por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Punta del Este se renova na pandemia e começa a atrair turistas também no inverno

    Conhecida por ser um destino de Réveillon e dos dias mais quentes de janeiro, Punta del Este e região têm se tornado também uma interessante alternativa de viagem durante o inverno

    A região de Punta del Este está atraindo turistas durante todos os meses do ano
    A região de Punta del Este está atraindo turistas durante todos os meses do ano Giuliana Nogueira

    Giuliana Nogueiracolaboração para o Viagem & Gastronomia

    Ouvir notícia

    A famosa Punta del Este está situada numa região litorânea do Uruguai que compreende ainda Punta Ballena, La Barra, Manantiales, La Juanita, Jose Ignacio, entre outros pequenos povoados.

    Durante a maior parte da sua história, ficou conhecida como um destino de veraneio. Tanto, que na baixa temporada, entre julho e setembro, a maioria dos estabelecimentos comerciais fechavam e só sobravam os cassinos, as praias desertas e muito frio.

    Mas esse cenário se transformou com a pandemia da Covid-19. Cerca de 20 mil novos residentes mudaram para a região, especialmente argentinos, europeus e brasileiros, todos em busca de qualidade de vida. Com esses novos moradores, atrações foram surgindo e estabelecimentos que antes abriam três ou quatro meses no ano, agora funcionam por cerca de 11 meses

    A região de Punta del Este se transformou, portanto, em uma boa opção de destino também nas férias de julho. A seguir, uma seleção de restaurantes, vinícolas e hospedagens para quem quer visitar Punta no inverno, considerada a estação mais econômica do ano.

    Restaurante Leonardo Etxea

    A taberna basca do simpático Leonardo Etxea fica em Punta del Este e é daqueles lugares frequentados por moradores locais que buscam uma cozinha com peixes frescos da região, como a deliciosa brótola e a corvina-negra, os frutos do mar e também a paella.

    Algumas opções do extenso menu são imperdíveis, como o polvo, os pimientos del piquillo recheados com siri ou as tenras lulas. A carta de vinhos é outro espetáculo à parte. Leo é um aficionado pelo assunto, com rótulos de praticamente todas as vinícolas do Uruguai. Não deixe de consultá-lo e de pedir uma boa dica para acompanhar sua refeição.

    Cafetería & Restaurante El Tesoro 

    Crabcake de siri do El Tesoro / Divulgação

    Essa casa aconchegante e iluminada em La Barra aposta em uma cozinha com ingredientes sazonais, portanto é possível comer quase de tudo ali, mas com a vantagem de tudo ser muito bem-feito. Café bem cuidado, bolos e pães, sanduíches e pratos como o tiradito de pesca local com ají amarelo e maracujá, crabcake de siri da Laguna de Rocha com salada e, para os dias mais frios, a bondiola de porco langaitu braseada em salsa de ostras, purê de batatas com wasabi e kimchi.

    Estero Vinería 

    Para quem quer se concentrar nos vinhos, mas já percorreu todas as vinícolas locais, uma opção é o winebar Estero Vinería, em La Barra, aberto o ano todo – fecha apenas às terças. A carta de vinhos pode ser acompanhada de tábuas de queijos, frios, empanadas e petiscos. Agora no inverno também oferecem uma opção de caldo.

    Borneo Coffee 

    Borneo Coffee / Giuliana Nogueira

    O impecável Borneo estaria lotado e concorrido se estivesse em São Paulo – não que em La Barra não tenha seus dias com fila na porta. A cafeteria, que durante anos funcionava de forma sazonal, agora fica aberta o ano inteiro, de quarta a segunda, das 9h às 19h. Perfeita para nos dias frios se aquecer com um chocolate quente, bolos, tortas ou um gostoso alfajor de amendoim, tudo feito na casa. Para os mais famintos, sanduíches muito bem servidos também aparecem no menu.

    El Popu 

    Destino vegano em La Barra é o Popu/ Giuliana Nogueira

    Os veganos e vegetarianos também tem seu lugar neste guia. Neste espaço, colaborativo em La Barra, além de pratos que variam semanalmente, funciona também como cafeteria, bar e espaço para aulas de ioga. Aberto diariamente a partir das 9 da manhã, parece que sempre há algo acontecendo por ali. A casa ampla e iluminada também é atrativa para quem precisa de um lugar confortável para trabalhar.

    El Abrazo Restaurante e Hospedagem em Mananciales 

    O restaurante El Abrazo estará fechado em julho deste ano para uma pequena reforma na cozinha, mas retorna no final de agosto merecendo um lugar no roteiro. Aberto para um lindo jardim, é o lugar perfeito tanto para um jantar quanto para um almoço de domingo ensolarado. Dos chefs Federico Gaspari e Lucía Sosa Días, o restaurante hoje tem à frente da sua cozinha Luciana da Silva Lopes, que foi chef do restaurante Jacarandá em São Paulo, em 2016.

    El Abrazo / Giuliana Nogueira

    Sua cozinha é intensa e rica em sabores, com ingredientes locais. O último menu trouxe pérolas como bolinhos de siri, lulas grelhadas, sopa thai do mar, couve-flor gratinada com amendoim e, para os carnívoros, o cordeiro com berinjela não pode faltar. As sobremesas não ficam atrás.  Preparem-se para um banquete.

    Agora El Abrazo oferece também hospedagem / divulgação

    A novidade do El Abrazo fica por conta da bela hospedagem recém-construída. Os dois charmosos bangalôs foram construídos em Manantiales, atrás do restaurante e também próximo da praia, com muito conforto e com tudo necessário para passar alguns dias tranquilos numa das melhores localizações da região, entre Punta del Este e José Ignacio, com fácil acesso a restaurantes e cafés.

    Wanderlust, hospedagem em José Ignacio 

    Com preços muito atrativos na baixa estação, o Wanderlust é o que poderíamos chamar de um albergue 5 estrelas. Tem quartos compartilhados com banheiros externos, além de suítes privativas para duas pessoas ou para a família, todos de muito bom gosto.

    A área comum estimula a convivência dos hóspedes e é frequente encontrar cozinheiros e parte da equipe de restaurantes passando uma curta temporada de trabalho nos empreendimentos locais.

    Aliás, nessa época do ano é quando os moradores da região se reúnem para festas nos dias mais tranquilos, geralmente de segunda a quinta. Então, vale sempre procurar manter-se informado sobre a programação ao chegar no povoado.

    Bodega Oceánica José Ignacio 

    Com poucos anos desde a inauguração, a pequena mas altamente tecnológica Bodega Oceánica José Ignacio, que começou como um projeto de produção de azeites, alcançou a mesma excelência em vinhos. O lugar não é apenas lindo como também mantém um atendimento cuidadoso aos visitantes, que podem fazer uma degustação completa, incluindo os azeites, e aprender um pouco mais sobre a produção dessa iguaria tão amada.

    MACA – Fundacion Pablo Atchugarry 

    A fundação, também conhecida como Museo de Arte Contemporáneo Atchugarry, fica aberta de quarta a segunda, das 11h às 17h. Recém-inaugurado e com entrada franca, o MACA, situado em La Barra, é cercado por um lindíssimo parque de esculturas de variados artistas uruguaios e internacionais, além de um espaço dedicado ao escultor Pablo Atchugarry.

    O espaço é perfeito para uma caminhada e também para deseja passear ao ar livre com as crianças.

    MACA – Fundacion Pablo Atchugarry / Giuliana Nogueira

    Pueblo Edén

    Um pequeno e peculiar vilarejo, onde vivem aproximadamente 250 pessoas e é cercado pela natureza e por um estilo de vida simples e campestre, é uma das pérolas da região a cerca de 45km de Punta del Este.

    No segundo domingo de cada mês, o Mercado do Produtor apresenta uma rica oferta de produtos locais, produzidos pelos moradores.

    Vinhos, inclusive os de baixa intervenção da enóloga Fiorella Faggiani, cerveja artesanal, mel, azeite, orgânicos, roupas e artesanatos são comercializados em ritmo de festa.

    Para quem quiser se aventurar nos restaurantes locais, o La Posta de Vaimaca, em Pueblo Éden é o mais famoso deles. Um lugar simples, representante da cozinha campestre, que serve apenas quatro pratos, entre eles um cordeiro ao vinho assado no forno de barro. O La Posta funciona de terça a domingo, sempre no almoço e com reserva prévia pelo telefone.

    Viña Éden 

    Viña Edén / Giuliana Nogueira

    E quem vai ao Pueblo Edén com certeza não fica sem vinho, pois ali perto também está a impressionante Viña Edén, onde se pode tanto almoçar com uma bela vista, como somente fazer a degustação de seus excelentes vinhos. Esta é uma das únicas bodegas na qual se pode comprar o vinho e retirar no Brasil sem ter de carregar as garrafas.

    Bodega Cerro del Toro

    Bodega Cerro del Toro / Giuliana Nogueira

    Imagine uma vinícola com vista para o mar, a apenas de 2km em linha reta das praias de Piriápolis. Do outro lado, do alto do cerro que dá origem ao nome e onde está localizada, é possível avistar os vinhedos e o vale.

    Projeto de uma família japonesa há mais de 50 anos no Uruguai, a área de vinificação ainda não está pronta, mas a bem cuidada degustação já acontece e pode, inclusive, acompanhar pizzas ou uma bem servida tábua de frios. Os vinhos dali já arrebataram destaques em premiações com a Descorchados. Se for no fim do dia, ainda corre o risco de ganhar de bônus um belíssimo pôr do sol.

    Giuliana Nogueira / Giuliana Nogueira

    Giuliana Nogueira 

    Giuliana Nogueira é brasileira, psicóloga, fotógrafa e assessora de comunicação. Não é enóloga nem sommelierè. Mas é enófila, apaixonada especialmente por vinhos uruguaios e pelo Uruguai. Mantém o Instragram @Instatannat, falando mais de vinhos uruguaios que os próprios uruguaios. Sempre que pode viaja até a terra dos nossos vizinhos, que sabem receber muito bem.


    Mais Recentes da CNN