por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Nova York ganha sete novos hotéis e mais de 1,5 mil suítes em 2022

Segundo órgão de turismo NYC & Company, a retomada começou no verão de 2021 e em breve grandes redes desembarcam na cidade

A cidade de Nova York
A cidade de Nova York Pixabay

CNN Viagem & Gastronomia

Ouvir notícia

Apesar da pandemia da Covid-19, só no ano passado, Nova York ganhou seis mil novos quartos de hotel. Eram tempos difíceis, o coronavírus ainda estava impedindo a circulação de pessoas, mas mesmo assim, a cidade que nunca dorme não parou de receber investimentos da rede hoteleira.

Segundo dados divulgados pela NYC & Company, o órgão oficial de turismo da cidade, os números vêm aumentando desde o verão de 2021, tudo para receber os visitantes que aos poucos estão retornando – e agora cada vez mais: na última semana foi suspenso o teste de Covid para viajantes que chegam aos Estados Unidos.

Neste ano, a expectativa é a inauguração de sete novos hotéis e mais 1,5 mil suítes – nos próximos três anos, o número chega a 12 mil novos leitos.

 

“A cidade continua atraindo novas marcas, propriedades internacionais e uma ampla coleção de marcas de serviços selecionadas, hotéis de classe executiva, propriedades de estilo boutique e de luxo”, diz o comunicado da NYC & Company.

Os novos destinos se espalham por Manhattan, Queens e Brooklyn, e, segundo o tourism board, são mais de 50 novos endereços em fase de finalização e que em breve serão inaugurados.

Em julho, a rua Broadway ganha o segundo Ritz-Carlton Hotel da cidade, o NoMad, e o célebre Chelsea Hotel terminará sua transformação de um hotel residencial para um hotel boutique, com inauguração prevista ainda para este verão.

Também entre as próximas novidades está o Six Senses Nova York, que ficará na região do High Line, no Chelsea – esse será o primeiro hotel da rede Six Senses Hotels Resorts & Spas, nos Estados Unidos. O lançamento está previsto para 2023.

Já entre as novidades que já estão recebendo hóspedes está o Ace Hotel Brooklyn, que chega 12 anos após a abertura do primeiro da rede, no bairro central de NoMad, em Manhattan.

O novo Ace tem 13 andares e foi construído do zero, com uma decoração que mistura concreto, paredes de madeira, sofás de couro e muito verde. São 287 quartos e o local já se transformou em um destino dos descolados do bairro – ali, ocorrem lançamentos de livros, shows de jazz e exposições de fotografia.


Mais Recentes da CNN