por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Conheça 5 bons restaurantes que se destacam também na coquetelaria

Casas saem da mesmice na carta de bebidas e oferecem experiências completas na coquetelaria. Nosso colunista Fred Sabbag indica àquelas que entregam o combinado perfeito: comidas e drinques executados com primor

Conheça restaurantes que buscam oferecer experiências casadas de drinques perfeitos com boa gastronomia
Conheça restaurantes que buscam oferecer experiências casadas de drinques perfeitos com boa gastronomia Rubens Kato

Fred Sabbagdo Viagem & Gastronomia

São Paulo

Ouvir notícia

De alguns anos para cá, a coquetelaria brasileira vem ganhando destaque e inúmeros profissionais que se dedicam a essa profissão mereceriam uma menção honrosa nesta coluna.

Desde a preocupação com itens básicos (o gelo, por exemplo) à execução perfeita de coquetéis clássicos, além da criação de diversos drinques autorais, esses mestres da barra levaram o público brasileiro a se interessar mais por essa arte.

O interesse vem levando diversos bares e restaurantes a preocupar-se com a coquetelaria a ponto de levá-la ao mesmo nível da comida. Por isso mesmo é que tem sido cada vez mais comum a figura do chef de bar mesmo em restaurantes.

A ideia não é só pensar na harmonização em si, algo que é mais difícil quando a refeição é composta por vários coquetéis de diversos estilos e diversas entradas e pratos, mas sim indicar lugares onde, seja para comer ou beber, a experiência surpreenda.

Pensando nisso, indico os cinco lugares que garantirão aos leitores boas garfadas e goladas.

Tan Tan Noodle Bar

Tan Tan Noodle Bar: pratos orientais acompanhados de drinques premiados / Tati Frison/Divulgação

Fundado em 2015 por Thiago Bañares, o Tan Tan Noodle Bar se preocupa desde o primeiro dia em servir, além da ótima comida, drinques com a mesma alta qualidade (de autoria de Alex Mesquita). Isso lhe rendeu, inclusive, figurar em premiações como The World’s 50 Best Bars, 50 Best Discovery e 14th Tales of the Cocktail Foundation Spirited Awards.

Recomenda-se provar o Tantangerina Sour, que leva gim, cordial de tangerina, Luxardo e Bulleit, finalizado com bitter de laranja, além do Yuzu Martini, uma releitura do clássico dry martini que combina gim, sake e yuzu.

Para fazer par com os coquetéis, Spring Rolls Royce, que são rolinhos de harumaki fritos, recheados de tartar de atum, gergelim, maionese tipo kewpie feita na casa e pó de nori, além do Wonton Ramen, ícone da mistura das cozinhas japonesa e chinesa, feito com caldo de frango temperado com tarê de sal marinho, wontons de camarão e porco, chashu de peito de frango, ovo ajitama, cebola roxa, futonegui (cebolinha) e mitsuba (salsinha japonesa), além de ramen.

Rua Fradique Coutinho, 153, Pinheiros, São Paulo-SP / Horário de funcionamento: terça a domingo, das 19h às 23h30. Não abre às segundas-feiras. 

Gran Bar Bernacca

Gran Bar Bernacca abriu no final de 2021 e traz a gastronomia já reconhecida do Bottega Bernacca com drinques autorais e clássicos / Rubens Kato/Divulgação

Aberto no final de 2021 pela imparável dupla Davide Bernacca e Gerard Barberan, o Gran Bar Bernacca é um bar descontraído que mantém, nos pratos e coquetéis (de autoria da dupla Fabio La Pietra e Thata Kimura), a mesma qualidade do já conhecido Bottega Bernacca. O bar é inspirado no Gran Café de Surgimento, estabelecimento da bisavó do sócio Davide Bernacca, em Carrara.

O cardápio contém uma seleção de embutidos italianos e queijos brasileiros de pequenos produtores, além de berinjela à parmegiana, sanduíche de ossobuco, e burro & acciughe (pão, manteiga e anchovas), entre outras delícias. Dentre os coquetéis, o curioso Watermelon Negroni é uma versão menos amarga do clássico drinque, infusionado a frio com melancia e aperitivo rosato, assim como o Pa Pa L’Americano, a versão do clássico americano com vermouth bianco, aperitivo rosado, campari e soda caseira de maracujá.

Rua Amauri, 244, Itaim Bibi, São Paulo-SP / Horário de funcionamento: terça-feira e quarta-feira, das 19h às 24h e de quinta-feira a sábado, das 19h às 02h.

Rosso Cucina

Rosso Cucina acaba de abrir as portas, em Pinheiros / Divulgação

O recém-inaugurado Rosso Cucina é mais uma empreitada de Mario Rosso, conhecido por sua Osteria del Rosso no Tatuapé. O novo restaurante, em Pinheiros, possui clássicos da cozinha italiana e um bar com clássicos da coquetelaria.

No cardápio, a burrata, o vitelo tonato e a tábua de queijos e embutidos são acompanhados de pão assado na hora, além de gostosas pizzas napolitanas em massa de longa fermentação e massas clássicas como Carbonara e Cacio e Pepe. Para beber, coquetéis como o onipresente Negroni (também na versão sbagliato) e Cardinale são uma boa pedida.

Rua Simão Álvares, 31, Pinheiros, São Paulo-SP / Horário de funcionamento: terça-feira a quinta-feira, das 17h às 23h, às sextas-feiras das 11h30 às 15h e das 18h às 23h30, aos sábados e domingos das 12h às 16h e das 18h às 23h.

Imma Restaurante

Imma Restaurante tem a frente dos coquetéis Rodolfo Bob, barman renomado do país / Luna Garcia/Divulgação

Outro recém-aberto, o Imma Restaurante é mais um lugar que se preocupa em servir comida e coquetéis em qualidade idênticas. Tem à frente Marcelo Giachini (formado com sucesso na Le Cordon Bleu em Paris) e um menu despretensioso que valoriza o produto.

No cardápio, os destaques ficam com o cordeiro que chega desmanchando à mesa, a costela cozida por muitas horas e que é servida com mil folhas de batata, porco com crosta crocante e arroz de pato. Dentre os bons coquetéis, que ficam a cargo de Rodolfo Bob, há o Bamboo (jerez, vermute e bitters aromáticos), Adonis Cubano (rum anejo, Jerez, vermute e bitters aromáticos) e Teresa (campari, creme de cassis dijon, limão e perfume de marrasquino).

Rua Emanuel Kant, 58, Jardim Europa, São Paulo-SP / Horário de funcionamento: terça-feira a sábado, das 12h às 16h e das 19h às 23h, e aos domingos das 12h às 16h.

Caos Brasilis

No Caos Brasilis os drinques têm os biomas do país como inspiração / Jr Bronco/DIvulgação

O Caos Brasilis, inaugurado em 2021, tem à frente Bruno Hoffmann e oferece uma proposta que reflete um novo olhar sobre a cozinha regional brasileira, uma carta de vinhos inteiramente nacional e coquetéis (de Thiago Lopes e Yvison Savickas) que tem os biomas do país como inspiração.

O coquetel Amazônia leva tiquira, purê de cajá e cupuaçu, cordial de manipueira, bitter de puxuri e toque de cumaru, enquanto o Pau-Brasil é composto por cachaça, água gaseificada de pitanga, shrub picante de jabuticaba, licor artesanal de flores brasileiras e bitter de poejo.

Para comer, é imperdível o Tacacá Burger, que leva hambúrguer de porco e camarão no pão de mandioquinha, molho tártaro à base de tucupi e jambu, além da Galinhada, composta por arroz caldoso, roullade de frango, ovo mollet, kimchi de quiabo e picles de pimenta de cheiro e biquinho.

Rua Medeiros de Albuquerque, 270, Vila Madalena, São Paulo-SP / Horário de funcionamento: terça-feira a sexta-feira, das 19h às 22h30, e aos sábados das 12h30 às 16h e das 19h às 23h.


Mais Recentes da CNN