por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

O elevador externo mais alto do mundo e a inspiração para a paisagem de ‘Avatar’

Bailong Elevator tem 326 metros de altura, é feito de vidro e foi construído na lateral de um penhasco

Maggie Hiufu Wong, da CNN

Ouvir notícia
O Bailong Elevator tem 326 metros de altura
Bailong Elevator tem 326 metros de altura, é feito de vidro e foi construído na lateral de um penhasco
Foto: Reprodução / Roman Piekosz (arquivo pessoal) via Trip Advisor

Com a divulgação recente de fotos embaixo d’água dos bastidores de Avatar 2, junto às notícias de que Avatar 3 está terminando de ser filmado, talvez não haja uma época melhor para revisitar o parque nacional que muitos acreditam ter sido a inspiração para o cenário do filme original.

O Parque Nacional Florestal de Zhangjiajie, na província chinesa de Hunan, é famoso pelo relevo cárstico (caracterizado pela dissolução química das rochas) em forma de pilares, e se assemelha à paisagem flutuante do estranho mundo de Pandora, que tem um dos principais papéis no filme.

Bailong Elevator

Uma das formas mais rápidas e fáceis de conhecer a região é andar no elevador externo mais alto do mundo. O Bailong Elevator tem 326 metros de altura, é feito de vidro e foi construído na lateral de um penhasco localizado no parque nacional.

O Bailong Elevator consiste em três elevadores de dois andares, sendo que cada um deles pode transportar 46 pessoas para a parte de cima da montanha em menos de dois minutos.

Ele é uma espécie de porta de entrada para algumas das principais atrações do parque, como Golden Whip Stream, Montanha Tianzi e Southern Pillar of Heaven, que acabou mudando de nome – para Montanha Aleluia, em homenagem às montanhas flutuantes da obra do diretor de Avatar, James Cameron.

Para quem quiser se aventurar um pouco mais, é possível escalar a montanha, em vez de subir pelo elevador. O passeio leva cerca de duas horas e meia.

Atração custou US$ 27 milhões

A atração foi finalizada em 2002 e custou aproximadamente US$ 27 milhões. Apesar da fama que possui hoje, atraindo inúmeros turistas, ela nem sempre foi motivo de celebração. Especialistas locais inicialmente criticaram o projeto e alegaram que a construção, que começou em 1999, iria danificar o cenário natural.

Em meio a debates e preocupações com a segurança, as operações de elevação foram interrompidas três meses após a primeira abertura. Discutiu-se a possibilidade de demolir a construção, mas o elevador acabou sendo reaberto dez meses depois. Essa história é contada em um documentário produzido pela emissora estatal chinesa CCTV.

Quase 18 anos após a inauguração, o Bailong Elevator permanece como uma das maiores atrações do parque onde está localizado. Antes da pandemia de Covid-19, ele transportava mais de 18 mil turistas por dia.

Após semanas fechada em razão do lockdown (bloqueio total) estabelecido no país, a atração foi reaberta em março deste ano. Apesar da crise causada pela doença, o elevador ainda arrecadou US$ 15 milhões nos primeiros três trimestres de 2020. Mas o valor ainda é 67,82% menor em comparação ao ano anterior.

O Parque Zhangjiajie também conta com o maior salto de bungee jump do mundo e a famosa, mas hoje fechada, Zhangjiajie Grand Canyon, uma das maiores e mais longas pontes de vidro do planeta.

(Texto traduzido. Leia o original em inglês.)

Mais Recentes da CNN