Trabalhar na cozinha me moldou, diz chef apresentador de ‘Lugares Desconhecidos’

André Mifano, proprietário do restaurante Lilu, em São Paulo, é conhecido por valorizar os ingredientes e por conseguir tornar o simples fantástico

Karla Chaves e Leandro Dizioli, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O chef André Mifano, recém-contratado da CNN Brasil, diz que trabalhar na cozinha moldou sua personalidade.

“Trabalhar na cozinha de verdade te faz uma pessoa mais consciente, que se move de uma forma diferente, que presta atenção em coisas diferentes, que tem consistência e, principalmente, paciência”, avalia.

Com personalidade forte e muitas tatuagens, o proprietário do restaurante Lilu, em São Paulo, é conhecido por valorizar os ingredientes e por conseguir tornar o simples fantástico.

Há anos o chef se divide entre a cozinha e as câmeras. No ano passado, decidiu que o tempo de televisão tinha terminado. Os planos mudaram quando, ao voltar de uma viagem à Bahia, recebeu a proposta de apresentar na CNN Brasil o premiado programa “Lugares Desconhecidos”, comandado por um dos maiores ícones da gastronomia mundial: o chef Anthony Bourdain, morto em 2018, aos 61 anos, na França. A estreia será no dia 6 de setembro, às 18h30.

“Quando resolvi parar de fazer televisão, senti que era hora de fechar um ciclo. Voltar agora, em uma tv com o peso da CNN, e para fazer um programa como este, me traz a sensação de que é o começo um novo ciclo, uma nova história”, disse.

O início

André Mifano entrou pela primeira vez em uma cozinha profissional aos 17 anos. Depois de abandonar a escola, foi lavar louças no restaurante de um amigo da mãe. O começo não foi fácil. Mas não demorou para ele perceber que pela primeira vez na vida tinha encontrado um lugar onde finalmente se encaixava.

“Na hora que você começa a cortar cebola, que você faz uma comida de funcionário, é aí que você vê que as pessoas estão comendo a comida e que tem toda uma energia. Aquilo vai entrando no seu cérebro, na sua alma, na sua pele, e, quando você percebe, você já está viciado.”

Mifano mergulhou de cabeça na nova paixão. Após trabalhar em alguns restaurantes, conseguiu uma bolsa para estudar na Cordon Bleu de Londres, uma das melhores escolas de gastronomia do mundo. Ao voltar ao Brasil, mesmo formado, ficou 6 meses desempregado.

“Achava que, depois de formado, ia ter fila de gente na porta da minha casa querendo me contratar. Estava completamente enganado”, disse.

Na mesma época, Mifano recebeu a proposta de um amigo para trabalhar em São Francisco, nos Estados Unidos. Segundo ele, isso foi fundamental para ele se tornar o chef que é hoje. “Foi uma época em que eu aprendi muito. Quando voltei para o Brasil eu já voltei com uma outra mentalidade.”

Aqui, antes de abrir o próprio negócio, trabalhou comandando cozinhas de restaurantes renomados de São Paulo. Hoje já são 26 anos de carreira. E, como o próprio chef gosta de dizer, “a partir daí, o resto é história”.

O chef André Mifano
O chef André Mifano
Foto: CNN Brasil

 

Mais Recentes da CNN