Um roteiro gastronômico pelo bairro da Barra Funda, em São Paulo

A região ganhou nos últimos anos diversas opções que valem a pena conhecer: de bares boêmios a restaurantes comandados por chefs celebrados. Confira a nossa seleção

A Dama e os Vagabundos é um boteco com carnes e vegetais, além de sanduíches/ Reprodução Instagram
A Dama e os Vagabundos é um boteco com carnes e vegetais, além de sanduíches/ Reprodução Instagram Reprodução Instagram

Dany SimonTina Binido Viagem & Gastronomia

São Paulo

Ouvir notícia

Impossível falar sobre o bairro da Barra Funda e não lembrar do livro “Brás, Bexiga e Barra Funda”, de António de Alcântara Machado, escrito em 1927. Foi ele quem imortalizou os “italianinhos” Gaetaninho, Carmela e tantos outros personagens, em contos sobre a vida cotidiana de imigrantes que chegaram ao país e se alastraram pela região, contribuindo assim para a criação da rica cultura paulista.

Antes de ser chamado de Barra Funda, o bairro fez parte de uma fazenda pertencente ao Barão de Iguape, que posteriormente foi loteada em várias chácaras. Seu desenvolvimento veio após a inauguração da estação de trem, utilizada para o escoamento e o armazenamento de café. O bairro também já teve intensa vocação industrial.

Mas os tempos mudaram e, hoje, vemos um novo cenário, um deles é recente e boa efervescência gastronômica na região.

A seguir, selecionamos 8 endereços gastronômicos que merecem estar no seu roteiro na Barra Funda.

A Baianeira

Pão de queijo recheado é um dos carros-chefes d’A Baianeira
Pão de queijo recheado é um dos carros-chefes d’A Baianeira/ Reprodução Instagram

 

Faz sete anos que Manuelle Ferraz leva elementos das culinárias baiana e mineira para seu restaurante A Baianeira, localizado em um sobrado pequeno, porém muito agradável na Barra Funda. O local serve café da manhã e almoço, e funciona também como uma mercearia, com uma grande variedade de produtos como doce de leite, manteiga de garrafa, farinha e geleias. Em 2019, A Baianeira ganhou uma segunda unidade, desta vez no MASP, na avenida Paulista.

O pão de queijo, um dos carros-chefes da casa desde a abertura, pode vir com carne de panela e ovo caipira. No café da manhã há variedades de sanduíches, além de iogurte com frutas e granola. Já para o almoço é possível escolher um dos pratos do dia e ou opções bem brasileiras como picadinho de carne de panela, moqueca de peixe ou galinhada.

R. Dona Elisa, 117 – Barra Funda, São Paulo – SP / Tel.: (11) 2538-0844 / Horário de funcionamento: terça a sábado, das 9h às 16h

Bocadas’s Pizza

Bocada`s e sua deliciosa pizza marinara / Reprodução Instagram

Para quem deseja encontrar um restaurante que ofereça uma boa pizza marinara, aquela assada apenas com molho de tomate e alho, aqui vai a dica: a do Bocada’s é aprovada com louvor – e com ótimo molho de tomate, aliás.

A casa serve pizzas com massa de fermentação natural e tem sabores clássicos como a marguerita (a deles é feita com muçarela de búfala), e outras mais autorais como a de couve, jiló e queijo taleggio.

O salão é bastante informal, condizente com a proposta da casa, mas aconchegante ao mesmo tempo. Para quem tiver interesse, há o nostálgico sistema de rodízio. Também vendem galetos aos domingos, apenas no almoço.

R. Dr. Ribeiro de Almeida, 167 – Barra Funda, São Paulo – SP / Tel.: (11) 95177-3061 / Horário de Funcionamento: terça a domingo, das 19h às 23h. Domingo aberto também na hora do almoço

A Dama e os Vagabundos Bar

A Dama e os Vagabundos é um boteco com carnes e vegetais, além de sanduíches / Reprodução Instagram

Esse boteco churrasqueiro, como se autoproclamam, traz boas opções direto da grelha, como costelinha defumada, linguiças, carnes ou mesmo vegetais. Entre as outras opções no cardápio, diversos tipos de sanduíches, além do Poroto Paulistano, feijões com carne assada e desfiada, tomates e cebola da grelha.

R. Souza Lima, 43 – Barra Funda, São Paulo – SP / Tel.: (11) 99674-4004 / Horário de Funcionamento: quinta, sexta e segunda, a partir das 18h / sábado, a partir das 15h / domingo, a partir das 14h 

Na Fila do Pão / A Fialka

Na Fila do Pão é a nova padaria especializada em farinha orgânica da Barra Funda / Reprodução Instagram

No imóvel onde funcionava o saudoso Scar São Paulo, coexistem dois negócios recém-abertos: na Fila do Pão, uma padaria artesanal de fermentação natural, e a Fialka, uma loja de arranjos e buquês florais.

A padaria tem diversas opções de pães, todos preparados com farinha orgânica, como o pão da casa, o pão de alho com queijo, azeite e ervas, o pão de queijo, além de bolos e cookies. No empório, há pães, queijos, cafés e outras guloseimas para levar para casa. Já na Fialka, além de comprar arranjos de flores, os clientes podem escolher entre drinques engarrafados, como o White Negroni, e bons vinhos.

R. Margarida, 30 – Barra Funda, São Paulo – SP / Tel.: (11) 91096-5004 / Horário de Funcionamento: terça a sexta, das 9h às 18h, e sábado, das 9h às 16h

Komah

Komah traz releituras de clássicos da culinária coreana / Foto: Rubens Kato

O Komah é um dos grandes tesouros da região – não à toa, vive lotado. Paulo Shin fez o que poucos conseguem fazer: abriu seu restaurante em um endereço nada óbvio, que acabou virando um destino obrigatório para quem passa pelo bairro.

O menu traz releituras de pratos clássicos da culinária coreana, inspirados em receitas da família, sempre com um toque moderno. Isso é feito com maestria no kimchi bokumbap (arroz com kimchi – acelga fermentada), servido com uma tradicional omelete francesa. Difícil também deixar de mencionar o japchae (macarrão de batata doce fininho, com mel e legumes tostados), e o doloso bibimbap, (arroz, legumes, folhas da horta, gema e beef jerkey). A casa conta também com bar com drinques autorais, além de petiscos.

R. Cônego Vicente Miguel Marino, 378 – Barra Funda / Tel.: (11) 3392-7072 / Horário de Funcionamento: segunda a sexta, das 12h às 15 e das 18h30 às 23h30, sábado, das 12h às 16h e das 19h às 23h30

Mescla

O chef boliviano Checho Gonzalez comanda o Mescla, casa que traz sabores de diversos países latinos / Reprodução Instagram

O chef boliviano Checho Gonzalez, à frente do concorrido Comedoria Gonzales no Mercado de Pinheiros, comanda essa casa localizada em um agradável galpão, com cozinha aberta e mesas que, até chegar a pandemia, eram todas compartilhadas. O menu tem caráter autoral e influência latino-americana, além de uma leve queda por peixes e frutos do mar, porém não se limitando a eles.

Podemos dizer que é obrigatório pedir o coração de lula (espetinhos de coração de galinha e lula, com creme de amendoim) e o porquinho empanado, onde o peixe vem acompanhado de molho tártaro e batatas chips. Para os principais, o peixe do dia e o arroz de camarão, de preferência para compartilhar. Para beber, La Chicha del Checho, kombucha da casa, assim como boas opções de vinhos.

R. Souza Lima, 305 – Barra Funda, São Paulo – SP / Tel.: (11) 3661-1149 / Horário de Funcionamento: terça a quinta, das 11h às 15h, sexta, das 11h às 16h, sábado, das 11h às 17h, e domingo, das 10h às 17h (café da manhã e almoço)

Laskarina Bouboulina

Laskarina Bouboulina ocupa uma simpática esquina e tem pratos que saem do forno a lenha / Foto: Tina Bini

Laskarina Bouboulina foi uma comandante naval grega e teve participação relevante na Guerra de Independência em 1821. Como o próprio nome sugere, essa taberna traz elementos do mar em seus pratos, ou melhor dizendo, comida de pirata – apesar de não se restringir apenas a isso.

O restô-bar, instalado em uma simpática casa de esquina debaixo de um predinho, conta com um forno a lenha logo na entrada. Para começar, tem um bom escabeche e moela, superpedida no cardápio. Além disso, sempre tem o especial do fim de semana, que pode variar entre cordeiro, peixe e frutos do mar. Não se esqueça dos drinques, sempre gostosos.

R. Souza Lima, 67 – Barra Funda, São Paulo – SP / Não tem telefone / Horário de Funcionamento: quinta e sexta, das 19h às 23h, sábado, das 13h às 23h, e domingo, das 13h às 17h

Trago Bar

Trago Bar tem se consolidado como endereço certeiro de ótimos coquetéis / Foto: Dany Simon

Das boas opções de bares de coquetelaria da cidade, o Trago oferece tudo o que normalmente os amantes da boa bebida desejam: ótimo balcão e mesinhas e sofás intimistas.

Há diversas opções de coquetéis autorais, como o Sakura, feito à base de bourbon infusionado em cerejas maraschino, vermute Rosso, Amaretto e Angostura. Entre as releituras, o Olive Martini propõe uma variação do Dry Martini. Já nos clássicos, o Red Snapper é uma variação do Bloody Mary, porém com gim no lugar de vodca. Para petiscar, peça o bolovo, sempre. Mas se estiver com mais fome, o sanduíche de pastrami é uma boa pedida.

R. Souza Lima, 174 – Barra Funda, São Paulo – SP / Não tem telefone / Horário de Funcionamento: quarta a sexta, das 18h às 00h, sábado, das 14h às 00h, e domingo, das 14h às 22h

* A matéria teve a colaboração do Dany Simon, um consultor e curador para marcas de bebidas e alimentos apaixonado por gastronomia. Em seu perfil do Instagram, @danythesimon conta todas as suas experiências


Mais Recentes da CNN