por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Os melhores brechós do mundo by DJs Lily Scott e Nicoles Abe

    Ouvir notícia

    Quem frequenta a noite paulistana certamente já ficou hipnotizado pelos looks pra lá de peculiares e inspiradores dos DJs Lily Scott e Nicoles Abe, duo que anima as pistas de dança com uma mistura de house music e remixes de hits pop. Para quem sempre se pergunta de onde sai tanta imaginação na hora de compor o figurino, a dupla entrega uma lista de brechós ao redor do mundo onde garimpam peças para brilharem nas pick-ups.

    Juan Perez , em Buenos Aires

    “Amamos o estilo dos porteños e tem um brechó, em específico, que sempre confiro quando vou pra lá, parada obrigatória. O Juan Perez tem desde roupas mais simples e um bandejão do garimpo no segundo andar da loja (haja tempo e paciência, mas se houver, tenha a certeza que você sairá com peças incríveis de lá e beeem em conta) quanto roupas e bolsas da Louis Vuitton, Jimmy Choo e muitas montações no primeiro andar. Vale a ida, com toda a certeza!”

    Beacon’s Closet, em Nova York

    “Quem curte um brechó e coloca o programa no itinerário de cada viagem, sabe que NYC tem um que não pode deixar de visitar, the one and only Beacon’s Closet. São quatro unidades, sendo três delas no Brooklyn. Tem uma infinidade de roupas, sapatos, bolsas e acessórios (com etiqueta e sem). Só tiro atrás de tiro.”

    What Goes Around Comes Around, em Nova York 

    “Se você está com um dinheirinho extra pra gastar e é chegada em marcas como Chanel, Céline, Balenciaga etc, vá a esse brechó no Soho. Os valores são bem mais em conta do que os praticados nas lojas e a maioria dos itens estão em perfeito estado. O foco dessa secondhand está em bolsas, relógios, cintos e acessórios de modo geral. Tem também algumas peças de roupas femininas, mas o forte está nas belíssimas bolsas, sem dúvidas.”

    Narnia, em Nova York

    “Todo o amor pelo Brooklyn, né, não? Esse brechó está localizado em Williamsburg e, assim como o bairro, tem uma atmosfera simples e leve. A música do espaço tem curadoria impecável, bem como as peças vendidas. Só precisa ter maturidade emocional (e financeira) pra não deixar o cartão de crédito por lá, pois é possível encontrar peças da YSL e Chloé pelo valor de 100 dólares. Eles têm muitas peças sem grife, mas tudo impecável e de muito bom gosto!”

    Jumbo Second Hand, em Berlim

    “Se você é fã de roupas vintage, tá aqui uma parada obrigatória em Berlim. O foco desse brechó está nos sapatos (botas, sandálias, tênis, todos os tipos de calçados). Um mais mara que o outro. Tem muita montação anos 80 e 90, vestidos bufantes, paetês, luvas, chapéus e acessórios. Só aceita dinheiro, mas vale cada centavinho gasto (valores super justos e acessíveis). Vá preparado pra encontrar o que normalmente espera-se de um brechó: araras desorganizadas, coisas empilhadas e muita, muita informação. Se tiver meia hora no espaço, tenha a certeza que não sairá de mãos vazias.”

    Laura Dols, em Amsterdã

    “Esse brechó é uma perdição absoluta para quem gosta de se montar. É possível encontrar peças dos anos 20, 30, fascinators, clutches de pedraria, fantasias e peças maravilhosas em paetê, tudo em perfeito estado e muito bem organizado, como manda o protocolo holandês. São dois andares e meio (tem um andar intermediário) de puro close. Vá com ao menos uma hora reservada na agenda, pois tem muitas peças e a seleção deles é impecável. Tem coisas para homens e mulheres. Como a Laura Dols está na vizinhança da Negen Straatjes (nove ruazinhas cheias de ateliês, brechós, galerias, cafés, etc), é uma boa pedida para ficar pela região e descobrir outras lojas e secondhand stores.”

    Marbles Vintage, em Amsterdã

    “Dois andares de pura felicidade, minha gente! Muitos casacos, jeans de todos os tipos, camisetas maravilhosas, botas, bolsas, jaquetas militares e coisas brilhantes. Algumas marcas como Armani, Chanel e Gucci podem ser garimpadas por ali. Tudo (tudo!) vintage real oficial. Logo ao lado tem um café maravilhoso e a vizinhança é uma graça, repleta de lojas interessantes. Dois coelhos de uma vez! 😉 Vá!”

    Episode, em Amsterdã

    “Essa é uma franquia, então tem outros endereços em alguns pontos da cidade. Aquele bom e velho brechózão em que você garimpa desde uma luva comprida de lurex, uniforme da marinha holandesa dos anos 70 até uma bota Doctor Marteens por 30 euros, sabe? Tem-de-um-tudo, mas é preciso ter paciência para o garimpo.”

    Se você quer conferir de perto toda a montação de Lily Scott e Nicolas Abe, eles se apresentam na Festa Castro, que rola dia 30 de maio em São Paulo.

    Fotos: divulgação 

    Mais Recentes da CNN