por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Miniguia prático de São Miguel dos Milagres, em Alagoas, para o Réveillon e feriados

O que fazer? Onde comer? Como chegar? Confira nosso mini guia de São Miguel dos Milagres, um dos destinos mais procurados no nordeste brasileiro para férias e feriados

Ouvir notícia
Um mar multicor, areia branquinha e coqueiros a se perder de vista são características marcantes de São Miguel dos Milagres (Foto: Agência Tamo Junto)

Por Daniela Caravaggi

Falta pouco para um dos momentos mais aguardados do ano: o Réveillon. Há quem classifique a ocasião como sua preferida dentre as datas comemorativas e não abra mão de passá-la sempre em grande estilo. No nordeste, por exemplo, estão concentrados os destinos que viraram queridinhos dos viajantes. Recebendo turistas do mundo inteiro, eles estão preparados para fazer da sua virada um momento inesquecível. São Miguel dos Milagres, em Alagoas, é um destes lugares. Um cenário paradisíaco, com águas cristalinas, piscinas naturais imperdíveis, coqueiros emblemáticos e muita energia boa.

As piscinas naturais da Rota Ecológica de Milagres são um show à parte (Foto: Arquivo Agência Tamo Junto)

De 2012 para 2013, a agência de Maceió “Tamo Junto” e o alagoano Maurício Vasconcelos criaram o réveillon que hoje é um dos mais disputados da região, o “Réveillon dos Milagres“. É claro que este período de pandemia requer cuidado e tudo está sendo pensado e adaptado para esse novo momento, com toda segurança, organização e responsabilidade que ele pede, preservando a população e oferecendo o melhor possível dentro das condições atuais.

Victor Hugo Machado, advogado de formação e sócio da agência de marketing 947, está presente de alguma forma desde a primeira edição do réveillon, seja na organização, captação de patrocínios ou animando os amigos que sempre estão presentes. Ele destaca a energia única do lugar e o diferencial para se tornar um dos locais mais procurados não só para essa ocasião, mas como em todos os meses do ano, para aproveitar em qualquer feriado ou férias.

“Eu costumo dizer que Milagres tem um campo magnético. As pessoas são felizes lá. A energia é inexplicável! Indico como destino para diversos momentos: seja para curtir no réveillon, para celebrar um casamento, aproveitar uma lua de mel e até mesmo largando tudo para viver lá. A paz, a população, o cenário digno de filme fazem com que esse lugar mágico seja cada vez mais exaltado”, ressalta.

Se você é um desses que sonha em conhecer o destino, seja na badalação do réveillon ou alguma momento mais calmo, a CNN Viagem & Gastronomia separou dicas práticas para que você desfrute tudo de bom que o lugar oferece.

Leia mais
Cinco hotéis incríveis em São Miguel dos Milagres, Alagoas
Bonito: os programas imperdíveis de Daniela Filomeno
10 destinos desconhecidos no Brasil por Daniela Filomeno
10 destinos nacionais para se isolar em tempos de pandemia

COMO CHEGAR?

A ‘Rota Ecológica de Milagres’ é composta por três principais municípios de Alagoas: Passo de Camaragibe (14.763 habitantes);  São Miguel dos Milagres ( 8.013 habitantes) e Porto das Pedras (8.419 habitantes). O resultado da união dessas cidades é a formação de 23km de lindas praias.

Os dois principais aeroportos mais próximos são o de Maceió, a 94,4km de distância (aproximadamente 1h30), e o de Recife, a 196km (cerca de 3h30). A dica para o fim de ano e grandes feriados é o aluguel de carro em locadoras próximas do aeroporto. Também é possível fazer a reserva prévia de um transfer que irá recepcioná-lo no aeroporto. Vale ressaltar que os aplicativos de carro não fazem esse trajeto, então, é necessário se programar com essas opções, sem considerá-los.

A ‘Rota Ecológica de Milagres’ é composta por três principais municípios de Alagoas: Passo de Camaragibe;  São Miguel dos Milagres e Porto das Pedras (Foto: arquivo Agência Tamo Junto)

O QUE FAZER?

São diversas opções para quem visita Milagres. Os passeios até há pouco tempo não aceitavam cartões de crédito, mas agora a maioria já se rendeu até ao Pix. Levar dinheiro em espécie de casa continua sendo uma boa dica (é difícil achar lugares para sacar). Para o fim do ano ou grandes feriados, a recomendação é marcar com antecedência o que deseja fazer para garantir sua vaga.

É claro que também há coisas simples para a sua programação, sem precisar de reserva: o nascer do sol acompanhado dos movimentos dos famosos coqueiros da região é imperdível. Uma visita às praias da costa, com destaque para a praia do Marceneiro e suas areias branquinhas, prontas para uma caminhada revigorante, também é algo para colocar na listinha sem falta.

Vale destacar que: estar em Milagres por si só já é um baita de um passeio. Se quiser apenas curtir a tranquilidade do mar com multicores e a atmosfera que o local proporciona – não fazendo nada de específico -, já passará por momentos inesquecíveis.

Confira as opções de passeio:

Capela dos Milagres

Impossível pensar em São Miguel dos Milagres e não vir à cabeça a já emblemática Capela dos Milagres. Palco de grandes casamentos, de famosos e anônimos, a charmosa capela é um ponto de visitação para os turistas que desembarcam no município. Apesar de recente, já virou tradição dar uma passadinha por lá.

Ela proporciona uma experiência com os pés na areia e a luz do sol iluminando as janelas acompanhada da brisa do mar. Foi pensada valorizando a arquitetura regional com acabamento feito em taipa e pintura a cal.

É necessário agendamento para a visita e uma taxa de R$ 40, que é revertida para o Instituto “Tamo Junto”. Um belo trabalho é feito por eles na região, com iniciativas que contribuem para o desenvolvimento da Rota Ecológica dos Milagres. Para conhecer mais sobre o projeto e saber como colaborar, clique neste link.

Capela dos Milagres é uma construção recente, porém emblemática. Cenário de casamentos e também ponto de turismo da cidade (Foto: reprodução Instagram Capela dos Milagres)

Passeio de jangada para as piscinas naturais

A segunda maior barreira de corais do mundo formam as piscinas naturais pela rota. Os jangadeiros locais são uma atração à parte. Com boas histórias, enriquecem o passeio que te levará a verdadeiros oásis. Ao marcar a atração, é importante conferir de qual praia sua jangada partirá. Assistir o nascer do sol ou da lua com a maré sequinha é a dica. O passeio custa em média R$ 50 por pessoa, mas o preço, dependendo da rota, sofre alterações.

Reservas: Ass. Praia do Marceneiro: (82) 9 99127-4745/Ass.Porto da Rua: (82) 99396-8759

Santuário do Peixe Boi

Passeio ao Santuário do Peixe-Boi traz mais informações sobre uma das espécies mais ameaçadas do Brasil (Foto: Reprodução Instagram)

Um passeio interessante, fora das agitações, é a visita ao “Santuário do Peixe-Boi”, uma área de visitação ao animal na natureza, cuidada pela Associação Peixe-Boi. Hoje, ele é o mamífero aquático mais ameaçado de extinção no Brasil. Esse trecho está localizado na zona de Conservação da Vida Marinha do Peixe-Boi, que vai da ponte rústica de madeira no Rio Tatumunha até a “Pedra do Mero”.

É um passeio enriquecedor, com guias e profissionais à disposição para tirar dúvidas e contar boas histórias. São 70 visitantes por dia com duração de 30 minutos por passeio. Mergulhar, nadar e pescar é permitido, mas não se pode tocá-los, alimentá-los ou atrapalhá-los de nenhuma forma.

Os horários no fim do ano podem ser alterados, vale sempre checar antes de ir. O valor é de R$ 70 por pessoa.

Reservas: ( 82) 9 98103021 / (82) 3298-6247

Trilha das Camboas

Para quem gosta de caminhar, uma trilha passando por ambientes costeiros, praias, restinga, estuário emanguezal está à disposição. É claro, com direito a parada para um relaxante banho na foz do rio Tatuamunha.

Trilha que passa por manguezal é um dos passeios disponíveis na Rota Ecológica (Foto: Rafael Camboas/Divulgação)

Ela tem um percurso de aproximadamente 5km, com duração aproximada de 3h30, podendo ser realizada em menor tempo e percurso, quando houver a participação de crianças.

A trilha é guiada por um biólogo, sendo realizada nos fins de semana e feriados em condição de maré baixa. O local de encontro e saída é no povoado de Porto da Rua, ao lado do restaurante do Enildo na beira-mar. O passeio custa R$ 50 por pessoa. Para mais informações, acesse o Instagram Camboa Ecoturismo.

Reservas: (82) 99174-1599

Passeio de bicicleta

Se você gosta de exercício e aventura, a dica é um passeio de bicicleta na Praia dos Morros, em

Passeio de bicicleta com Guia vai até às falésias e dura cerca de 1h30 (Foto: Toninho Oliveira/divulgação)

Camaragibe. Lá, você terá uma perspectiva diferente da Rota. O lugar destinado ao pedal é pouco habitado e ideal para um passeio tranquilo, com uma larga faixa de areia. Metade do trajeto é feito por baixo dos coqueirais e metade pelo banco de areia. Para chegar lá, é necessário atravessar o rio Camaragibe em uma pequena balsa.

O guia te levará ao ponto alto do trajeto: a chegada às falésias, uma paisagem que não sairá da memória. Lá, as bicicletas são encostadas e o passeio é feito caminhando, para explorar tudo o que ele oferece. Durante o passeio, algumas paradas pra mergulhos no mar e também para fotos.

O valor por pessoa é de R$ 60, já com o guia, bicicleta e embarcação inclusas, e tem entre 1h30 a 2horas de duração.

Reservas: (82)99402-5123 / 99636-2643

Catolé Vivência e Cultura

A Catolé é um empreendimento que nasceu dentro da maior Unidade de Conservação Federal Marinha do Brasil, a Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais. O grande objetivo é promover experiências e despertar sentimentos a partir da valorização da cultura e da educação socioambiental. São vários passeios guiados por profissionais que farão da sua experiência enriquecedora.

Uma das atividades é a caminhada até o Manguezal. Lá, uma pescadora demonstrará como é feita a pega manual de caranguejo, prática importante para subsistência de tantas famílias no nosso país.

O pôr do sol no Rio Tatuamunha é outra experiência oferecida. A caminhada tranquila até lá será recheada de informações. Os visitantes também poderão ficar à vontade para um banho na praia e Rio.

Já o Mirante de Tatuamunha te dará uma vista panorâmica da Foz do Rio, da ponte de madeira sobre ele e do mar encantador da região, com sua extensa e importante barreira de corais.

Os diferentes passeios precisam ser agendados e os valores variam.  Mais informações podem ser conferidas neste link.

Reservas: ( 82) 9 99985-7119

Comprinhas no artesanato local

Se você é daqueles que faz questão de levar uma lembrancinha para casa de cada local que passa, em Milagres não vai ser diferente. Peças que transformam a Fibra de Coqueiro, Bananeira e Ouricuri em verdadeiras obras podem ser encontradas no Artesanato Nascer do Sol.

Se você gosta de produtos sustentáveis, decoração, moda praia, artesanato e antiguidades, a Toca do Tatu é imperdível.

Não deixe de prestigiar também o Senhor Lima. Ele, que começou a fazer sandálias artesanais de palha que recolhia na praia, reproduz os modelos em couro.

ONDE COMER EM MILAGRES?

Quando falamos em uma boa viagem, a gastronomia tem papel fundamental para a experiência ser completa e inesquecível. Em Milagres, alguns pontos são tradição e parada quase obrigatória. É importante verificar a necessidade de reserva – que quase sempre é necessária, principalmente em alta temporada.

Uma característica da cidade é a cozinha de sua hotelaria. Em geral, os estabelecimentos costumam abrir seus restaurantes também a não-hóspedes, e se tornam, eles mesmos, algumas estrelas da cena local. A CNN Viagem & Gastronomia separou algumas pousadas-boutique que oferecem ótimas opções para jantares. A matéria completa você pode ler clicando neste link.

A seguir, mais opções imperdíveis:

No Quintal

Casal de São Paulo abriu ‘No Quintal’ em São Miguel dos Milagres com a proposta de ambiente aconchegante e sensação de ‘estar em casa’ (Foto: Reprodução Instagram)

Uma linda área externa, com um jardim de encher os olhos, e uma decoração extremamente charmosa e de bom gosto fazem do “No Quintal” um restaurante aconchegante. A sensação é de estar em casa, desde a hora que chega, sendo recebido muito bem pelos funcionários, até a hora de ir embora. O local é um dos mais tradicionais da Rota Ecológica dos Milagres e tem como base a cozinha brasileira afetiva, que une ingredientes locais – muitos recolhidos direto da horta própria – com toda atenção e cuidado do chef Lucas Nogueira e Renata Amorin. Fisioterapeutas, vieram de São Paulo, se apaixonaram por Milagres e por lá ficaram, abrindo o restaurante literalmente no quintal da casa deles.

As opções vão desde entradinhas, como carpaccio de melancia (R$ 25); panelinha de charque (R$ 30) e camarão crocante (R$ 40), passando por porções para compartilhar, como pasteizinhos de siri (R$ 38 – cinco unidades), até os pratos principais. São diversas opções, com destaque aos peixes, grandes protagonistas do local. Não deixe de pedir os camarões grelhados na manteiga de garrafa defumada da casa, acompanhados de pirão de moqueca e farofa de farelo de coco (R$ 80).

Rua do Campo, s/n – Praia do Toque, São Miguel dos Milagres/ Tel.: (82) 9910-7078

SUR

Um restaurante pé na areia e ao mesmo tempo com um clima sofisticado para contemplar a natureza e as delícias de Milagres. Esse é o Restaurante Sur, comandado pelo chef Serginho Jucá. Os frutos do mar também são os protagonistas do cardápio.

De quinta a domingo, no jantar, há opção do menu-degustação em cinco tempos – três entradas, prato principal e sobremesa (R$ 185). À la carte, são diferentes opções à disposição. De entrada, vale pedir a tapioquinha de siri com suas tintas comestíveis (R$ 55). De prato principal, o destaque para o bobó de lagosta com abóbora em texturas (R$ 120). Para finalizar, uma fatia de parida com toffe de coalhada, sorvete, pó de chocolate branco e cítricos (R$ 35).

Bobó de lagosta com abóbora em texturas do Sur, em São Miguel dos Milagres (Foto: reprodução Instagram)

O restaurante fica dentro da Quadrado Pousada, em ambiente bem arborizado e aconchegante.

Praia do Marceneiro, 407 – Povoado do Marceneiro, Passo de Camaragibe/ Tel.: (82) 99678-1687

Patrícia Bistrô

A sensação de aconchego e “estar em casa” é uma característica da maioria dos restaurantes de Milagres – e o Patrícia Bistrô não é diferente. Utilizando produtos locais e orgânicos fresquinhos, a chef Patrícia Possas comanda uma cozinha brasileira criativa unida às raízes.

Dentre as entradas, não deixe de pedir os pasteizinhos de moqueca de camarão (R$ 40 – seis unidades). Mais uma vez os frutos do mar ganham destaque – o polvo maçaricado, acompanhado de farofa de maracujá, purê de abóbora e espuma de coco (R$ 85) é uma ótima pedida.

No local, os vegetarianos e aqueles que não são fãs de peixe não são esquecidos – há um risoto caprese (R$ 65) e um filé migon com redução de vinho tinto acompanhado com batatas rústicas (R$ 72) à espera.

Há também opções de pratos para compartilhar. Acesse o cardápio completo neste link. 

R. Eurico Marinho, 37, São Miguel dos Milagres/ Tel.: (82) 99175-3663

Paru Bistrot

O Paru Bistrot fica localizado dentro do Paru Boutique Hotel. Assinado pelo chef Jonatas Moreira (Akuaba e espaço Vera Moreira), o cardápio agrada os paladares mais exigentes e está aberto também a não-hóspedes.

São mais de 15 opções de entrada, desde caldinho do dia (R$ 20) até vinagrete de polvo (R$ 39). Para o prato principal, as sugestões são divididas entre frutos do mar, massas/risotos e carnes. O filé de peixe em crosta de coco com pasta de banana nanica (R$ 89), o risoto de queijos nordestinos (R$65) e a paleta de cordeiro do chef (R$ 179 – serve duas pessoas) estão entre elas.

R. do Macineiro, s/n, Passo de Camaragibe/ Tel.: (82) 3258-5155 ou (82) 99187-1700


Mais Recentes da CNN