por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Guia Milão 2018: Generali Tower, o prédio “storto” de Zaha Hadid

O horizonte de Milão ganhou um novo ponto para apreciadores das alturas, o Generali Tower, um projeto da arquiteta iraquiana Zaha Hadid (1950-2016), com 170 metros de altura e 44 andares, 39 deles destinados a escritórios

Ouvir notícia

O horizonte de Milão ganhou um novo ponto para apreciadores das alturas, o Generali Tower, um projeto da arquiteta iraquiana Zaha Hadid (1950-2016), com 170 metros de altura e 44 andares, 39 deles destinados a escritórios

Aberto em outubro de 2017, ele tem como característica a torção do edifício, o que lhe dá o apelido de “Storto”. A geometria é uma deformação, onde a dimensão dos andares e sua orientação variam ao longo do eixo da torre: orienta os andares mais altos para o centro da cidade e a Piazza del Duomo. O prédio foi construído sobre o antigo espaço da Feira de Milão, fechado em 2005.

Ele integra o CityLife Milão, ambicioso empreendimento comercial e residencial de 168 mil metros quadrados com mais da metade de área construída direcionada para parques paisagísticos, áreas dedicadas a pedestres e bicicletas. Ainda fazem parte do complexo o arranha- céu com 202 metros de altura de Arata Isozaki e a torre curvada de Daniel Libeskind, de 150 metros.

O 19o andar é aberto aos visitantes e apresenta um novo olhar sobre Milão, contando a evolução arquitetônica da cidade. Para visitar, não é preciso reservar. Basta comparecer à entrada e garantir seu ingresso, que é gratuito, das 10h às 17h (quando é distribuído o último lote de tickets). A visitação começa às 10h e segue até às 18h. Além das visitas guiadas em italiano, pela manhã há tours em inglês e em francês.

Fotos: divulgação

Mais Recentes da CNN