por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

O restaurante Clandestino de Bel Coelho

Após abrir mão de um restaurante premiado em São Paulo, a chef Bel Coelho faz menu-degustação inspirado nos Biomas, apenas uma semana por mês, em São Paulo

Ouvir notícia

Após abrir mão de um restaurante premiado em São Paulo, a chef Bel Coelho faz menu-degustação inspirado nos Biomas, apenas uma semana por mês, em São Paulo

Os biomas brasileiros foram o tema escolhido neste ano por Bel Coelho para desenvolver o novo menu do Clandestino, restaurante itinerante de alta gastronomia no qual são servidos apenas menus-degustação. Aberto somente durante uma semana do mês, são apenas 24 clientes por noite sob reserva, em um formato inovador. O escondido espaço no descolado Beco do Batman, na Vila Madalena, abriga sua biblioteca particular e tem cozinha aberta, de onde é possível acompanhar o minucioso trabalho da chef, que é uma grande pesquisadora da cultura gastronômica do Brasil. Há cerca de vinte anos Bel percorre, com olhar único, a autêntica culinária de cada região do país, explorando toda a sua riqueza de ingredientes, personagens e histórias.

ARROZ DE GALINHA_0237

No novo cardápio são utilizados produtos nativos de cada conjunto de ecossistemas com vegetações típicas. Desta forma, ela valoriza as comunidades produtoras locais, seus conhecimentos e costumes e incentiva o consumo de ingredientes fundamentais para manutenção da biodiversidade, combatendo sua extinção ambiental e cultural.

A viagem promovida pelo menu de onze etapas (R$ 260, por pessoa, ou R$380, com harmonização de vinhos e um Gin Tônica Tanqueray com cumaru e vinagreira como welcome drink) passa por seis biomas brasileiros – Mata Atlântica, Amazônia, Pampa, Pantanal, Cerrado e Caatinga – e três Zonas de Transição – Mata de Cocais, Zonas Litorâneas e Mata de Araucária -, áreas que mesclam características de mais de uma região do país. O menu é sazonal e muda a cada seis meses – para mim, este foi o melhor executado pela Bel, até o momento. Agora resta esperar o próximo mês para me deliciar novamente…

Entre as opções, Beiju de tapioca com óleo de babaçu, o delicioso Croquete de mandioca em crosta de mate com ragu de cordeiro, queijo de ovelha e geleia de butiá; ou a fresca ostra com raspadinha de uvaia e vinagreira.

Clandestino

A manjuba frita com tapioca e ponzu de caju vem crocante e encanta pelo sabor. O menu ainda segue com Picles de pupunha, cappelletti de pirarucu e um pintado grelhado com caapeba salteada. A surpresa fica com o delicioso arroz de pequi com galinha d’Angola e a sempre bem-vinda papada de porco no fubá, em baixa temperatura.

Para finalizar, vem na mesa um café coado da Fazenda Ambiental Fortaleza, acompanhado de queijo Mimo da Serra do Mar, doce de jaracatiá e coulis de grumixama. De sobremesa, doce de cabeça de frade com sorvete de queijo de cabra e o creme de cumarucom farofa de cacau, castanha do Pará e fava de aridã com sorbet de cupuaçu e saúva amazônica.

 

Serviço:

Clandestino – Rua Medeiros de Albuquerque, 97, na Vila Madalena

Próximas datas: 25 a 30 de julho, 20h

Contato: reservas@clandestinorestaurante.com

Tel: (11) 2861-0010 / (11) 93100-7700

Fotos: Divulgação 

Mais Recentes da CNN