Vinhos com custo-benefício de até 100 reais por Evino

Com exclusividade para o Viagem & Gastronomia, pedimos uma seleção de bons rótulos até R$100, confira!

O isolamento social favoreceu o mercado de vinho, somente a Evino, um dos maiores e-commerces de vinho do Brasil, viu suas vendas crescerem 35% na última semana. Com exclusividade para o Viagem & Gastronomia, pedimos uma seleção de bons rótulos até R$100, confira!

 

O Viagem & Gastronomia começa uma série para desbravar bons vinhos com valores acessíveis. Afinal, nada como ter um achado de um ótimo rótulo, daqueles que podemos beber sem medo de acabar. Para começar, Ari Gorenstein, co-CEO da Evino e master wine pela Ecole Supérieure d’Agriculture d’Angers, selecionou e comentou 10 rótulos entre brancos, tintos e espumantes até R$100. Vinhos com excelente relação qualidade/preço para todos os gostos. Confira:

Biscardo Neropasso Rosso Veneto 2017 (R$74,90)

“Este típico blend do Veneto mescla as uvas maduras das castas Corvina, Corvinone e Merlot e se vale do método apassimento – o mesmo da vinificação do Amarone – resultando em um vinho com aromas de fruta em compota com destaque para ameixa e cereja. Em boca é amplo, com taninos macios”.

Lupo Meraviglia Due di Due Rosso di Puglia 2018 ( R$69,90)

“É raro encontrar um vinho com 97 pontos do mais famoso crítico Italiano de vinhos – Luca Maroni por menos de R$ 100,00. Lupo Meraviglia, como não poderia deixar de ser, é um vinho maravilhoso. Obtido a partir do blend de Negroamaro e Malvasia Nera traz aromas de frutos silvestres como cassis e groselha. Em boca é bastante amplo, com toques balsâmicos, boa estrutura e taninos já bem domados”, diz Ari Gorenstein.

Jean Babou Elégance Crémant de Limoux AOC Brut (R$74,90)

“Este grande Crémant de Limoux (região onde surgiram os primeiros espumantes franceses) é um espumante vinificado em método Champenoise. No nariz traz notas cítricas e de frutas brancas – maçã verde e abacaxi. Com bela acidez em boca revela frutas secas e elementos tostados no final. É o acompanhamento perfeito para peixes ou crustáceos.”

Prosper Maufoux Mâcon Rouge Domaine de Ruère AOC 2018 ( R$89,90)

“Grandes tintos da Borgonha normalmente são vinhos de preço proibitivo. Não é o caso do Mâcon Rouge Domaine de Ruère que conseguimos oferecer por menos de R$ 100. Este grande vinho de um dos mais renomados produtores do Mâconnais na Borgonha se caracteriza por aromas florais e de frutas negras, característicos do Pinot Noir. Em boca é equilibrado e elegante, com belo final.”

Secrets de Mar Terra Alta D.O. 2017 (R$74,90)

“Vinho Catalão da Denominação de origem Terra Alta, o segredo deste Secrets de Mar vem do corte de vinhas velhas de Carignan, Garnacha, Syrah e Cabernet Sauvignon. Um vinho elegante que revela frutos negros e vermelhos e toques de especiarias. Na boca tem grande frescor, taninos aveludados e boa persistência.”

Angel de Larrainzar Navarra D.O. 2017 ( R$79,90)

“Este multi medalhado exemplar de Navarra é um vinho encorpado e frutado com aromas de frutos negros, toques florais e de especiarias. Em boca traz taninos firmes, boa acidez e longa persistência.”

Lenz Moser Selection Grüner Veltliner 2018

“A Evino traz da Áustria um vinho da uva autóctone Grüner Veltliner, vinificado por uma das vinícolas de maior prestígio do país Lenz Moser. O Selection acumula medalhas em concursos internacionais e mostra o caráter da Grüner Veltliner em um vinho com aromas cítricos e de frutas brancas com nuances de notas herbáceas. Em boca demonstra excelente frescor “.

Patamar Reserva 2015 (R$79,90)

“A vinícola DFJ é conhecida por produzir uma série de vinhos amplamente premiados pela crítica. Neste “Patamar Reserva” contudo a DFJ se superou. Detentor de um rol infindável de medalhas, este tinto que tem preço inferior aos R$ 100 é seguramente um dos vinhos de melhor custo-benefício a figurar na lista de 100 best buys da respeitada revista Wine Enthusiast. Denota grande complexidade de aromas, revelando frutas vermelhas, chocolate e especiarias como cravo. Na boca traz taninos firmes e persistentes e grande estrutura. Um tinto português memorável.”

Château d’Angles Classique La Clape AOC 2015 (R$79,90)

“Grande vinho de La Clape no Languedoc, o Château d’Angles Classique é vinificado com maestria por Eric Fabre, renomado enólogo francês que por anos dirigiu o prestigioso Château Lafite Rothschild. Eric mescla o caráter frutado e de especiarias da Syrah com o balanço e vivacidade da Grenache e a estrutura e toque refrescante e mentolado da Mourvèdre, nos brindando com um vinho expressivo de alta complexidade.”

Cockburn’s Nº 1 Special Reserve Port (R$84,90)

“O porto de Cockburns envelhece em Barris produzidos em sua própria toneleria. É um porto que oscila entre a pujança de aromas expressivos e concentrados de frutas vermelhas com a elegância e complexidade trazida pelo estágio em madeira que se manifesta em notas de especiaria no nariz e em um palato macio, fresco e frutado”.

Tenuta Moraia Pietracupa Bolgheri DOCG 2014 (R$99,90)

“Bolgheri é uma das grandes denominações de origens (DOCGs) da Toscana e seu lugar no mapa vem sendo reforçado pela fama do lendário Sassicaia. O Pietracupa da Tenuta Moraia custa uma ínfima fração de seu vizinho Sassicaia da Tenuta de San Guido, mas preserva toda a identidade e tipicidade do Terroir de Bolgheri. Um supertoscano resultado da mescla de Cabernet e Merlot que se anuncia no nariz com aromas de cereja, cassis e ameixas revestidos de camadas de couro e tabaco. Na boca é amplo, de taninos firmes e longo final.”