por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Casas estreladas do Rio de Janeiro reabrem suas portas

Listados no celebrado ranking dos 50 melhores da América Latina ao Guia Michelin, restaurantes premiados do Rio de Janeiro começam a reabrir com protocolos de segurança. Confira!

Ouvir notícia

Com capacidade reduzida, afastamento entre mesas, álcool em gel, equipe com máscaras e menu acessados por meio de QR code estrelados reabrem no Rio de Janeiro. Após sofrer um grande baque em seus faturamentos, apenas com delivery, as mudanças com reservas impõem uma regra de etiqueta aos clientes: não aparecer afeta gravemente o faturamento da casa, já que a capacidade está reduzida, assim como disponibilização de mesas.

Considerado um dos melhores restaurantes do Rio, o Oteque reabriu e retoma a sua disputa por mesas. O menu está impecável. Eleito melhor restaurante contemporâneo pela Veja Rio em 2019 e 2018, a casa de Landgraf figura entre melhores restaurantes da América Latina, na 23° posição, celebrada lista no meio gastronômico pelo The World 50 Best. Também tem uma estrela no Guia Michelin. A casa continua impecável com um menu consistente e saboroso em todos seus oito tempos. Não deixe de finalizar com um chá ou café e experimentar o saboroso caramelo com flor de sal. Reservas antecipadas são essenciais, já que além da alta procura, a cada está com lotação máxima reduzida. Informações no info@oteque.com.br e (21) 3486-5758.

Menu contemporâneo do Oteque destaca frutos do mar em combinações leves e saborosas (foto Daniela Filomeno)

 

O Lasai, dono de uma Estrela Michelin e listado como 24° melhor restaurante da América Latina, abre as portas com mesas afastadas mais de 2 metros, tapete sanitizante na entrada e um único menu e cartas de vinho eletrônico. O chef tem duas hortas, equivalentes a mais de 11 mil metros quadrados, onde produz grande parte dos ingredientes usados nas receitas do Lasai, que muda diariamente e é baseado nos produtos colhidos e o que tiver de mais fresco nos mercados orgânicos do Rio de Janeiro. As reservas para degustar o menu do chef Rafa Costa e Silva – sempre disputadas – são feitas pelo site e vêm com um apelo: se por qualquer motivo o cliente não puder comparecer: por favor, avise. O mínimo, não é? A princípio, o Lasai funcionará nos jantares de sexta e sábado, e almoço aos domingos. Informações no (21) 3449-1834.

A delicadeza dos pratos do restaurante Lasai (Foto: reprodução site)

O badalado Sushi Leblon já está de portas abertas. Com estrela no Guia Michelin, segue os procedimentos de segurança recomendados pela OMS (Organização Mundial da Saúde), como o não uso de guardanapos de tecido, utilização de máscaras para atendimento e álcool gel nas mesas. De gastronomia japonesa, traz produtos frescos e é um dos locais mais procurados da cidade por amantes de sushi de vieira com lichia grelhada, sushi magurô zuke (atum marinado no shoyo e pimenta biquinho) e outras delícias. Sushi Leblon: (21) 2512-7830

Veja também:

Viagens de carro: cidades paradisíacas no litoral do Rio de Janeiro

Novos tempos: a reabertura de hotéis pelo Brasil

Quarentena no RJ: lugares para pedir delivery no Rio de Janeiro

Os icônicos restaurantes do Belmond Copacabana Palace, com estrelas no Guia Michelin, também estão com novas normas para o período de reabertura. O famoso italiano, Cipriani, e o pan-asiático contemporâneo, Mee, deixaram sua abertura para um segundo momento – com mesas ao ar livre. Por enquanto, apenas o eclético Pérgula abrirá as portas junto com a volta do Belmond Copacabana Palace, dia 20 de agosto. Ele foi o escolhido pois é o tradicional restaurante à beira da piscina, comandado pelo chef João Melo, traz pratos com inspirações mediterrâneas e, claro, toques cariocas. Além do menu autoral, o restaurante também responsável por preparar o delicioso café da manhã dos hóspedes do hotel – esse servido apenas à la carte.  Mais informações no telefone do restaurante: (21) 2548-7070.

Alguns dos deliciosos pratos do restaurante Pérgula, na piscina do Copacabana Palace (Fotos: Carol Fiacadori)

Restaurante francês premiado pelo Guia Michelin, Olympe, de Thomas Troisgois, fechou suas portas! O chef planeja uma nova casa no Leblon. Já o Oro, também premiado pelo Guia, do chef Felipe Bronze, ainda não tem data de abertura. A casa foi fundada em 2010, e define sua cozinha como a típica comida brasileira de vanguarda, feita no fogo. Mais informações no telefone do restaurante: (21) 2259-1164

Listados no Guia Michelin no Bib Gourmand, os Artigiano, Pici Trattoria, Miam Miam e Lilia também estão funcionando.

Novidade Rio de Janeiro: em meio a pandemia, o chef Pedro Artagão abriu “O boteco da Rainha”, novo empreendimento do grupo Irajá,  no Leblon. Com ambiente informal e comida “de boteco” com muita qualidade a casa já é sucesso.

Restaurantes com varanda e novos protocolos no RJ, por Renata Araújo

Mais Recentes da CNN