por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Onde os chefs comem? Com Emerson Kim, do Spicy Fish, no Rio de Janeiro

Já se perguntou onde os chefs dos restaurantes mais badalados do mundo comem quando não estão atrás das panelas? Na nossa coluna “Onde os chefs comem”, eles abrem o jogo e contam quais seus restaurantes prediletos

O chef Emerson Kim, que já passou pelo Makoto em SP e comanda hoje o Spicy Fish no RJ
O chef Emerson Kim, que já passou pelo Makoto em SP e comanda hoje o Spicy Fish no RJ Fabio Seixo

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia

Ouvir notícia

Descendente direto de coreanos, Emerson Kim começou a mostrar interesse pela culinária desde pequeno. Tinha apenas cinco anos, quando ainda morava no interior de São Paulo, que começou a acompanhar o pai em pescarias e era um fiel ajudante da mãe na hora de enrolar um kimbap, o tradicional “sushi” coreano.

Aos 12, mudou-se com a família para a capital e lembra até hoje das longas horas que passava em lojas de pescaria, conversando com grupos de sushiman que frequentavam esses locais. Não demorou para ir para vê-los trabalhar. Com 17, a primeira oportunidade profissional apareceu em um restaurante em Ilhabela, no litoral norte.

Sua trajetória continuou com muitas mudanças de cidades e até de países: Estados Unidos, onde atuou no japonês Amura, em Orlando, e em Mykonos, na Grécia, e depois na Suíça, quando trabalhou em duas filiais do superbadalado Nobu.

Foi no final de 2012 que Kim voltou para terras brasileiras direto para o Black Sheep, um sushi bar em Florianópolis. Seis anos depois, foi convidado para trabalhar no Makoto de São Paulo, onde chegou a ser chef executivo. Mas no ano passado, fez as malas e partiu para a Cidade Maravilhosa para a abertura do asiático Spicy Fish, onde hoje comanda a cozinha dessa casa com decoração inspirada em uma Ásia Tropical, em Ipanema.

São tantas cidades pelo mundo e tantas experiências, que as dicas da coluna de hoje não poderiam ser diferentes: um mix de endereços de onde comer bem em São Paulo, Rio de Janeiro e em Florianópolis. Prepare-se, porque o chef adora uma boa carne vermelha.

São Paulo

Charco Restaurante

Chuleta, típico prato sulista, é servida com 600 g / Rogério Voltan/Instagram

A casa nos Jardins tem um ambiente acolhedor e rústico, que reflete a infância no sul do país dos chefs idealizadores Tuca Mezzomo e Nathalia Gonçalves. Enquanto ele fica no comando dos salgados, ela foca nas sobremesas. Interessante é que o Charco é um restaurante que aposta no fogo e na brasa, protagonistas de um menu totalmente autoral.

Entre as escolhas, recomendo o menu degustação para se ter um gostinho do melhor da criação dos chefs. Tudo isso é muito bem acompanhado por um vinho laranja. Vale lembrar que a casa entrou para a lista Bib Gourmand do Guia Michelin em 2020.

Rua Peixoto Gomide, 1492 – Jardins, São Paulo – SP / Tel.: (11) 3063-0360 / Funcionamento: terça a sexta das 19h às 23h; sábado das 13h às 16h (almoço) e das 19h30 às 23h (jantar); domingo das 13h às 16h / Reservas via site. Delivery via iFood e WhatsApp: (11) 94631-4065.

Shihoma Pasta Fresca

L’uovo in raviolo do Shihoma Pasta Fresca, um dos pratos imperdíveis do pedaço / Fred Sabbag

O Shihoma nasceu em meio a pandemia em 2020 como um delivery de massas frescas, mas cresceu e inaugurou a própria casa na Vila Madalena em 2021. Ali, o menu muda constantemente e contempla ingredientes sazonais e orgânicos, pastas frescas e delicadas.

Meu destaque vai para o l’uovo in raviolo, massa recheada que leva ricota, espinafre e uma gema de ovo, servido apenas com manteiga e sálvia. O cardápio também apresenta receitas tradicionais, como tonnarelli cacio e pepe e o ravioli di bufala, assim como o tiramisù, clássica sobremesa que arranca elogios dos clientes.

Rua Medeiros de Albuquerque, 431 – Vila Madalena, São Paulo – SP / Tel.: (11) 3819-2333 / Funcionamento: almoço de terça a sábado das 12h às 15h; jantar às sextas das 18h30 às 21h30. Reservas via site / Delivery de massas frescas via site.

Rio de Janeiro

Malta Beef Club

O Malta é parada obrigatória no Rio de Janeiro para os fãs de carne. São duas unidades, uma no Leblon e outra na Lagoa, com os melhores cortes e acompanhamentos.

Gosto da costela da casa – para quem aprecia, também há uma porção de croquete de costela com geleia de pimenta muito boa. As carnes são para compartilhar e há mais de 10 opções no cardápio, como bife ancho, assado de tira, bife de chorizo, prime rib, porter house, entre outros.

De acompanhamentos, vários tipos de arrozes, batatas, farofas, saladas e legumes. Vale a pena!

Unidades: Rua Saturnino de Brito, 84, Lagoa; Avenida General San Martin, 359, Leblon / Tel.: (21) 2042-3101 / Funcionamento: terça a sábado das 12h à 00h; domingo das 12h às 19h / Delivery via WhatsApp: (21) 2042-3101 (também para reservas) e Rappi.

Florianópolis

Toca da Lontra

O Toca da Lontra é um local especial que fica quase escondido em Florianópolis. Pela sua localização, o lugar discreto garante incríveis vistas para a Lagoa da Conceição – e possui um pôr do sol espetacular.

O local serve frutos do mar frescos e funciona geralmente aos finais de semana e em dias de sol em Floripa. Minha sugestão é pedir uma caipirinha de pitanga acompanhada de bolinhos de siri – não tem erro.

Rodovia Jornalista Manoel de Menezes, 491 – Praia Mole, Florianópolis – SC / Tel.: (48) 99122-9162 / Funcionamento: alta temporada todos os dias a partir de 11h30; baixa temporada de sexta a domingo a partir de 11h30 até cerca de 20h / Reservas via telefone.


Mais Recentes da CNN