foi imediato, com filas intermináveis na porta, e já rendeu até a abertura de uma irmã, dessa vez focada em peixes e frutos do mar, chamada de Churrascada do Mar.

Agora chegou a vez da capital do Brasil ganhar uma unidade no histórico Clube de Golfe. Fundado em março de 1964, o clube faz parte da memória afetiva da capital.

Muito antes de ser inaugurado, em 1957, o arquiteto e urbanista Lucio Costa havia indicado o local exato do campo no plano original da cidade. Outro detalhe é que o design do campo foi feito por um dos um dos maiores arquitetos de golfe do mundo, Robert Trent Jones, que ao lado da Argentina, são os únicos países da América Latina a ter esse privilégio.

Em Brasília, o empreendimento ganhou forma sob a batuta dos sócios Ana Gabriela Cunha Roriz, André D’Alessandro, Paulo Renato Roriz, Pedro Ivo Velloso e Ticiano Figueiredo, que buscaram seguir à risca cada detalhe da primeira unidade, auxiliados pela holding UmaUma, responsável pela Churrascada desde seus tempos de festivais.

Na Fazenda, o bolinho de smoked ribs feito com costelinha bovina defumada, servido com molho barbecue de whisky e molho de mostarda (R$ 32), é uma das receitas exclusivas e mais vendidas da casa.

Bolinho de smoked ribs está entre as entradas mais pedidas / Fernando Pires

Praticamente unânime no paladar dos brasileiros, o tradicional pão de alho da Fazenda Churrascada é feito em uma baguetinha artesanal e assada no forno a lenha (R$ 28). Outro criação típica brasileira e presente no cardápio é a linguiça cuiabana, feita artesanalmente com carne suína, toucinho e ervas, servida com farinha da fazenda (exclusiva da casa) e molho chimichurri (R$ 42 duas unidades).

No cardápio há uma seção chamada “Experiência 481”, que oferece aos clientes a opção de poder apreciar cortes especiais e exclusivos da casa. O cliente escolhe o corte, sua gramatura, faz a pesagem e vê o açougueiro fazer o corte e a limpeza, e em seguida ele vai para a brasa – aqui, espere por itens especiais como o Wagyu A5 – considerado o corte de mais alto nível de qualidade do mundo, e o cliente pode “assar” o corte em sua própria mesa, em uma pequena churrasqueira.

Prime Rib Suíno / Fernando Pires

A Fazenda Churrascada também apresenta uma parte dedicada aos cortes defumados no Pit Smoker – equipamento de defumação, onde os alimentos são expostos à fumaça, tendo como objetivo modificar o seu sabor, técnica apreciada principalmente nos Estados Unidos.

São cinco as opções: brisket defumado por 12 horas com dry rub – tempero especial para churrasco -, servido com picles de pepino coleslaw de couve e molho barbecue de whisky (R$ 69); costelinha suína defumada por seis horas e finalizada com barbecue (R$ 86); cupim defumado servido com molho barbecue (R$ 69); o beef ribs, janelinha de costela bovina defumada por 10 horas com tempero exclusivo a base de café, servida com picles de pepino e molho barbecue (R$ 189); e a picanha defumada com dry rub de café e finalizada na parrilha (R$ 129).

Short Rib está entre as opções de corte que o comensal pode escolher no menu / Fernando Pires

Já os cortes que passam pela grande parrilla de 9 metros da Fazenda são: bifes Ancho (R$ 109); bife de Chorizo (R$ 92); Flat iron (R$ 88); Fralda red (R$ 96); Denver steak (R$ 82); bombom de alcatra (R$ 72); short rib (R$ 153); prime rib suíno Duroc (R$ 63); galeto inteiro (R$ 52). Todas as opções acompanham vinagrete da casa, feito com maçã verde, tomate verde, cebola roxa, pimenta dedo de moça e ervas frescas.

Para acompanhar as carnes são mais de 11 opções, como o arroz da fazenda feito com linguicinha, ervas frescas, bacon crispy e mandioquinha palha (R$ 21); arroz caldoso feito com costela e abóbora, acompanhado de um ovo caipira frito (R$ 36); espiga de milho tostada com queijo e tempero de churrasco da casa (R$ 29); beterraba assada na brasa, servida com nosso molho de creme azedo e iogurte (R$ 16); e a batata doce assada e finalizada na brasa, servida com manteiga de ervas e sour cream (R$ 18).

No complexo também está disponível uma lojinha com camisetas, aventais, bonés, facas, garfos, tábuas e pit smoker da marca, além de uma boutique 481, onde o cliente pode escolher variados cortes de carnes para levar, nele estão à sua disposição opções como o Wagyu, Chorizo, Ancho, Fralda Red, Porterhouse, entre outros.

Setor de Clubes Sul, Tr. 2 (dentro do Clube de Golfe) / Horário de funcionamento: terça a quinta-feira, das 12h às 23h, sexta-feira e sábado, das 12h até 0h, e domingo, das 12h às 22h / As reservas devem ser feitas exclusivamente pelo link disponibilizado no Instagram da Fazenda Churrascada Brasília ou pelo WhatsApp (61) 9 9290-2675.


Mais Recentes da CNN