por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Os pontos mais “instagramáveis” na cidade de Porto, em Portugal

Além de garantir lindos registros, o centro histórico, a ribeira e até o pôr do sol na beira do rio são ótimas dicas do que ver e fazer na encantadora cidade portuguesa

A Livraria Lello já é quase uma instituição no Porto, inaugurada em 1906
A Livraria Lello já é quase uma instituição no Porto, inaugurada em 1906 Daniel Rodrigues/Porto Convention & Visitors Bureau

Saulo Tafarelodo Viagem & Gastronomia

Porto, Portugal

Ouvir notícia

Uma coisa é certa: a cidade inteira do Porto é para lá de fotogênica. Com suas construções históricas no centro e gramados na beira do Rio Douro, fica fácil tirar lindas fotos para encher o rolo de câmera – e ainda render várias curtidas nas redes sociais.

Mas há cantinhos especiais da região que, junto de simples truques, garantem cliques caprichados para serem lembrados para a vida toda.

Há desde cenários naturalmente instagramáveis e outros modelados com este propósito, ou seja, para que as fotos fiquem com um fundo cativante e uma atmosfera agradável. Além de brilhar os olhos dos seguidores nas redes, a imagem os transporta diretamente para aquele local.

São dicas no centro, em Vila Nova de Gaia e ainda na Foz do Douro que funcionam também como um pequeno roteiro do que ver e fazer em Porto – pois, acima de tudo, são locais ideais para serem aproveitados com toda a atenção. Assim, libere espaço na câmera, capriche na foto – ou na selfie! – e anote as sugestões a seguir:

Arredores da Ponte D. Luís I

A ponte metálica de quase 400 metros construída no final do século 19 é um dos cartões-postais mais emblemáticos do Porto. Por atravessar o Rio Douro e ligar o centro histórico a Vila Nova de Gaia, vários são os pontos em que a atração pode ser contemplada.

Um deles é justamente em cima dela. Seja saindo de Porto pela Avenida Dom Afonso Henrique em direção a Gaia ou vice-versa, os 45 metros acima do Douro garantem vistas e fotos lindas entre as duas cidades. É possível avistar as embarcações lá embaixo assim como ver de outra perspectiva as margens do rio. Se de dia ela já é especial, durante a noite o cartão-postal ganha contornos ainda mais elegantes com as luzes acesas em toda sua extensão.

Falando em margens, as ribeiras, já no nível do chão, são ideais para fotos com a ponte no fundo. Do lado de Porto, o Cais da Ribeira é para lá de charmoso com seus restaurantes e vistas para a construção metálica. Uma sugestão é fazer vários cliques enquanto se anda na ribeira, de forma espontânea, assim como colocar o celular no modo retrato para desfocar de forma tênue o fundo.

Já do lado de Gaia a dica é curtir o calçadão e as lojas das caves de vinho do Porto ao longo do Cais de Gaia e da Avenida de Diogo Leite. Restaurantes, mercado municipal e gramados à beira-rio são perfeitos para um passeio sem pressa, em que as pequenas embarcações atracadas completam o charme. As dicas são as mesmas: posicione-se na frente da ponte e seja criativo nas poses.

Onde? Ponte D. Luís I; Cais da Ribeira e Cais de Gaia

Pink Palace (WOW)

Enquanto o vinho do Porto domina as discussões e as degustações na cidade, por que não celebrar também outro tipo de vinho, o rosé? É isso que propõe o Pink Palace, instalação no WOW – World of Wine que foi criada para entreter os visitantes ao mesmo tempo que explica as etapas e as diferenças dos vinhos rosé.

Interessante é que cada uma das cinco salas temáticas possui decoração específica e totalmente instagramável em torno do rosé, como piscina de bolinhas rosas, pequenas vilas francesas, um antigo carro conversível e até um saloon típico do Velho-Oeste norte-americano.

O melhor de tudo? Os 25 euros do ingresso dão direito à prova de cinco vinhos, predominantemente os rosé de Portugal. O visitante recebe um copo personalizado e uma pulseira com pins no começo da experiência que vão sendo entregues em cada estação de degustação. Além de experimentar os cinco rótulos – lembre-se de beber água! -, a piscina de bolinhas e o carro rosa são dicas ideais para fotos divertidas que farão sucesso no Instagram.

Vale destacar que a própria praça principal do WOW Porto também é bom ponto para fotos, já que possui vista privilegiada para o Douro, para o centro histórico e para ponte Luís I, em que os telhados vermelhos das caves e casas de Gaia complementam o cenário.

Outro ponto de destaque é a longa escada que sai da praça e leva os visitantes aos pontos mais baixos do complexo, se aproximando do rio: com azulejos típicos portugueses, cada degrau é bonito e ideal para fotos espontâneas.

Onde? WOW Porto; Rua do Choupelo 39, 4400-088 Vila Nova de Gaia, Portugal

Jardim do Morro

Vista para o Rio Douro e o centro de Porto a partir dos bancos do Jardim do Morro, em Gaia/Foto: Daniel Rodrigues/Porto Conventions & Visitors Bureau

Logo ao lado da Ponte D. Luís I há um dos pontos mais magníficos de se apreciar as vistas para o Porto: o Jardim do Morro. Agradável área verde pertencente à Vila Nova de Gaia, do outro lado do Porto, a paisagem formada pelo Rio Douro com as construções do centro ao fundo garantem belos registros, além de ser um local para ficar na memória.

É um local indicado para passar um fim de tarde a dois ou com amigos e familiares, já que o pôr do sol daqui é um dos mais concorridos da região. A sugestão é apreciar este momento com cerveja ou vinho em mãos junto de queijinhos e snacks. Além do gramado com algumas árvores, o local possui alguns bancos de concreto para maior comodidade dos visitantes.

Onde? Jardim do Morro, em Vila Nova de Gaia, logo ao lado da Ponte D. Luís I

Livraria Lello

Situada na Rua das Carmelitas, bem próxima à Torre dos Clérigos, a Livraria Lello já é quase uma instituição no Porto. Existente desde 1906, é considerada uma das livrarias mais bonitas do mundo: seu exterior neogótico esconde um interior com escadas vermelhas centrais e detalhes em madeira, vitrais no teto de mais de oito metros de comprimento e bustos de escritores portugueses.

Sua fama deve-se também, em partes, por ninguém menos que J.K Rowling, a autora dos livros de “Harry Potter”. Os boatos diziam que ela, que morou no Porto na década de 1990, frequentava o local e que parte de Hogwarts e da livraria fictícia no Beco Diagonal foram inspirados na Lello. Porém, ela mesma desmentiu as informações ao declarar nas redes sociais que nunca tinha colocado os pés na livraria.

Verdade ou não, a Lello merece uma visita. A dica é escolher um bom ponto nas escadarias vermelhas enquanto alguém num pavimento superior faz cliques de cima para baixo. Os livros nas prateleiras também ajudam a compor o cenário deslumbrante. Atualmente, é cobrada uma taxa de 5 euros para entrada na livraria, e o valor pode ser revertido na compra de um livro.

Onde? Rua das Carmelitas 144, 4050-161 Porto, Portugal

Pôr do sol na Foz do Douro

Está à procura de um pôr do sol apaixonante e totalmente fotogênico? A região do Porto também tem, mais especificamente na Foz do Douro, um local encantador para um fim de tarde a dois ou ainda com amigos e familiares.

Um pouco antes da junção do rio com o Oceano Atlântico, a ribeira é repleta de calçadões que se parecem parques urbanos a céu aberto. Os locais mais recomendados são dois jardins: o Jardim de Sobreiras e o Jardim do Passeio Alegre. As ruas possuem restaurantes e bares típicos e quiosques requintados no calçadão indicados para drinques.

Em dias límpidos, a sugestão é procurar uma parte do rio que tenha pequenas embarcações na água, para assim deixar o cenário mais cativante. Seja de frente, olhando para a Foz ou ainda sentado no calçadão, o momento em que o sol beija o mar e as cores alaranjadas pintam o céu é um dos mais bonitos para registros fotográficos.

Onde? Foz do Douro, no Jardim de Sobreiras e no Jardim do Passeio Alegre

Azulejos portugueses e escadarias no centro

O centro histórico do Porto está recheado de cantinhos instagramáveis. A começar pelas ruas mais estreitas, que são verdadeiras vielas onde carros não passam, há arquitetura típica e até roupas penduradas nas varandas dos apartamentos, o que cria uma atmosfera bem local.

Outra tradição em Portugal são os azulejos, mais comumente os azuis e amarelos – um dos pilares que representam a cultura do país. As laterais da Igreja do Carmo, na Rua do Carmo, são recheadas com os azulejinhos azuis, ótimo ponto para fotos e de conhecimento: eles fazem alusão à Ordem das Carmelitas e ao Monte Carmelo.

Se quiser esperar pelos arredores, outra dica é ficar bem em frente à Igreja do Carmo e dos Carmelitas (separadas apenas por uma estreita casa) e aguardar o bondinho típico da cidade, compondo um cenário tradicional e para lá de lindo.

Os azulejos azuis se destacam também na Estação São Bento, ponto de partida para os comboios (os trens) do Porto. Com arquitetura de influência francesa, as grandes portas dão para um átrio com painéis de azulejos que contam parte da história de Portugal. A dica é pegar um ângulo de baixo para cima que, além da pessoa, capture também o fundo com os azulejos e parte dos vitrais e do relógio.

A alguns passos da estação, depois da Avenida dos Aliados, fica a Torre dos Clérigos, outro cartão-postal da cidade. A torre do século 18 possui características barrocas e uma escadaria ótima para fotos: a dica é fazer um clique de baixo para cima, pegando um ângulo bem rente ao chão para capturar uma imagem com a pessoa e a torre ao fundo.

Caso queira subir na atração, os 75 metros de altura também proporcionam vistas privilegiadas para todo Porto. Logo ao lado fica o Base, jardim urbano descolado que garante atraentes vistas laterais da torre além de ser um cenário verde em meio à cidade.

Onde? Igreja do Carmo (Rua do Carmo); Estação São Bento (Praça Almeida Garrett) e Torre dos Clérigos (Rua São Filipe de Nery)


Mais Recentes da CNN