por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

CNN Séries Originais: anote o roteiro dos locais visitados no Alentejo

No quarto e último episódio do CNN “Vinhos de Portugal: Tradição e Tecnologia”, o ponto de parada é a região sul do país com vinhos que têm fila de espera para a compra

Elisa Veeckda CNN

Ouvir notícia

É clima de despedida. Começamos pelo alto do mapa, no Porto e Douro, descemos até o Dão na congelante Serra da Estrela, passamos por Lisboa e regiões no entorno como Setúbal e Colares e agora chegamos ao sul, na deslumbrante cidade de Évora – a mais bonita, para mim, de todas as cidades que visitamos.

Chegar na cidade de Évora e encontrar colunas da época do império romano foi de cair o queixo. Soldados romanos marcharam onde, hoje, é reconhecido como patrimônio cultural da UNESCO. São duas cidades, aliás, com esse título: Évora e Elvas. Estar com pés nesses locais é legitimar ainda mais a importância de se preservar a história por meio da arquitetura.

Em Évora fica a produção de um dos vinhos portugueses mais famosos do planeta: o pêra-manca. Tem a versão branca e a versão uva roxa. O queridinho é o tinto, que tem fila de espera para ser comprado. Mas por que é tão famoso? Porque é muito saboroso. E por causa da escassez. Se a qualidade das uvas não estiver à altura de um pêra-manca, os enólogo decidem que, naquele ano, não tem produção. Esse detalhe enlouquece o mercado do vinho, e faz as 30 mil garrafas anuais esgotarem rapidinho.

Somente por esse rótulo já vale a pena ver o episódio, mas também tem outras maravilhas: um vinho que fica descansando a 30 metros de profundidade, outro que é transparente igual água – mas que é feito com uva roxa (acredite. Um vinho tinto transparente!).

 

CNN Séries Originais vai à região de Alentejo, em Portugal/ CNN Brasil

Recado aos iniciantes no mundo vínico: a gente também te conta o que é harmonização e por qual motivo nem todo vinho precisa de decanter.

Recado aos experientes: o Alentejo tem uma incidência solar muito grande, e isso faz com que a uva seja mais doce do que o normal. Por ser mais doce, aumenta singelamente o teor alcoólico da bebida.

Confira abaixo os lugares visitados no episódio:

Ervideira

É aqui a produção do vinho que parece água. E também produzem o vinho que fica a 30 metros de profundidade dentro de uma barragem durante um ano. Essa vinícola é antiga, pra lá de 1880, quando foi fundada na região de Évora. Tem uma loja que é um charme, onde você também consegue fazer algumas refeições. Quero deixar a sugestão de você visitar a loja que fica em um castelo todo murado. É pertinho do endereço principal. Vale muito a pena. Nunca tinha ido a nenhum lugar parecido. No episódio a gente mostra tudo isso!

Endereço: Herdade da Herdadinha, Vendinha, 7200-042, Reguengos de Monsaraz
Contato: ervideira@ervideira.pt
@adega_ervideira

Em Alentejo há edifícios centenários, uma muralha militar do século 14 e até mesmo colunas romanas, reminiscências da passagem do Império/ CNN Brasil

L’AND Vineyards

Dormir em um hotel e, ao acordar, abrir a porta e dar de cara com uma pequena plantação de uva. É isso o que o Land oferece. Também há um spa temático, a exemplo da esfoliação com sementes e banho relaxante com essência de uva. O restaurante é um dos pontos altos, por isso nós aproveitamos para aprender sobre harmonização com os pratos do chef. PS: a sopa de peixe parecia dos deuses.

Endereço: Herdade das Valadas, Estrada Nacional 4, 122 7050-031, Montemor-o-Novo
Contato: reservas@l-and.com
@landvineyards

Adega Cartuxa

É aqui o pêra-manca! A vinícola Cartuxa é imensa, tem centenas de hectares de vinhas e um espaço para visita que é supercharmoso. Na parte de fora, você pode sentar nas mesinhas e ficar olhando um horizonte gigante e verde, repleto de uvas e pés de azeitona. Atenção: tinha um pêra-manca tinto para vender na loja! Mas é preciso desembolsar 275 euros para levar a garrafa.

Endereço: Quinta de Valbom, Estrada da Soeira, 7005-003, Évora
Contato: geral@fea.pt
@adegacartuxa

Mais Recentes da CNN