por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Quarentena de luxo: o resort em Wyoming que custa US$ 175 mil por semana

Suítes, refeições e a maior parte das atividades estão incluídas na diária, embora os hóspedes precisem gastar mais em determinados serviços, como o spa

Juliet Izon,

da CNN

Ouvir notícia
Brush Creek Luxury Ranch Collection.
A diária custa um mínimo de US$ 25 mil e, como a maioria dos grupos opta por ficar pelo menos sete noites, o custo acaba sendo cerca de US$ 175 mil
Foto: Divulgação

Wyoming, com uma densidade populacional de 15 pessoas por quilômetro quadrado, virou um dos destinos mais atraentes para férias no momento atual.

A temporada de férias de verão do Hemisfério Norte se aproxima e o distanciamento social continua em voga, aumentando a atração para o chamado “Cowboy State”, ou Estado dos Caubóis.

Aproveitando a onda, um resort em Wyoming está oferecendo o que poucos podem: sua própria fazenda particular, onde você pode viver a quarentena com o máximo de luxo.

A diária custa US$ 25 mil

O Magee Homestead, localizado na cênica e remota Saratoga, está oferecendo suas nove cabanas de luxo para aqueles poucos sortudos que podem pagar o preço alto: um mínimo de US$ 25 mil a diária para alugar toda a propriedade. Como a maioria dos grupos opta por ficar pelo menos sete noites, o custo (mínimo) é de US$ 175 mil.

Brush Creek Luxury Ranch Collection.
O Magee Homestead, em Wyoming, oferece o que poucos podem: uma fazenda inteira para os hóspedes, que podem viver a quarentena com o máximo de luxo
Foto: Cortesia Brush Creek Luxury Ranch Collection

Obviamente, as comodidades que os hóspedes recebem por esses dias de mudança são surpreendentemente abundantes. As suítes, refeições e a maior parte das atividades estão incluídas na diária, embora os hóspedes precisem gastar mais em determinados serviços, como tratamentos de spa.

Membro do conceituado grupo de hotéis Relais & Chateaux, o Magee é uma das fazendas mais elogiadas do país. A propriedade é formada por 12 mil hectares de pradarias, montanhas e rios, que funcionam como um playground para os hóspedes do resort.

Retiro de faroeste

As acomodações incluem nove cabanas históricas restauradas, pontilhadas ao longo de um caminho bem cuidado e ao redor de uma grande fogueira central. As maiores estruturas são como pequenas casas, com três quartos e uma cozinha completa. Todas, maiores e menores, são decoradas ao estilo do velho oeste americano, com vistas amplas para a natureza circundante.

Brush Creek Luxury Ranch Collection.
A propriedade tem nove cabanas historicamente restauradas de tamanho variável.
Foto: Cortesia Brush Creek Luxury Ranch Collection
Cavalgadas, passeios pela propriedade em um veículo Polaris Ranger 4×4 e até sessão de paintball cheia de adrenalina em um bosque no topo de uma colina estão entre as atividades de entretenimento.
Para baixar a adrenalina, os hóspedes podem relaxar no spa privativo no local, que possui uma piscina externa com cabanas e uma gruta coberta para mergulhos noturnos. Os serviços de spa são realizados em salas privadas ou na tenda externa da fazenda.
As opções mais populares incluem uma massagem com pedras de rio aquecidas e um tratamento no couro cabeludo criado para aliviar os sintomas de adaptação à altitude.
E, é claro, devido à pandemia de Covid-19, os profissionais de bem-estar usam luvas e camadas adicionais de proteção.

Pioneiro na pandemia

Curiosamente, o aluguel da propriedade inteira quase não foi viabilizado.
A maior parte do resort Brush Creek Ranch, o Magee, deveria ficar fechada durante toda a temporada 2020, com apenas a propriedade Lodge and Spa, mais voltada para a família, aberta aos hóspedes interessados.
Brush Creek Luxury Ranch Collection
Alugar toda a propriedade significa não ter que compartilhar a piscina externa com estranhos.
Foto: Cortesia Brush Creek Luxury Ranch Collection

A gerência do hotel originalmente achou que o Lodge era o mais provável de atrair hóspedes durante a pandemia (o Magee geralmente não aceita crianças como hóspedes), então planejou concentrar a equipe em apenas uma propriedade. Mas, então, “começamos a receber muitas perguntas sobre a possibilidade de alugar a propriedade inteira”, diz o dono do Magee Homestead, Jeremy Belnap.

“As famílias estavam interessadas em fugir; queriam viajar, sonhar e ver todos juntos novamente na época da quarentena. Por isso, achamos que fazia mais sentido abrir-se para o aluguel do resort inteiro”.

Apenas algumas semanas após o anúncio da disponibilidade, o Magee reservou quatro grupos (incluindo um que ficará por 14 dias) e “provavelmente teremos de oito a 10 semanas de operação no verão”, contou Belnap.

Considerando que a temporada regular de verão do resort ocorre somente entre 20 de junho e final de setembro, a propriedade conseguiu recuperar uma parte substancial de sua estação mais movimentada. Normalmente, as tarifas dos quartos começam em US$ 1.000 por pessoa, por noite, com um mínimo de dois hóspedes em cada quarto.

Personalizado e sob medida

Para Belnap e sua equipe, o aluguel do resort permite mais criatividade e flexibilidade do que a operação normal.

Brush Creek Luxury Ranch Collection.
Os hóspedes podem andar a cavalo no amplo espaço ou escolher outras atividades.
Foto: Cortesia Brush Creek Luxury Ranch Collection

Quase tudo pode ser adaptado aos desejos dos hóspedes, desde atividades em grupo até refeições personalizadas. “Vamos resolver todos os seus gostos e aversões”, costuma anunciar Belnap aos grupos na chegada. “Se eles quiserem fazer uma noite italiana ou mexicana, nós a criaremos. Podemos, de fato, nos adaptar aos desejos do grupo”.

A equipe pode organizar passeios, incluindo uma competição familiar no clube de tiro local e um dia exploração no alto das copas das árvores, no desafiante percurso de arvorismo.

Embora a propriedade possa ser tecnicamente alugada por apenas uma pessoa, as nove cabanas contêm um total de 12 quartos, com espaço para um grupo de até 27 pessoas.

Normalmente, o Magee funciona com 25 funcionários, dependendo do tamanho do grupo, o que significa que geralmente há mais colaboradores do que convidados. A alta proporção significa um nível de mimos raro, encontrado só nos hotéis mais exclusivos do mundo.

Além das atividades sob medida e das cabanas suntuosas, Magee – e a propriedade maior de Brush Creek Ranch – também é conhecida por sua cozinha inovadora, que combina os ingredientes do oeste americano com preparações sofisticadas.

Como não podia deixar de ser, há uma sala de jantar privativa no Magee, mas os hóspedes também têm a opção de fazer uma pequena viagem até The Farm, o maravilhoso complexo de Brush Creek, com restaurante, cervejaria, destilaria, doceria e padaria. Os clientes de lá podem escolher entre menus sofisticados de alto nível no sofisticado Cheyenne Club, e o hotel também faz eventos ao ar livre com distanciamento social.

Para os hóspedes em acomodações com cozinhas e vontade de cozinhar, é possível obter os ingredientes na própria fazenda.

Segurança em primeiro lugar

O hotel de Wyoming está levando a saúde e a segurança dos hóspedes a sério e implementou novas práticas em resposta ao coronavírus.

Na temporada que se inicia, todos os funcionários usarão máscaras (e luvas quando necessário) e o hotel fornecerá material extra para uso dos hóspedes quando quiserem.

Há também uma equipe dedicada para a estada de cada grupo, para que os funcionários não entrem e saiam da propriedade durante a visita. “Não é apenas uma questão de estabelecer um relacionamento mais próximo com os funcionários, mas também de ter a segurança de que eles estarão lá todos os dias, sem se expor a mais pessoas de fora”, opinou Belnap.

E, como a propriedade está fechada para todos, exceto um grupo de cada vez, não há necessidade de espaçar as mesas a um metro e meio na sala de jantar ou pedir que os hóspedes se afastem socialmente durante as atividades. “Com todo o espaço para si, todos sentem como se estivéssemos em tempos normais”, ressaltou o dono do hotel.

Uma raridade nestes tempos, sem dúvida.

(Texto traduzido. Clique aqui para ler o original em inglês). 

Mais Recentes da CNN