por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Onde os Chefs Comem? Em São Paulo, por Rafael Spencer

Ouvir notícia

Já se perguntou onde os chefs dos restaurantes mais badalados do país comem quando não estão atrás das panelas? Na nossa coluna “Onde os chefs comem” eles abrem o jogo e contam quais seus restaurantes e pratos prediletos ao redor do mundo. O convidado dessa semana é o chef Rafael Spencer, do Sotero Cozinha Original, que conta os lugares que sempre frequenta em São Paulo. 

Rafael Spencer tem uma ligação com a gastronomia desde a infância. Filho do chef Rafael Sessenta, é nascido em Salvador e cresceu ajudando o pai nas cozinhas de restaurantes da capital baiana. Para se especializar, passou pelos Estados Unidos, México e Itália, trabalhou em renomados restaurantes até se tornar o chef gestor do Sotero Cozinha Original, desde 2011. Especializado na culinária brasileira busca resgatar a cultura dos alimentos esquecidos e manter a relação de simplicidade e bem-estar, proporcionada por temperos que lembram as comidas caseiras, com gostinho de “comida das avós”.

Kinoshita

O balcão do Kinoshita, na Vila Nova Conceição, é pilotado por Tsuyoshi Murakami, que não por acaso é um dos mais premiados chefs japoneses do Brasil. De origem de Hokkaido, no Japão, Murakami tem na gastronomia seu estilo de vida, onde busca unir arte, cultura e música. Com uma estrela no guia Michelin, se dedica à Kappo Cuisine, uma união da alta gastronomia tradicional japonesa com a ousadia vinda de grandes chefs, técnica muito vista no Japão.

Dica do chef:  Lá eu sempre peço o Kobe, acho maravilhoso!

 R. Jaques Félix, 405 – Vila Nova Conceição / Tel.:  (11) 3846-7327

MYK

Dos mesmos donos do Kouzina e do G&T Bar, a casa é comandada pela chef Mariana Fonseca. Tem no menu receitas típicas gregas, que caíram nas graças dos frequentadores do Jardins. Tais como a tradicional salada grega, o clássico Moussaka, a famosa sopa Psarosoupa, de peixe branco e frutos do mar, arroz e massas, diversas opções de frutos do mar, mas sem esquecer de opções de carnes. De sobremesas opções de dar água na boca como o mousse do picci de três chocolates e o sorvete de galaktoboureko, com massa folheada e pistache caramelados. O ambiente é bem iluminado, com decoração clean e fiel à proposta do restaurante.

Dica do chef: Peça pelo polvo grelhado com batatas, carro-chefe da casa.

Rua Peixoto Gomide, 1972 – Jardins / Tel: (11) 2548-5391

MeGusta 

No mesmo casarão que abriga o EMA, da chef Renata Vanzetto, o MeGusta atrai o público a fim de bons drinques em um bar informal. No cardápio, várias opções de sandubas descomplicados e comidinhas para compartilhar a preços justos. Entre eles, o bun bah, sanduíche no brioche é uma das melhores pedidas: vem recheado de sobrecoxa de frango empanada em farinha panko, abacate, maionese apimentada (na medida) e  coentro e o salmão curado com açúcar mascavo vem acompanhado de pão, chips de raízes, legumes, creme azedo e guacamole.

Dica do chef: Adoro os tostex de sobremesa.

Rua Bela Cintra, 1551 – Jardim Paulista / Tel: (11) 3081-8358

Le Casserole

Há mais de 60 anos, o aconchegante bistrô no Largo do Arouche recorre a mudanças discretas, mas significativas, para manter sua posição entre os mais queridos restaurantes da cidade. O cardápio é famoso por clássicos da cozinha francesa e também conta com pratos de inspiração contemporânea. A casa renovou recentemente seu menu e incluiu cinco novos pratos, sem perder o toque clássico da gastronomia francesa.

Dica do chef: Peça pelo clássico Bouillabaisse (espécie de guisado preparado à base de  vários tipos de pescados vegetais e ervas aromáticas)

Largo do Arouche, 346 – República / Tel: (11) 3331-6283

 

ASKA

O Aska é conhecido como um dos melhores endereços tradicionais para se comer lámen em São Paulo a preços bem convidativos. Tem uma fachada simples e discreta, e é bem comum se deparar com uma fila de espera enorme. São três opções de lámen: Shio, Shoyu e Missô que podem ser pedidos nesta forma com o caldo à base de galinha ou então como Shio Tonkotsu, Shoyu Tonkotsu e Missô Tonkotsu com o caldo à base de porco (mais forte e encorpado). Além deles ainda há o guioza de carne com cebola ou carne com legumes, que muitos dizem ser um dos melhores da cidade.

Dica do chef: O Missô Lámen é um dos meus prediletos.

 

R. Galvão Bueno, 466 – Liberdade / Tel: (11) 3277-9682

* Fotos divulgação

Mais Recentes da CNN