por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Onde os chefs comem? Com Hiroya Takano, do Shin Suzuran, em Manaus

Já se perguntou onde os chefs dos restaurantes mais badalados do mundo comem quando não estão atrás das panelas? Na nossa coluna “Onde os chefs comem”, eles abrem o jogo e contam quais seus restaurantes prediletos

Hiroya Takano comanda o Shin Suzuran, restaurante asiático com ingredientes amazônicos em Manaus
Hiroya Takano comanda o Shin Suzuran, restaurante asiático com ingredientes amazônicos em Manaus reprodução/Instagram

CNN Viagem & Gastronomia

Manaus

Ouvir notícia

O dia começa cedo para Hiroya Takano: o chef percorre os principais mercados de Manaus à procura de legumes e verduras frescas, bem como fica atento aos peixes da região, que, mais tarde, são transformados em sashimis, sushis e tempurás no Shin Suzuran.

O restaurante na capital amazonense destaca-se por usar ingredientes amazônicos, como peixes e PANCs (plantas alimentícias não convencionais), dentro dos moldes da gastronomia japonesa.

Assim, é ali na cozinha da casa que o tucunaré, por exemplo, é transformado em sashimi, a vitória-régia servida como sunomono com lichia e as urtigas se transformam em tempurá de urtiga.

Mas essa história começa lá trás: o pai do chef, Tatsuya Takano, chegou ao Brasil em 1960 e, após trabalhar na lavoura, decidiu abrir um restaurante dedicado à culinária de sua terra natal em 1978. Foi então que o caçula ajudou a gerenciar a casa, e o trabalho entre facas e fogões lhe rendeu conhecimentos para passar a trilhar uma carreira na gastronomia.

Entre as indicações do chef de onde comer bem em Manaus estão casas que levam à mesa a comida amazonense, assim como receitas portuguesas e comida de bar.

Confira abaixo as sugestões do chef Hiroya Takano na capital do Amazonas:

Caxiri

Lombo de tambaqui com abacaxi grelhado e macaxeira recheada com queijo coalho do Caxiri / Daniela Filomeno

O Caxiri é um dos restaurantes mais conhecidos de Manaus – e também um dos melhores. A chef Débora Shornik apresenta uma cozinha amazônica bem feita e saborosa, trabalhando com primor as PANCs.

Da cozinha da casa, que fica bem em frente ao Teatro Amazonas, sugiro o bolinho de tambaqui com cupuaçu agridoce e arubé (R$ 36, sete unidades) como entrada, e “supreme” de tambaqui (R$ 78) como principal, que é o corte premium do lombo do peixe com molho de ervas, raspas de laranja e castanhas, abacaxi grelhado e macaxeira recheada com queijo coalho.

Rua 10 de Julho, 495 – Centro, Manaus – AM. Tel.: (92) 98405-4769. Horário de funcionamento: terça à sábado das 11h30 às 15h (almoço) e das 19h às 22h (jantar) / Reservas via WhatsApp / Delivery via iFood

Restaurante Alentejo

O Restaurante Alentejo serve pratos muito saborosos e clássicos da cozinha portuguesa, uma das melhores opções da cidade. O ambiente da casa é elegante, com mesas boas para reunir familiares e amigos. 

Minha sugestão é pedir o bacalhau na telha (R$ 180 individual e R$ 295 que serve bem até duas pessoas), com batatas, alho, azeitonas e postas deliciosas do peixe, além dos acompanhamentos, como brócolis puxado no alho e na cebola. É um prato que chega borbulhando à mesa.

Rua Pará, 555 – Nossa Sra. das Graças, Manaus – AM / Tel.: (92) 3233-7300 ou 3234-0706 / Horário de funcionamento: segunda a sábado das 19h às 22h; sexta, sábado e domingo das 12h às 15h. 

Ferrugem Rock Gourmet

O Ferrugem tem mesas de plástico na calçada e um clima descontraído de bar, e serve comidas típicas de boteco – melhor acompanhadas por uma cerveja bem gelada.

Os PF’s são boas pedidas para a semana. Aqui sugiro o filezinho da casa, que são filés em tiras com shoyu e shimeji, couve couve frita e farofa de gengibre. O bife a cavalo e a língua Oswaldo Aranha também fazem sucesso. E detalhe: as cervejas saem “trincando” da geladeira com uma fina camada de gelo na garrafa.

Avenida Pedro Teixeira, 1000 – Dom Pedro, Manaus – AM /Tel.: (92) 99440-0402. Horário de funcionamento: segunda-feira das 11h às15h; terça a sábado das 11h às 22h / Delivery via iFood

Zefinha Amazonas

O Zefinha é um restaurante que se propõe a servir uma comida genuinamente amazonense, e fica no térreo do hotel Mercure de Manaus.

Minhas indicações do restaurante são baseadas em peixes tradicionais da região amazônica, como a linguiça de tambaqui (R$ 37,90) de entrada, a qual vem com cariru refogado, mel de tucupi e acompanha molho de pimenta e limão.

Para a pedida principal sugiro os tornedos de pirarucu ao encontro das águas (R$ 64): os tornedos grelhados são ladeados por purês de açaí e banana pacovã, acompanhados de arroz branco, molho de pimenta murupi e azeite.

Avenida Mário Ypiranga, 1000 – Adrianópolis, Manaus – AM / Tel.: (92) 99206-2384 ou 3584-1488 / Horário de funcionamento: aberto todos os dias das 11h30 às 22h / Reservas pelos telefones / Delivery via iFood


Mais Recentes da CNN