Finlândia abre fronteiras para brasileiros vacinados

Passageiros acima de 16 anos deverão apresentar documentos, como comprovante de vacinação e teste PCR negativo, assim que desembarcarem no aeroporto de Helsinque

Ouvir notícia
Foto: Getty Images

As portas da Finlândia estão abertas para turistas com vacinação completa, inclusive brasileiros. No entanto, de acordo com a embaixada do país em solo brasileiro, todos os passageiros provenientes de países de alto risco chegando à Finlândia (incluindo vacinados) serão direcionados após o desembarque a um ponto de atendimento, para um exame de saúde obrigatório.

Passageiros acima de 16 anos deverão apresentar um dos seguintes documentos no aeroporto de Helsinque: comprovante de vacinação completa; comprovante de vacinação da primeira dose; teste negativo PCR ou antígeno realizado nas 72h que antecedem a entrada a Finlândia; laudo com diagnóstico de Covid-19 nos últimos seis meses. Todos os documentos devem ser traduzidos para inglês com tradutor juramentado. As vacinas aceitas no destino são Coronavac, AstraZeneca, Pfizer, Janssen e Moderna.

Veja mais
Canadá abrirá fronteiras para viajantes brasileiros vacinados a partir de setembro
Marrocos abre fronteiras para brasileiros vacinados

Brasileiro que visitou todos os países em tempo recorde parte para nova aventura pelo mundo
As melhores cidades do mundo para se viver em 2021
Brasil, Suíça e Grécia abrigam os melhores hotéis do mundo

Voos com conexão. O embarque do passageiro brasileiro depende das restrições do país de escala, uma vez que não existem voos direto do Brasil para a Finlândia. Neste caso, o consulado recomenda consultar diretamente as autoridades do país de conexão ou a companhia aérea sobre as restrições de escala para passageiros provenientes do Brasil.

Mais fronteiras abertas.

7 de setembro. Esta é a data estipulada pelo Canadá para que as fronteiras do país voltem a se abrir para turistas do mundo totalmente vacinadosAs vacinas aceitas no país são AstraZeneca, Pfizer-Biotech, Moderna e Janssen e o viajante precisa ter concluído o ciclo de vacinação ao menos 14 dias antes de ingressar no país. A CoronaVac, fabricada pela Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, ainda não foi autorizada.

França afrouxou as regras para entrada de passageiros. Agora, pessoas viajando de países da lista vermelha, da qual o Brasil faz parte, terão passe livre desde que apresentem comprovante de vacinação por imunizantes reconhecidos pela Agência Europeia de Medicamentos. Entre eles, estão os da Pfizer, AstraZeneca, Moderna e ou Janssen.

Desde 7 de julho, as portas do Marrocos estão abertas para receberem viajantes brasileiros completamente vacinados. Para entrar no país é necessário portar o comprovante da imunização e apresentar o teste PCR negativo. Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas por ali: Astrazeneca-SK Bio, Covishield, Janssen (Johnson & Johnson), Moderna, Pfizer, Sinopharm, Sinovac e Sputnik, de acordo com o governo marroquino.

Em 26 de junho, a Suíça também liberou as fronteiras para brasileiros graças a diminuição de casos de infectados no país devido ao crescimento da população vacinada. A lista de regiões de risco elaborada até agora pelo Serviço Federal de Saúde Pública do destino foi reduzida e contém apenas os países e áreas em que circulam variantes do vírus que preocupam a Suíça, tais como: Reino Unido, Índia, Brasil, Canadá e África do Sul. As medidas sanitárias na fronteira estão, portanto, focadas nas pessoas que vêm desses países ou áreas, mas já aliviadas para brasileiros.

Obrigações atualizadas

Para acompanhar as últimas notícias sobre as restrições de viagens para brasileiros no exterior, o site do Ministério das Relações Exteriores mantém uma listagem.

Mais Recentes da CNN