por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    O lugar que os chineses mais querem visitar em 2020 é… Wuhan

    Cidade onde a COVID-19 apareceu nem constava entre os 10 destinos mais desejados no começo do ano

    Maggie Hiufu Wong, CNN

    Ouvir notícia
    A Torre do Grou Amarelo, na cidade de Wuhan
    A Torre do Grou Amarelo, na cidade de Wuhan
    Foto: Hector Retamal/AFP/Getty (1º.mai.2020)

    Esse pode ser um dos desdobramentos mais peculiares da pandemia do novo coronavírus —Wuhan foi escolhida como o destino que os chineses mais querem viajar após o fim da crise.

    O estudo em tendências do turismo durante a epidemia da COVID-19 foi conduzida pelo Centro de Pesquisa em Turismo da Academia Chinesa de Ciências Sociais e pelo Centro de Pesquisa em Turismo e Cultura de Tencent.

    Os resultados, publicados em 28 de abril, foram baseados em 15.163 questionários, dados de 20 milhões de publicações nas redes sociais e fóruns, além de entrevistas particulares.

    Wuhan ultrapassou Pequim como a cidade mais desejada pelos viajantes chineses depois do lockdown.

    A cidade onde o novo coronavírus começou a se espalhar era apenas a oitava em levantamento semelhante conduzido entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020. O segundo lugar era de Chongqing.

    O tema se tornou um dos mais comentados no Weibo, principal rede social chinesa, com milhares de discussões e visualizações.

    “Acredito que a razão real pela qual os cidadãos gostariam de visitar Wuhan é ver a cidade que passou por um momento histórico. A epidemia marcou Wuhan em nossas mentes. Vimos a perseverança e engenhosidade do povo de Wuhan”, escreveu um usuário.

    A província de Hubei, onde fica Wuhan, se tornou a segunda província mais desejada para um passeio, atrás somente da província de Pequim. Hubei não estava no top 10 antes da epidemia. Shennongija, uma floresta de mais de 3.000 metros quadrados e a Torre do Grou Amarelo, na cidade de Wuhan também entraram no ranking das 20 atrações turísticas mais populares.

    “Pode ser que o resultado do estudo incorpore as emoções profundas das pessoas do país, expressando as preocupações e o apoio à ‘cidade heroica'”, disse Song Hui, diretor do centro de pesquisa em turismo .

    Como o coronavírus afetou o turismo chinês

    Internacionalmente, a Tailândia é o destino que os chineses mais querem visitar em 2020, seguida da Rússia e do Japão.

    Os Estados Unidos, que encabeçavam a lista, saiu completamente do top 10 após a epidemia.

    A pandemia também afetou planos e comportamentos de viagem.

    Famílias com crianças tem de 30 a 44% menos chance de viajar em 2020, comparado ao ano anterior. Cerca de um terço dos entrevistados disseram que gostariam de viajar novamente dentro de três a seis meses depois do fim da crise.

    O estudo também revelou que os turistas chineses esperavam gastar 5.756 yuans (aproximadamente R$ 4.465) em viagens em 2020, 734 yuans (R$570) a mais do que no ano anterior.

    Mais Recentes da CNN