por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Viagens de carro: 10 lugares para conhecer na região de Brasília

A capital do país é premiada quando o assunto é natureza exuberante. Por isso, separamos dez lugares para conhecer, com muitas cachoeiras, grutas, cavernas e cidades coloniais!

Ouvir notícia

Alambique Cambéba

Perfeito para quem aprecia a famosa bebida brasileira, a cachaça. Por lá, os visitantes têm a oportunidade de conhecer a estrutura de produção e envelhecimento das bebidas em sua adega subterrânea, e, claro, fazer uma degustação. Termine o passeio com uma saborosa refeição no bistrô francês do local.  Tudo isso acompanhado de uma vista de tirar o fôlego! O local fica a 80km de Brasília. Confira o site da empresa.

Vista do bistrô do Alambique Cambéba (Foto: reprodução Facebook)

Chapada Imperial

Apenas a 50km de Brasília, a Chapada Imperial é preservada como santuário ecológico desde 1985. São mais de 30 cachoeiras na região, e uma típica vegetação do cerrado brasileiro. Além disso, contam com um projeto de sustentação que impressiona, com trilhas ecológicas, projetos pedagógicos, reintrodução  de animais silvestres na natureza, museu eco-histórico e mais. Siga as trilhas e descubra diversas paisagens paradisíacas, águas cristalinas e um solo pouco explorado.

Chapada dos Veadeiros

Famosa pelas maravilhas naturais, como formações de cristais de quartzo, piscinas rochosas e quedas de água, a Chapada dos Veadeiros é um verdadeiro paraíso. Composta por pequenas cidades bases, como Alto Paraíso de Goiás e São Jorge, a região é muito visitada pelos brasilienses. Repleta de paisagens deslumbrantes, é importante se planejar para conhecer os principais pontos, como o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros – dono de uma vida animal e vegetal super rica é um Patrimônio Mundial pela UNESCO – ou o Vale da Lua – um dos locais mais bonitos da região, formado por um conjunto de rochas que criam uma superfície similar com a da Lua, já as águas que correm entre elas são transparentes, um verdadeiro cenário de filme. Outros pontos também valem a pena no local: Catarata dos Couros, Cachoeira do Segredo, Cachoeira Loquinhas, Cachoeira Santa Bárbara, Cachoeira dos Cristais, Cachoeira Almécegas I, entre outros. A Chapada dos Veadeiros está a cerca de 230km de Brasília.

Chapada dos Veadeiros (Foto: divulgação)

Cocalzinho de Goiás

A apenas 106 km de Brasília, às margens do rio Corumbá, a pequena Cocalzinho de Goiás é rodeada por belezas naturais cinematográficas, cachoeiras, grutas, animais, montanhas, serras e muito mais. Vale incluir no seu roteiro pela região: Cachoeira Sensorial, Salto do Corumbá, Caverna dos Ecos e o Parque Estadual dos Pireneus. Além disso, separe pelo menos metade de um dia para visitar e fazer uma degustação na vinícola Pireneus Vinhos e Vinhedos.

Cristalina

O pequeno município também é uma rota de escape da capital. Fica a 130 km de Brasília e é conhecida por ser uma das maiores reservas de cristais do mundo. O local traz a mistura perfeita da natureza exuberante com a atmosfera de cidadezinha do interior. Para quem quiser passar mais de um dia, eles oferecem ótimos locais para se hospedar. Já na parte de turismo, a dica é explorar o Garimpo de Cristais, no qual você tem a oportunidade de garimpar as seus próprios cristais, e passar pela famosa Cachoeira da Praia das Lajes, formada por rochas vermelhas nas quais passam águas transparentes, que formam uma espécie de hidromassagem natural no lugar. Também vale a pena fazer uma parada na Pedra Chapéu do Sol e na delicada Igreja Matriz de São Sebastião.

Pedra Chapéu do Sol, em Cristalina (Foto: site da prefeitura de Cristalina)

Veja também:

Comidas que aquecem: fondues e sopas em Brasília

As novas regas para reabertura de bares e restaurantes em São Paulo

Brasília: Isabella Bittar passa seus deliveries favoritos na cidade

Formosa

São apenas 79km que separam esse pequeno paraíso de Brasília. Além da linda paisagem e rica biodiversidade, a região de Formosa também é uma ótima opção para os amantes de esportes ao ar livre, como rapel, escalada, stand up paddle, passeios de bicicleta, caiaque e vários outros. Cavernas, cachoeiras, grutas e sítios arqueológicos rodeiam a área e são palco para todos os tipos de aventura. Formosa é dividida em três partes: Caminho Formosa Colonial – rodeado por belezas naturais, como a Lagoa Feia, Mata da Bica e o Mirante do Cristo; Caminho Araras Bisnau – mais voltado para os esportes, com passeios como o próprio Caminho das Araras; e o Caminho Itiquira-Indaiá – o mais famoso dos três, possui o Salto do Itiquira, que tem 168 metros de queda livre, assume o posto de maior salto da América Latina.

Goiânia

Para quem gosta da movimentação das grandes cidades, vale a pena passar por Goiânia. É uma das cidades mais importantes do país, e carrega uma cultura única. Culinária, música, pontos turísticos, além da agitação do lugar. Aproveite para explorar a gastronomia local, e ouvir a boa música sertaneja da região. Para os mais velhos, o clima quente é ideal para degustar a bebida Fiu-Fiu, que é fabricada em Pirenópolis, feita de álcool de cana hidratado e aromatizada naturalmente. Não deixe de visitar o Centro Cultural Oscar Niemeyer, Parque Flamboyant, Parque Vaca Brava e o Museu Pedro Ludovico Teixeira. A cidade está localizada a 209km da capital do Brasil.

Parque Vaca Brava, em Goiânia (Foto: Pixabay)

Salto de Corumbá

O Salto de Corumbá é o passeio para quem gosta de explorar cachoeiras. O local tem um total de sete quedas d’água, além de grutas, lagoas e poços. O acesso é realizado por trilhas, que carregam uma linda vista. Aproveite para tomar um banho nas águas do Rio Corumbá, e apreciar toda a vida natural que a região possui. A 112km de Brasília é ideal para um bate-volta com os amigos ou com a família. Atenção! Devido à nova pandemia do coronavírus, o Salto de Corumbá está temporariamente fechado para visitantes, sem previsão de reabertura. Acompanhe novas informações pelo site do local.

Salto de Corumbá (Foto: Adobe Stock)
Salto de Corumbá (Foto: Adobe Stock)

Pirenópolis

O clima e a calmaria do interior, com arquitetura colonial e ruas de paralelepípedo encantam a todos. A pequena cidade de Pirenópolis, em Goiás, é um charme só, com um Centro Histórico encantador, a dica é passar pela Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, que tem uma vista incrível da cidade. Além disso, prédios como Museu do Divino, Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, Igreja e Museu de Arte Sacra Nossa Senhora do Carmo também valem a pena. Para os food lovers, a gastronomia local também é imperdível, com pequi, empadão, galinhada, pamonhas, milho, biscoitos caseiros e muito mais. E para quem também quer cachoeiras, a região está rodeada de opções. A apenas 145km de Brasília, vale muito a pena visitar! 

Cachoeira do Paraíso, em Pirenópolis (Foto: Andre Xavier)

Vila Propício

Outra cidadezinha encantadora, com um povo muito simpático, e uma natureza sem igual. Vila Propício pertencia a Pirenópolis até 1995, e atualmente tem pouco mais de 5 mil habitantes. Você deve estar se perguntando, o que posso fazer por lá? O segredo é que a região conta com mais de 50 cavernas. As mais famosas são: Caverna Chico Pina, Três Marias, Dois Irmãos e a Samambaia. Além disso, é lá que está o famoso Lago Azul, um verdadeiro cenário de filme. Por não ser um lugar muito conhecido, as cavernas acabam recebendo poucos visitantes, ou seja, um verdadeiro paraíso só para você. O local está localizado a 190km de Brasília.

Brasília, a cidade-arte, completa 60 anos

Mais Recentes da CNN