por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Para esquentar: descubra onde comer lámen em São Paulo

Os lamens conquistaram de vez os paulistanos e, nos últimos anos, inúmeras boas casas especializadas se espalharam pela cidade. Confira onde espantar o frio com esses deliciosos caldos de origem chinesa

Com a chegada do frio, descubra onde tomar lámens na capital paulista
Com a chegada do frio, descubra onde tomar lámens na capital paulista marcelography

Fred Sabbagcolaboração para o Viagem & Gastronomia

São Paulo

Ouvir notícia

Com a notícia de que estamos entrando em uma das semanas mais frias do ano em São Paulo, glutão que sou já comecei a imaginar do que me alimentarei nesse período para aquecer meu estômago. Em se tratando de frio, um dos primeiros pratos reconfortantes que me vem à cabeça é o lámen.

Poucos sabem, mas a origem do lámen (ou, em pronúncia japonesa e como se vê em muitos cardápios, ramen) é chinesa, mas ficou popular após a Segunda Guerra no Japão. A razão disso é que, originalmente, o lámen é um prato econômico, já que o dashi (caldo, que é a alma de todo lámen) é composto, basicamente, de água, vegetais e ossos de animais, de toppings, como barriga de porco, alga, ovo, entre outros, e porque, à época, a produção de arroz naquele país foi afetada.

Falando no dashi, é sempre bom destacar para quem não está habituado que, por ser ele a alma do lámen (é nele que está a potência do sabor), os nomes a seguir indicam a base da qual ele é feito: shio (sal), shoyu (o conhecido molho de soja), tonkotsu (carne de porco) e misso ou miso (soja fermentada).

Mas não estou aqui para ser técnico e sim para indicar alguns dos lámens de que mais gosto e costumo comer em São Paulo. Logicamente não é, nem se pretende ser, uma lista exaustiva, pois, a cada dia, surgem novas casas (ou melhor, lamen-ya’s) e acabo me lembrando de outros que de há muito não tenho ido.

Espero que provem algum dos lámens a seguir e que aqueçam seus estômagos nesse frio está por vir.

Tonkotsu Barikote Ramen Maru

Tonkotsu tem um balcão com apenas 8 lugares e está entre os endereços mais disputados / Reprodução Instagram

Quem chega ao Tonkotsu Barikote Ramen Maru depara-se inicialmente com uma máquina de venda que te leva em pensamento ao Japão. O pedido é feito pelo cliente ainda na rua (o que agiliza bastante o serviço, pois a casa possui apenas um balcão com 8 lugares). Recomendo o Tonkotsu Misso e o Black Oil e, nos dias quentes, o Hiyashi Tonkotsu (servido frio).

Rua José Maria Lisboa, 118, Jardim Paulista, São Paulo-SP / Aberto de terça-feira a domingo, das 12h às 15h e das 18h às 22h / Não aceita reservas

Jojo Ramen

Jojo Ramen sempre tem espera, mas a qualidade compensa o tempo gasto da fila / Reprodução Instagram

Desde sua abertura, o Jojo Ramen é uma das casas mais disputadas pelos amantes de lámen. Mas, para o conforto de todos, digo com tranquilidade que cada minuto de espera vale a pena. Recomendo o Tantanmen (com pimenta layu) e o Shoyu Ramen.

Rua Dr. Rafael de Barros, 262, Paraíso, São Paulo-SP / Aberto de segunda-feira a sábado, das 11h30 às 14h30 e das 18h às 22h / Não aceita reserva

Misoya Ramen

Misoya Ramen é a primeira casa na América Latina de um grupo que tem lojas espalhadas no mundo / Fred Sabbag

O próprio nome entrega que o Misoya Ramen é especializado em misso ramen (o dashi tem como base a pasta de soja fermentada) de diversas regiões do Japão. Essa que é a primeira casa na América Latina de um grupo japonês que possui mais de 100 lojas no Japão e tantas outras ao redor do mundo. Recomendo o Aburi Chachu Ramen (com misso de Hokkaido) e o Ramen simples com misso de Tokyo.

Rua Antônio Carlos, 324, Consolação, São Paulo-SP / Aberto todos os dias, das 11h às 23h

Shindo Lamen

Shindo Lamen divulga menu e o horário de funcionamento do dia no perfil do Instagram / Reprodução Instagram

Quem pretende comer no Shindo Lamen deve acompanhar o perfil do japonês Shindo Michihiko no Instagram. É lá que ele divulga os dois lámens da semana (que mudam sempre e há sempre um vegano) e os dias e horários em que a casa – que fica no fundo de uma galeria – aceita somente pagamento em dinheiro.

Rua Barão de Iguape, 158, Liberdade, São Paulo-SP / Aberto em horários disponibilizados diariamente no perfil do Instagram.

Hirá Ramen Izakaya

Hirá Ramen Izakaya tem cardápio vasto com opções quentes e frias da culinária oriental / Fred Sabbag

O Hirá Ramen Izakaya é daqueles lugares que poderiam ser citados em diversos textos aqui, pois se trata de um izakaya com muitos acertos no cardápio. Recomendo o Tony Lee Ramen (bem picante) e o Shoyu Ramen.

Rua Fradique Coutinho, 1.240, Pinheiros, São Paulo-SP / Aberto todos os dias, das 12h às 15h e das 19h às 23h

Hidden By 2nd Floor

Hidden By 2nd Floor tem lamens e outros pratos quentes japoneses / Divulgação

O Hidden By 2nd Floor serve ótimos lamens, além de outros pratos quentes da culinária japonesa (como buns, gyoza, karaage etc.). No que se refere ao assunto do texto de hoje, recomendo o 2nd Floor Ramen (com shoyu) e o Hidden Ramen (com sal).

Al. dos Nhambiquaras, 921, Moema, São Paulo-SP / Aberto de segunda-feira a quarta-feira, das 18h às 21h45, de quinta-feira e sexta-feira, das 12h às 14h40 e das 18h às 21h45, e aos sábados, das 18h às 21h45

Tan Tan Noodle Bar

Tan Tan Noodle Bar oferece menu com inúmeras boas opções, além de ter um bar premiado  / Reprodução Instagram

Já citado outras vezes em minha coluna, o Tan Tan Noodle Bar é outro lugar completo onde se come e bebe muito bem. Apesar de desde sempre gostar de lámen, foi lá que percebi minha paixão pelo prato. Recomendo o Yasai Ramen (com cebola tostada) e o Wonton Ramen (com caldo de frango e dumpling de camarão).

Rua Fradique Coutinho, 153, Pinheiros, São Paulo-SP / Aberto de terça a domingo, das 19h às 23h30. Não abre no último domingo do mês / Reservas via site

Tamashii Ramen

No Tamashii Ramen, além dos deliciosos caldos, peça o gyoza / Reprodução Instagram

O nome entrega que se trata de um lamen-ya, mas vou fugir do assunto do texto para falar que o gyoza merece ser pedido. Voltando ao tema, recomendo, dentre as diversas opções no cardápio, o Shoyu Paitan Ramen e o Habanero Kara Miso Ramen (deliciosamente apimentado) no Tamashii Ramen.

Rua Mourato Coelho, 53, Pinheiros, São Paulo-SP / Aberto de terça-feira a sábado, das 12h às 14h30 e das 18h às 22h

Fred Sabbag
O advogado e entusiasta gastronômico Fred Sabbag, que conta com milhares de seguidores no Instagram / acervo pessoal

Fred Sabbag é advogado por profissão, mas, no tempo livre, nada de processos ou trâmites judiciais: uma de suas maiores paixões é frequentar bares e restaurantes. O hábito rendeu-lhe inúmeros seguidores no Instagram (@fredsabbag) e o tornou num personagem importante da gastronomia em São Paulo.


Mais Recentes da CNN