Guia Michelin RJ / SP: confira os ganhadores

Aconteceu ontem, no Rio de Janeiro, uma das principais premiações de restaurantes do mundo. Por conta da pandemia, a edição 2020 do Guia Michelin RJ / SP foi transmitida via live no YouTube com apresentação de Didi Wagner e Gwendal Poullennec, diretor-internacional do Guia Michelin

Cherne, vinagrete de algas e caviar do estrelado Oteque
Cherne, vinagrete de algas e caviar do estrelado Oteque

Ouvir notícia

Os novos tempos realmente chegaram. A versão impressa com a conhecida capa vermelha não terá esse ano, a publicação ficará disponível exclusivamente no aplicativo do Guia Michelin Brasil, disponível gratuitamente para Android e iOS. O Brasil é o único país da América Latina coberto pelo Michelin, que avalia restaurantes de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Nenhum endereço novo foi incluído na constelação de estrelas do Michelin brasileiro – mas tivemos boas novidades: os restaurantes Ryo, em São Paulo, e o Oteque, do Rio de Janeiro, melhoraram a avaliação e ostentam, agora, duas estrelas. O país segue sem ter um esperado representante com três estrelas, a classificação máxima.

Três casas saíram da publicação, o paulistano Tangará Jean-Georges e o carioca Olympe, que tinham uma estrela até 2019. O Tuju, duas estrelas, fechou suas portas por tempo indeterminado e, consequentemente, também saiu do Michelin.

Já a categoria Bib Gourmand, que elege estabelecimentos de “excelente relação qualidade/preço”, ganhou dez novos nomes, com um total de 39 estabelecimentos.

Do Rio de Janeiro, são novidades o Didier e o Maria e o Boi. Das casas paulistanas, entraram AE! Cozinha, Ama.zo, Banzeiro, Cepa, Charco, Kith 2º Andar, Nit e Più Iguatemi. Saíram da seleção os paulistanos Jiquitaia e La Peruana, que fechou suas portas no último mês; além do carioca Pomodorino que também encerrou as atividades.

Para fazer a avaliação, os inspetores do guia visitam anonimamente as casas, avaliando receitas com base em cinco critérios: qualidade do ingrediente, personalidade da cozinha, técnicas de cozimento e harmonia de sabores, custo-benefício e regularidade.

DESTAQUES NO BRASIL

Duas estrelas

Oteque (RJ) – novo
Ryo (SP) – novo
D.O.M. (SP)
Oro (RJ)

Uma estrela
Cipriani (RJ)
Evvai (SP)
Huto (SP)
Jun Sakamoto (SP)
Kan Suke (SP)
Kinoshita (SP)
Lasai (RJ)
Maní (SP)
Mee (RJ)
Picchi (SP)

Perderam a estrela
Kosushi (SP)
Olympe (RJ)
Tangará Jean-Georges (SP)

Bib Gourmand
A Baianeira (SP)
A Casa do Porco (SP)
AE! Cozinha (SP) *
Amazo (SP) *
Artigiano (RJ)
Arturito (SP)
Balaio IMS (SP)
Banzeiro (SP) *
Barú Marisquería (SP)
Bio (SP)
Bistrot de Paris (SP)
Brasserie Victória (SP)
Casa Santo Antônio (SP)
Cepa (SP) *
Charco (SP) *
Corrutela (SP)
Didier (RJ) *
Ecully – Perdizes (SP)
Fitó (SP)
Kith 2º Andar (SP) *
Komah (SP)
Le Bife (SP)
Lilia (RJ)
Manioca (SP)
Maria e o Boi (RJ) *
Miam Miam (RJ)
Mimo (SP)
Mocotó (SP)
Nit (SP) *
Petí Gastronomia (SP)
Petí Americana (SP)
Piccolo (SP)
Pici Trattoria (RJ)
Più (SP)
Più Iguatemi (SP) *
Tanit (SP)
TonTon (SP)
Tordesilhas (SP)
Zena Caffè (SP)

Mais Recentes da CNN