por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Onde comer estrogonofe em São Paulo, prato queridinho dos brasileiros

    De origem russa, receita viajou o mundo e conquistou o paladar nacional. Na coluna desta semana, Fred Sabbag remonta os primórdios da iguaria e indica 7 casas na capital paulista onde o prato é caprichado

    Estrogonofe de carne do Freddy, restaurante de cozinha clássica francesa no Itaim Bibi
    Estrogonofe de carne do Freddy, restaurante de cozinha clássica francesa no Itaim Bibi Divulgação

    Fred Sabbagcolaboração para o Viagem & Gastronomia

    São Paulo

    Ouvir notícia

    Com diferentes jeitos de escrita, há um prato que marcou minha infância: o strogonoff, stroganov, estrogonofe ou бефстроганов (no alfabeto cirílico). O prato, que em casa falávamos ser a especialidade da minha mãe, foi protagonista de inúmeros aniversários e confraternizações de minha família.

    Fica aqui uma homenagem: o estrogonofe da minha mãe é ótimo e foi com ela que aprendi a preparar o meu (com algumas pequenas variações).

    Sua origem remonta à Rússia do século 19 e, dentre diversas versões encontradas, ao que consta, seu nome deriva da poderosa família Stroganov, que tinha entre seus empregados um chef francês que teria criado a receita.

    Há, inclusive, uma versão (para mim, lógica), em que o chef teria acrescentado smetana (creme azedo) ao clássico fricassê de carne para torná-lo mais adequado ao gosto da família e, assim, facilitar a mastigação das tiras de carne.

    Se na Rússia a iguaria é servida com purê de batatas e salada de repolho, em suas viagens pelo mundo o prato foi ganhando adaptações. Dizem que foi a França a responsável pelo acréscimo de cogumelos e que nos Estados Unidos surgiram as batatas fritas.

    Mas e no Brasil? Desconheço lugares que não servem o estrogonofe com arroz e batata-palha (ambos de diversos estilos).

    De prato de palácio russo a uma refeição do cotidiano, em São Paulo encontram-se diversos lugares que preparam com esmero esse que é um dos meus pratos preferidos da vida.

    A seguir, indico 7 restaurantes pela capital paulista que preparam versões caprichadas do clássico estrogonofe:

    ICI Brasserie

    Estrogonofe do ICI Brasserie, servido com arroz e batata-palha por cima da carne / Bruno Geraldi

    Inspirado nas cervejarias parisienses do século 19, que serviam refeições rápidas, o ICI Brasserie é, ouso dizer, um dos restaurantes mais queridos e variados da cidade, com três unidades espalhadas pela capital paulista.

    Entre as diversas opções do cardápio, como os clássicos boeuf bourguignon e o arroz de pato, destaco o delicioso strogonoff de carne (R$ 73).

    ICI Brasserie (@icibrasserie): Rua Bela Cintra, 2203, Jardim Paulista, São Paulo-SP / Tel.: (11) 2883-5063 / Horário de funcionamento: segunda a quinta-feira das 12h às 16h30 e das 18h às 22h; sexta das 12h às 15h30 e das 18h às 23h; sábado das 12h às 23h; domingo das 12h às 22h e feriados das 12h às 23h. Outras unidades no Shopping JK Iguatemi e no Shopping Villa Lobos; consulte site.

    Pizzaria Camelo

    Pizzaria Camelo serve estrogonofe de carne, frango ou camarão no jantar / Divulgação

    O que uma pizzaria está fazendo neste texto? Poucos sabem, mas um dos estrogonofes mais gostosos da cidade – para o meu gosto, óbvio – é feito pela Pizzaria Camelo.

    Estabelecimento que atua na capital desde o fim dos anos 1950, a casa serve, entre uma redonda e outra, estrogonofe no jantar nas versões de carne (R$ 113,40), frango (R$ 108) e camarão (R$ 134,40), todos acompanhados de arroz branco e batata-palha.

    Pizzaria Camelo (@pizzariacamelo): Rua Pamplona, 1873, Jardim Paulista, São Paulo-SP / Tel.: (11) 3887-0702 / Horário de funcionamento: domingo a quinta-feira das 18h à 0h; sexta e sábado das 18h à 1h. Há outros seis endereços pela capital paulista; consulte site.

    Restaurante Freddy

    Estrogonofe não está no menu do Freddy, mas pode ser pedido diretamente ao garçom / Divulgação

    Mais um clássico na cidade, o Restaurante Freddy nasceu como símbolo da cozinha clássica francesa há quase 90 anos. A casa do Itaim Bibi serve clássicos desta gastronomia, entre escargots, vieiras, mexilhões e fatias de foie gras, mas também faz com maestria a iguaria russa.

    A curiosidade é que, por lá, o estrogonofe não está no cardápio, mas pode ser pedido direto ao garçom. O prato vem nas versões de carne (R$ 180), pato (R$ 229) e camarão (R$ 329).

    Restaurante Freddy (@restaurantefreddy): Rua Pedroso Alvarenga, 1170, Itaim Bibi, São Paulo-SP / Tel.:(11) 3167-0977 / Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira das 12h às 15h e das 19h à 0h; sábado das 12h às 17h e das 19h à 0h e domingo das 12h às 18h. 

    The Strogonoff

    Estrogonofes do The Strogonoff seguem receita familiar / Fernando Mojo

    Inspirado em uma receita da família fundadora do negócio, que desde então utiliza panela de ferro nos preparos, o The Strogonoff funciona sob sistema de encomenda e delivery. O negócio tem como diferencial o arroz de aletria, que dá um toque árabe na receita.

    É possível pedir o prato nas versões de frango (R$ 49), vegetariano (R$ 53), de mignon (R$ 68) e de camarão (R$ 89). As embalagens chegam em casa superseladas a 200ºC e podem ir direto para o forno, micro-ondas e freezer.

    The Strogonoff (@thestrogonoff). Pedidos todos os dias das 10h às 21h pelo pelo WhatsApp: (11) 97208-2994 ou pelo site

    Nof

    Nof possibilita que cliente personalize o próprio estrogonofe / Divulgação

    A ideia de abrir um negócio especializado em estrogonofe surgiu durante uma temporada da publicitária Judith Rosset em Barcelona. Iniciado exclusivamente no delivery, a empreitada cresceu e recentemente foi aberta uma loja física em Pinheiros.

    O diferencial é que o Nof possui opções de camarão (R$ 80), carne (R$ 58), porco (R$ 52), vegano (R$ 48) e frango (R$ 46) e diversas opções de arrozes e palhas para acompanhar, em que o cliente personaliza o próprio prato.

    Nof – O Estrogonofe de Montar (@nof_estrogonofe): Rua Vupabussu, 73, Pinheiros, São Paulo- SP / Pedidos via WhatsApp, iFood e Rappi / Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira das 11h às 16h e das 17h às 22h; sábado das 11h30 às 22h e domingo das 11h30 às 17h. 

    Stroganov

    Stroganov promete receita “do jeito russo”, sem adição de ketchup ou creme de leite / Divulgação

    Funcionando apenas no delivery, o Stroganov prepara a receita de estrogonofe “do jeito russo, sem ketchup ou creme de leite”, como a própria marca enfatiza nas redes sociais.

    É possível pedir o prato nas versões de frango (R$ 45), vegetariano (R$ 58) ou carne (R$ 58), este último feito com bife angus.

    Stroganov (@stroganovoriginal). Pedidos via iFood, Rappi e Delivery Direto / Horários de funcionamento: segunda a sábado das 10h30 às 22h30 e domingo das 10h30 às 21h30. 

    Tatini Restaurante

    O Tatini é um restaurante clássico na cidade, notadamente pelo serviço de salão irretocável e pelas receitas que envolvem massas italianas.

    Sobre o estrogonofe de filé mignon com arroz (R$ 132), o passo a passo de sua preparação é feita geralmente pelo mâitre na frente dos clientes, diferenciando-se pela experiência.

    Tatini Restaurante (@tatinirestaurante_oficial): Rua Batataes, 558, Jardim Paulista, São Paulo-SP / Tel.: (11) 3885-7601 / Horário de funcionamento: terça-feira a domingo das 12h às 15h e das 19h às 22h. 

    Sobre Fred Sabbag

    Fred Sabbag
    O advogado e entusiasta gastronômico Fred Sabbag, que conta com milhares de seguidores no Instagram / Acervo pessoal

    Fred Sabbag é advogado por profissão, mas, no tempo livre, nada de processos ou trâmites judiciais: uma de suas maiores paixões é frequentar bares e restaurantes. O hábito rendeu-lhe inúmeros seguidores no Instagram (@fredsabbag) e o tornou num personagem importante da gastronomia em São Paulo.


    Mais Recentes da CNN