por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Dia 23 de setembro é do Dia Nacional do Sorvete. Saiba onde aproveitar em São Paulo

Ouvir notícia

Desde pequenos somos apresentados àqueles picolés, sorvetes de massa (como eram conhecidos) e outras variações, com cobertura, com leite, com açúcar ou sem nada disso. A matéria-prima do sorvete foi aprimorada e tem preparos muito especiais, visando todo e qualquer tipo de consumidor. Hoje em dia é sobremesa em diversos restaurantes e também compõe outras finalizações ao redor do mundo. O fato é: esse doce tornou-se tão querido que ganhou um dia só para ele. Dia 23 de setembro é comemorado o Dia do Sorvete e, por isso, listamos algumas de nossas casas preferidas em SP para saborear um autêntico gelato. Confira nossa seleção abaixo

Frida & Mina 

Quem passa pelo bairro de Pinheiros, entre as ruas Joaquim Antunes e Artur de Azevedo, já pode sentir o cheiro da tradicional casquinha sendo feita na hora. As filas que se formam realmente fazem jus ao produto oferecido pela casa. A Frida & Mina, localizada na esquina das duas ruas, é uma das clássicas sorveterias em São Paulo que produz tudo o que é servido por lá, do zero mesmo, e resgata a essência do sorvete tradicional. É comandada pelo casal Fernanda Bastos e Thomas Zander, que utilizam ingredientes naturais, produtores locais e elementos orgânicos – como o leite, ovos e açúcar. Thomas é o responsável pela criação de receitas, pesquisa de ingredientes e coordena a cozinha – toda envidraçada, ao lado da vitrine, para o público apreciar a arte – e o processo de produção. Os sabores mudam com frequência para trazer uma carta de opções ampla ao público, respeitando a sazonalidade de cada ingrediente, mas os clássicos da casa se mantém, como o crocante de macadâmia e o cerveja com chocolate.

Rua Artur de Azevedo, 1147

Crocante de macadâmia é um dos sabores mais pedidos da Frida & Mina (Foto: divulgação)

Le Botteghe di Leonardo

Traz ao Brasil o gelato tradicional italiano, elaborado artesanalmente (e diariamente!) com ingredientes de qualidade e sem adições artificiais. Seus sabores são variados e todos os meses criam um gelato novo, com a fruta da estação. Mas, claro, não abre mão dos sabores mais tradicionais, como: baunilha, pistache, doce de leite, chocolate, mascarpone e outros. A Le Botteghe ainda pensa no público com restrições alimentícias e oferece opções sem glúten, sem açúcar e sem lactose, além de apresentar sabores veganos e kosher. Para esse dia 23, a gelateria preparou uma promoção especial, a famosa “leve 2 pague 1” e a fruta do mês é abacate. Dica: leve seu bichinho e aproveite, eles são pet friendly e também oferecem sorvetes produzidos especialmente para eles

Rua Oscar Freire, 42 e outras unidades – clique aqui

Gelato de gianduia servido na Le Botteghe di Leonardo (Foto: divulgação)

Davvero 

É conhecida pela clássica bolachinha servida junto com o sorvete. As sócias Suelen Ferrari e Debora Tessoto trouxeram à São Paulo a paixão pelo tradicional gelato italiano, que leva insumos frescos e naturais, para garantir ainda mais sabor ao produto. A produção é diária e em pequena escala, em cada unidade da loja*, para que não haja reaproveitamento dos sabores servidos. Conforme manda a tendência, a Davvero também investe em receitas sem glúten, sem açúcar e zero lactose, para que todos possam aproveitar. Mas, o destaque vai para o “nonna”, uma receita da avó das sócias, que leva coco com doce de abóbora. Para essa primavera, a rede criou um novo sorbet, de physalis – frutinha exótica em São Paulo.
*A unidade do Shopping Market Place não tem cozinha própria, pois é um quiosque e recebe abastecimento de outras lojas

Rua Pais de Araújo, 129 e outros endereços – clique aqui

 

Sorbet de physalis é a novidade da Davvero para a Primavera (Foto: Bruno Selmmer)

Cuor di Crema 

É uma das pioneiras no processo de fabricação do autêntico gelato italiano. A Cuor di Crema valoriza os conceitos de saudabilidade e utiliza produtos 100% naturais, com zero adição de aromatizantes, corantes ou conservantes. Atualmente, a rede conta com mais de 150 receitas que levam matérias-primas nacionais e importadas e também utiliza frutas in natura que realçam os sabores do gelato. Nas lojas é possível acompanhar de pertinho o processo de finalização dos produtos em uma clássica máquina vinda da Itália. A gelateria também é uma das pioneiras em servir casquinha recheadas com chocolate belga e é possível escolher qual a porcentagem de cacau você deseja.

Rua Adolfo Tabacow, 260 e outros endereços – clique aqui

Gelato Boutique 

A responsável pela casa é a chef gelatier Marcia Garbin, formada na França, pela Le Cordon Bleu. Todas as receitas são feitas do zero, ou seja, não levam estabilizantes, espessantes ou emulsificantes, o artesanal vem em sua melhor forma e cada sabor é produzido dentro da própria cozinha. O diferencial da gelateria é a pasteurização do leite feita por Marcia, que utiliza o laticínio de cabra, ovelha e búfala. Há sabores para todos os gostos, como stracciatella, chocolate e morango; e veganos e 100% fruta também fazem parte da vitrine – abastecida todos os dias com gelatos batidos diariamente. A chef prioriza produtos locais, além de respeitar a sazonalidade de cada ingrediente.

Rua Pamplona, 1023 / Shopping Cidade São Paulo: Avenida Paulista, 1230

O sabor Romeu e Julieta, da Gelato Boutique, é feito com sorvete de mascarpone de ovelha e goiabada (Foto: Roberto Seba)

Bacio di Latte

Atualmente, é a gelateria italiana mais conhecida no Brasil. Seu processo de expansão atingiu cidades fora de São Paulo, que tornou a Bacio di Latte um sucesso ainda maior. A primeira loja nasceu na rua Oscar Freire há quase sete anos e reuniu filas e mais filas – o que é igual hoje em dia. Seus sócios são italianos apaixonados por gelato e por isso, aprimoraram o processo de fabricação para trazer aos brasileiros. Seu diferencial é o teor de creme de leite utilizado, ao contrário dos sorvetes comuns, que é um pouco mais elevado e por isso, traz a cremosidade ideal. A rede é conhecida também por servir sabores sazonais, de acordo com épocas do ano. Por exemplo, festa junina, halloween, Páscoa, entre outros.

Rua Oscar Freire, 136 e outros endereços – clique aqui

Gelato Borelli

As receitas são originárias da Itália, mas chegaram ao Brasil primeiro no interior de São Paulo, em Ribeirão Preto. A Gelato Borelli traz às vitrines sabores autênticos italianos – que não faltam nas gelaterias de lá – e todos eles são produzidos diariamente, sem ser em larga escala. As receitas são livres de conservantes e elaboradas também com frutas da estação, sem adição de qualquer aditivo que tire o sabor natural do gelato. Ingredientes naturais e maquinário específico fazem parte da fábrica – que produz artesanalmente cada casquinha servida nas lojas.
Shopping Cidade de São Paulo: Avenida Paulista, 1230 

Venchi

É uma das gelaterias mais conhecidas pelos italianos. Localizada dentro do Eataly, traz ao Brasil o autêntico gelato italiano, feito com ingredientes de qualidade (os melhores que a natureza possa oferecer) e produtos vindos direto do país da bota. Eles oferecem sabores frescos todos os dias para que possam ser aproveitados da melhor forma. A Venchi levanta a bandeira e afirma que os gelatos não devem ser consumidos apenas em períodos mais quentes, mas, sim, ao longo de todo o ano. Especialmente para o dia 23, a gelateria preparou uma ação especial: todos os clientes que comprarem os sorvetes no tamanho regular ganham uma casquinha nos sabores baunilha, chocolate, framboesa ou mel.

Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1489 

A Venchi está no Eataly desde a inauguração no Brasil (Foto: divulgação)

 

Mais Recentes da CNN