Parque Ibirapuera ganha cara nova em 2021; conheça as mudanças

Lugar querido dos paulistanos ganha cara nova em 2021, com restaurantes, lojas, aplicativo de bike e horário estendido

Parque do Ibirapuera

Que o Parque Ibirapuera é um dos locais mais conhecidos e visitados da cidade de São Paulo não é novidade para ninguém. Inaugurado em 1954, o espaço é o palco diário para a prática de exercícios de muitos paulistanos e ponto de parada quase obrigatório de turistas de todos os cantos do mundo que estão na cidade. É lá também que estão localizados famosos museus, muitos hospedados em obras de Oscar Niemeyer, sempre com programações diferenciadas. Os parquinhos e ampla área verde fazem com que o local também seja o refúgio de muita gente e diversão garantida para a criançada e animais de estimação. Em outubro de 2020, foi iniciada a concessão do parque para a iniciativa privada e desde então ele está sendo administrado pela Urbia Parques, que tem proporcionado ao longo dos meses mudanças e melhorias no lugar tão amado por quem conhece.

Parque Ibirapuera agora é administrado pela Urbia Parques (Foto: retirada do site oficial/ Runners World Brasil)
Parque Ibirapuera agora é administrado pela Urbia Parques (Foto: retirada do site oficial/ Runners World Brasil)


Mas o que mudou?

Horário de funcionamento
A primeira e grande mudança foi o horário de funcionamento, que foi estendido. Agora, os visitantes o têm à disposição quase 24h por dia, das 5h até meia-noite, de domingo a domingo, incluindo feriados. No momento atual, este horário pode ser alterado por conta da pandemia, respeitando as normas do plano de flexibilização do Governo do Estado.

Estacionamento
Os visitantes do parque sempre tiveram à disposição dois estacionamentos, com o total de 1.080 vagas. Eles eram cobrados via Zona Azul, respeitando os horários determinados por essa forma de cobrança e tendo o cartão de ser estendido de acordo com a permanência no local.

As duas entradas, tanto pelo portão 7 na Avenida República no Líbano quanto pelo 3, na Avenida Pedro Alvares Cabral, continuam funcionando, mas agora a empresa Indigo é a responsável pela administração do estacionamento. É cobrada uma diária de R$ 10, de segunda a sexta, e R$ 12 aos fins de semana e feriados, e o visitante pode permanecer o quanto tempo quiser no espaço, que também teve a segurança reforçada.

Restaurantes e loja sustentável  

Lanchonete do Parque passou por repaginação e ganhou novo cardápio (Foto: divulgação)

O visitante também conta com novas opções de alimentação. Marcas já conhecidas do público ganharam seus espaços e lanchonetes do parque passaram por reformulações.

É o caso do Sabor Ibira. Com 250 metros quadrados e capacidade para atender até 100 pessoas sentadas, o cardápio recebeu ajustes significativos. Próximo ao portão 10, ele oferece opções para todos os gostos, incluindo pratos veganos e vegetarianos.

Madureira Sucos

Já grande conhecido pelos adeptos à alimentação saudável, o Madureira Sucos abriu uma unidade dentro do parque em novembro. Em formato quiosque, ele fica próximo à Praça da Paz (Portão 8) e tem mesas ao ar livre, com opções para café da manhã, almoço e jantar. Os pratos são preparados na hora e há boas opções vegetarianas.

PAO – Padaria Artesanal Orgânica

Outra ótima opção para fazer sua refeição no parque é a unidade da PAO, padaria orgânica, que fica no Café Bienal, próxima ao portão 3. No seu amplo deck de madeira são servidos sanduíches, salgados, sucos, opções de ovos e salada. Já o restaurante do Museu de Arte Moderna (MAM), localizado ao lado da Oca, conta sempre com uma opção vegetariana no menu do almoço.

Oakberry

A famosa rede também está com um quiosque dentro do parque para os apaixonados por açaí. Eles oferecem 15 opções de acompanhamentos para deixá-lo ainda mais saboroso.

Famosa rede de açaí ganhou quiosque dentro do parque (Foto: reprodução Instagram)
Famosa rede de açaí ganhou quiosque dentro do parque (Foto: reprodução Instagram)

Nutty Bavarian

O cheirinho inconfundível dos nuts saindo do forno também invadiu o Ibirapuera. São diversas opções – doces e salgadas – de mix de amêndoas, castanhas, nozes e amendoins em diversos tamanhos e embalagens. O quiosque fica bem próximo ao da OakBerry, perto do Pavilhão das Culturas Brasileiras e da via central.

O Boticário

A famosa marca de cosméticos abriu uma unidade sustentável, construída com três toneladas de resíduos plásticos recicláveis. Tecnológica, a loja comercializa todos os seus produtos, desde maquiagem até perfumes e cremes, e também é ponto de coleta de embalagens vazias. O horário de funcionamento é das 10h às 19h.

Mapa virtual 

Ninguém mais fica sem saber por qual direção seguir dentro do Parque. A Urbia lançou o primeiro mapa virtual do local. Super fácil e bem visual, o frequentador, a partir de 2021, pode encontrar tudo o que precisa como: portões de acesso, restaurantes, museus e todos os pontos culturais, banheiros, estacionamento, a Praça da Paz, entre outros itens, na tela do seu próprio celular.

O sistema, que visualmente mostra todos os pontos em ícones idênticos a arquitetura original, é muito fácil de usar. Basta clicar nos locais onde se quer chegar ou buscar por meio do botão “Lista”. O mapa também traça rotas do local de origem até o destino desejado e traz informações sobre os atrativos do parque. Para baixá-lo, basta acessar o link disponibilizado na bio do Instagram oficial do Parque.

Aplicativo de aluguel e novas bicicletas

Desde o início de janeiro, o Parque passou a disponibilizar um novo formato de compartilhamento de bicicletas nos portões 4, 6 e 9- antes o aluguel era feito em apenas um portão. A empresa de mobilidade Scoo é a responsável pela nova operação.  As novas bicicletas contam com o refletor traseiro e frontal e cestinha para o
transporte de bolsas, mochilas e acessórios. O aluguel custa R$ 10 por hora.

Parque agora possui aplicativo para aluguel de bicicletas (Foto: divulgação)
Parque agora possui aplicativo para aluguel de bicicletas (Foto: divulgação)

Para utilizar o modal, é só baixar gratuitamente o aplicativo Scoo, realizar uma recarga ou pagar em dinheiro, desbloquear a bicicleta por meio de um QR Code e iniciar a corrida. No fim do trajeto, basta estacionar em um dos portões com as bases Scoo. O aplicativo está disponível na versão IOS e Android.

Segurança e atendimento médicos reforçados

Uma das primeiras ações da nova administradora do parque foi uma pintura reforçada da pista de ciclismo. Ela estava desgastada e sendo causa de muitos acidentes. Agora, os praticantes têm uma área muito bem delimitada que não pode ser ultrapassada por eles e nem ocupada por caminhantes e corredores.

A administradora também inaugurou o “Centro de Controle Operacional”, que monitora os principais locais de risco do Parque, com dezenas de câmeras espalhadas. Esse sistema se comunica, em tempo real, com os vigilantes e socorristas, melhorando ainda mais o tempo de resposta aos eventos que necessitam de intervenções especializadas, sejam na segurança ou na emergência médica.

Todas essas áreas foram reforçadas. São realizadas a todo momento rondas de segurança em bicicletas e carros. Cinco postos de bombeiros estão espalhados em locais estratégicos, com maior fluxo de pessoas, permitindo que em caso de acidente o socorro seja imediato. Também foi instalado um ambulatório permanente e aos finais de semana uma ambulância UTI de plantão.

Museus

Museu de Arte Moderna é um dos clássicos do Parque (Foto: divulgação)

Velhos conhecidos dos frequentadores e apreciadores de exposições, os museus do Parque não sofreram nenhuma mudança com a nova administração, pois operam de forma independente. As programações e abertura, entretanto, sofreram algumas alterações por conta da Pandemia. Elas podem ser consultadas diretamente com os espaços.  São eles: Museu Afro Brasil, Pavilhão das Culturas Brasileiras, Museu de Arte Moderna (MAM), Bienal e Museu de Arte Contemporânea.

Além deles, o Auditório Ibirapuera e a famosa Oca também costumam receber eventos e exposições durante o ano.

No futuro
Para 2021, ainda estão previstas no Parque feiras sazonais ligadas à alimentação saudável, sustentável e de qualidade. A reabertura do Planetário também deve acontecer em meados do ano. Vale ressaltar que o Parque, seus restaurantes e quiosques seguem todas as normas de segurança sugeridas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Distanciamento e uso obrigatório de máscaras são obrigatórios. Em todo Ibirapuera é possível ter acesso a álcool gel para higiene das mãos e os horários de funcionamento dos restaurantes e quiosques podem ser conferidos no Instagram do parque.

 

Parque é lugar de refúgio para os paulistanos e turistas (Foto: reprodução Instagram)