Refúgios no Rio de Janeiro para escapar do meio urbano

Na Serra Fluminense ou na própria capital, hotéis estão preparados para receber visitantes ávidos por desconexão e contato com a natureza

Piscina do Villa Paranaguá, hotel em Santa Teresa (RJ
Piscina do Villa Paranaguá, hotel em um casarão tombado em plena Santa Teresa, bairro no topo de um morro charmoso na capital fluminense (Foto: divulgação)

Fugir para um ambiente aconchegante e se desconectar um pouco tem sido uma prática cada vez mais comum entre os brasileiros. A população tem buscado, portanto, destinos acessíveis de carro e perto de casa, como mostra pesquisa do site Booking.com, feita com 20 mil viajantes. Segundo o estudo, mais da metade (55%) quer conhecer um novo destino na região onde mora, e 59% pretendem ir para um destino de natureza próximo. Para os cariocas e fluminenses, não faltam opções que aliam esses critérios: distância curta e imersão na Mata Atlântica.

No Rio, Santa Teresa tem se firmado como um dos bairros cariocas com mais opções de hotéis que oferecem um verdadeiro refúgio em meio ao ambiente urbano da cidade. No alto das montanhas que compõem o cenário do Rio e com vistas deslumbrantes para os cartões postais mais icônicos da cidade, hospedagens em antigas mansões históricas oferecem experiência, conforto e serviços únicos em meio à mata atlântica.

Quem quiser ir além, também encontrará essas opções em cidades vizinhas à capital fluminense, em trajetos de até 1h30. Na Serra dos Órgãos, Petrópolis e Teresópolis também há hotéis que aliam vivência com suas belas paisagens e, de quebra, um clima mais ameno. Confira cinco locais para se refugiar, dentro e fora do Rio:

Leia mais
Resort office: para trabalhar com conforto em ambientes de viagem
Viagens de carro: 8 cidades na região serrana do Rio de Janeiro
Viagens de carro: 5 cidades próximas de São Paulo para um bate e volta

  • Vila Santa Teresa

Vista da piscina do Hotel Vila Santa Teresa (Foto: divulgação)
Piscina do Hotel Vila Santa Teresa, em meio à Mata Atlântica e com vista para o Pão de Açúcar e a Baía de Guanabara (Foto: divulgação)

A localização deste hotel é de cair o queixo. Em meio à mata atlântica, a vista privilegiada para o Pão de Açúcar e a Baía de Guanabara é um verdadeiro cartão postal. Alia-se ao visual o charme dos ateliês, casarios antigos e ruelas de Santa Teresa, no alto das montanhas que tecem o bairro histórico. A mansão que se transformou em hospedagem pertence à mesma família há quatro gerações e foi remodelada para que os hóspedes se sintam como se estivessem visitando amigos. Inclusive, é possível alugar o espaço completo.

O Vila Santa Teresa conta com três restaurantes. O Beatriz oferece menus de três pratos com releituras de receitas clássicas brasileiras e uma carta de vinho repleta, com rótulos franceses, italianos, portugueses, entre outros. Para entrar no clima boêmio da cidade, o Bar Alfredo oferece opções em uma atmosfera que mistura descontração com história: ele está na antiga biblioteca da casa, que manteve em sua decoração design e mobília originais, inclusive madeiras, tecidos e livros.

E as experiências sensoriais não param por aí. O spa assinado por Renata de Abreu tem terapias Ayurvedica e chinesa, tratamentos estéticos e holístico. Ao ar livre, sessões de yoga, Pilates e meditação no jardim oferecem atividades que promovem um verdadeiro refúgio no meio do ambiente urbano.
Rua Alm. Alexandrino, 2305 – Santa Teresa. Tel: (21) 2051-1905 / (21) 2051-1904

  • Villa Paranaguá

Suíte Master do Villa Paranaguá
Detalhes da suíte master do Villa Paranaguá; casarão tombado fica em Santa Teresa e é rodeado por lindas vistas (Foto: divulgação)

Também em Santa Teresa, a mansão que hoje é a Villa Paranaguá data do século XX, é tombado pelo Iphan e foi inteiramente reformada, unindo a história do bairro com o design moderno brasileiro. No terreno de 3 mil metros quadrados, a piscina, rodeada por jardins com flora nativa e vista para o que há de mais belo na cidade, é a principal atração. Apesar de todo o espaço, o local conta com apenas 10 quartos e amplas áreas comuns, o que permite um atendimento ainda mais personalizado aos hóspedes.

A decoração das áreas internas é uma das mais exclusivas e reúne ícones do design dos anos 1960, como o brasileiro Sergio Rodrigues, o francês Le Corbusier e o americano Warren Platner. Nos banheiros dos quartos, as torneiras são assinadas por Philippe Starck para a alemã HansGrohe. O piso de madeira original – que não pode ser aproveitado – se transformou em matéria-prima para bancadas, tampos de mesas, o balcão do bar e móveis.

O hotel ainda conta com um spa, com sauna e cardápio de massagens. A cozinha do bar tem inspiração na culinária mediterrânea, com toques brasileiros. Além disso, parte dos ingredientes utilizados são cultivados ali mesmo.
Rua Visconde de Paranaguá, 71 – Santa Teresa. Tel: (21) 3596-7020

  • Rosa dos Ventos, em Teresópolis

Todas as 18 suítes do Rosa dos Ventos, incrustado no verde da Serra dos Órgãos, tem vista panorâmica para as montanhas da região. A construção alpina oferece, é claro, outras experiências além das belas paisagens. No seu restaurante Zermatt, são servidos especialidades brasileiras misturadas com a tradição “campagnard” francesa.

Outra opção é o pequeno e aconchegante Stube, um cantinho aquecido, todo de madeira, onde tradicionalmente famílias se reuniam para suas refeições. Nele são servidos fondues “bourguignon” e “chinoise” de carne e o “savoyard”de queijo e de chocolate. E para dar um verdadeiro giro pelos paladares de outros locais, o Bar Anglais possui móveis e decoração em estilo “country”, propiciando uma atmosfera mais intimista junto à lareira, ideal para um início e fim de noite.

Também parte do circuito Roteiro de Charme, a construção típica finlandesa tem sauna e sala de descanso aconchegante frente à lareira. Há ainda um spa com cardápio de massagens, além de drenagem linfática e outras terapias anti-stress
Estrada Teresópolis – Friburgo (RJ 130) Km 22,6. Tel: (21) 2644-9900/ (21) 2532-1197 

  • Tankamana, em Petrópolis

Varanda de um dos quartos da Pousada Tankamana
Deck de madeira que forma a varanda de um dos quartos aconchegantes da pousada Tankamana (Foto: reprodução/Instagram)

O clima de montanha está garantido no hotel Tankamana, que fica no Vale do Cuiabá, em Petrópolis. Os chalés espalhados pela área verde têm ofurôs com vista para a Mata Atlântica. A piscina de água natural oferece uma verdadeira imersão na atmosfera da região e alguns dos serviços oferecidos intensificam a experiência. Há também uma piscina aquecida ao ar livre, que permite que toda a vivência seja aproveitada até nos dias mais frios.

O local, que é parte do circuito Roteiros de Charme, ainda oferece atividades, como piquenique na montanha, trilhas pela propriedade e passeios para observação dos diversos tipos de aves que habitam a área. O menu do restaurante é assinado pelo chef Bertrand Martene e a consultora Claudia Mascarenhas. O cardápio privilegia os itens frescos da horta agroecológica da pousada e de pequenos produtores da região serrana do Rio. É possível apreciar os pratos tanto no próprio restaurante como em qualquer local da propriedade, incluindo os chalés e o jardim.

E dá para levar um pouquinho de toda a experiência para a casa: os hóspedes podem escolher os itens de horta agroecológica do local para levar para levar: no check-out, recebem a cesta completa.
Rua Aldo Gelli, s/n – Itaipava. Tel: (24) 2232-2900

  • Solar do Império

Casarão do Hotel Solar do Império
Casarão de 1875 que abriga o hotel Solar do Império (Foto: reprodução/Instagram)

Não há melhor lugar para se viver a história do Brasil como no hotel Solar do Império, que fica no centro histórico de Petrópolis, conhecida como Cidade Imperial. O edifício é atrativo por si só: construído em 1875 e tombado pelo Iphan, já recebeu convidados como Princesa Isabel e seu marido, o Conde D´Eu. Mas não é só ele a atração por ali: na Avenida Koeler, onde o prédio é localizado, fica pertinho a Casa de Santos Dumont e a Catedral São Pedro de Alcântara, uma das poucas estruturas neogóticas do Brasil.

O hotel é parte do circuito Roteiros de Charme. Lá dentro, as suítes, de pé direitos altos, como é clássico das construções da época, levam o nome de nomes emblemáticos da história imperial nacional, como Princesa Isabel e Dom Pedro II. A decoração dos quartos, com grande espelhos e móveis de madeira rústica, também remetem a outros tempos.

O restaurante Imperatriz Leopoldina, com assinatura do chef Bertrand Materne, tem criações únicas, como a Canja do Imperador, inspirada na preferência de D. Pedro II pela sopa de frango com legumes, o Bife à Milanesa com Salada de Batatas, homenagem aos imigrantes alemães que colonizaram a cidade, e o Bacalhau RePensado na Cama. O café da manhã é servido a qualquer hora do dia e um chá da tarde, às 17h, está disponível para hóspedes e visitantes.
Av. Koeler, 376 – Petrópolis. Tel: (24) 2103-3000