por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Onde os chefs comem? Com Giovanni Renê, em São Paulo

Já se perguntou onde os chefs dos restaurantes mais badalados do mundo comem quando não estão atrás das panelas? Na nossa coluna “Onde os chefs comem” eles abrem o jogo e contam quais seus restaurantes prediletos

Ouvir notícia

Aos 28 anos, Giovanni Renê já acumula um extenso currículo na gastronomia com passagens por restaurantes de renome em São Paulo e formação no exterior. Na capital, o chef paulista tem experiência na Casa do Porco e no Le Casserole, onde atuou com sous-chef, e também foi o braço direito de Érick Jacquin após temporada na Europa.

Formado na Le Cordon Bleu, os estudos lhe permitem aplicar técnicas de alta complexidade em suas criações. A gastronomia francesa norteia sua cozinha, mas não é a única a inspirar seus pratos.

Atualmente, o chef apresenta uma cozinha autoral e despretensiosa, resultado de experiências adquiridas em viagens ao redor do mundo e pesquisas desenvolvidas ao longo dos anos. Ingredientes brasileiros e a cozinha clássica brasileira, principalmente a nordestina, origem de sua mãe, são o ponto de partida para as criações.

O profissional acabou de lançar sua nova casa em São Paulo, o Davo Cozinha, que reúne pratos com influência francesa feitos com ingredientes brasileiros. Longe das panelas, Renê também frequenta e pede delivery de estabelecimentos badalados da capital. Confira os restaurantes e os pratos prediletos do chef:

Leia mais:
Delivery já: 15 restaurantes italianos para pedir em São Paulo
Impossível resistir: 10 deliveries de donuts para adoçar seu dia em São Paulo
Delivery SP: as hamburguerias favoritas de Helena Silvarolli
Onde os chefs comem? Com Eduardo de Castro, em São Paulo

  • Mescla

Foto do prato de espetinho de coração de lula do Mescla, em São Paulo
Espetinho de coração e lula do Mescla, restaurante comandado pelo Checho Gonzales (Foto: reprodução/Instagram)

O Mescla é um dos meus lugares favoritos em São Paulo. Eu adoro comida pra compartilhar e a do chef Checho Gonzales é incrível! O ambiente é irado, e o Rafa, que fica na frente do salão, sempre traz uma cachaça pra começarmos. O espetinho de coração e lula é um dos que mais gosto, e o guisado de conchas com grão de bico é de longe uma das melhores coisas que provei nos últimos tempos.
Rua Souza Lima, 305 – Barra Funda. Funcionamento: terça a quinta, das 11h às 15h, sexta das 11h às 16h e sábados e domingos das 11h às 17h. Pedidos via Rappi>, Iperum e retiradas via WhatsApp: (11) 91107-8943.

  • Koya 88

Conheci o Thiago Pereira> e o Thiago Maeda no Bar Moela algum tempo antes deles abrirem o Koya, que é para mim um grande achado no centro da cidade! O guioza deles é incrível e vale muito a pena para acompanhar os primeiros drinks. Depois, minha recomendação são as conservas da casa, para acompanhar uma bela prosa no balcão do bar entre dois ou três. Mr. Shinoda é o meu drink preferido da carta do Pereira, que ainda salva com os engarrafados para viagem – com destaque pro Milk Punch, que é figura carimbada do bar aqui de casa.
Rua Jesuíno Pascoal, 21 – Vila Buarque. Delivery via WhatsApp: (11) 96309-9011 e iFood

  • Moela

Foto de uma das coxinhas recheada do Moela Bar
Coxinha de frango em massa de alheira do Moela, uma das delícias do local para pedir em casa (Foto: reprodução/Instagram)

Para o amante de um bom boteco, de cerveja gelada e de uma boa prosa, o Moelaé o lugar. Por estar perto de casa, é minha parada obrigatória quando estou andando pelo bairro. A porção de moela com vinagrete é incrível e os bolinhos são sem dúvida os melhores de SP; a coxinha de alheira é daquelas que vale repetir algumas boas vezes.
Rua Canuto do Val, 136 – Santa Cecília. Funcionamento: terça a quinta de 12h às 20h; sexta e sábado de 12h às 21h30; domingo de 12h às 18h. Delivery via Rappi e WhatsApp: (11) 99335-5556. 

 

  • Tabuleiro do Acarajé

O melhor acarajé da cidade. Sou fã do Tabuleiro do Acarajédesde a época que as meninas, as irmãs Maria de Fátima e Miri de Castro, ficavam em frente ao Mackenzie. Agora como morador do bairro, vou ainda mais. O clima alegre do centro ajuda a se render à caipirinha da casa para refrescar.
Rua Jesuíno Pascoal, 30 – Santa Cecília. Encomendas via WhatsApp: (11) 95374-6357.

  • Casa de Ieda

Foto do acarajé da Casa de Ieda, em São Paulo
Acarajé da Casa de Ieda: restaurante em São Paulo é especializado em comida da Chapada Diamantina (Foto: reprodução/Instagram)

Sou grande fã da Ieda como chef e como pessoa. Adoro esse lugar! Além da Aluá, cerveja dela, que é incrível, a moqueca de banana da terra é a que me seduz intensamente. E, claro, o bolinho de pirão é perfeito para começar. De tempos em tempos ela prepara um menu especial da semana. Vale a pena ficar de olho!
Rua Ferreira de Araújo, 841 – Pinheiros. Delivery via site, iFood> e WhatsApp: (11) 977120924.

  • Nosh

Meu delivery mais pedido da quarentena. Os sandubas do Noshno pão Pita são muito bons. O de peixe e o de couve-flor são os que mais gosto e o molho BBQ de tahine ajuda a abrilhantar ainda mais qualquer um dos dois, que vão muito bem com a porção de Schinitzel de frango.
Rua Baronesa de Itu, 126 – Santa Cecília. Delivery próprioou via iFoode Rappi.

Mais Recentes da CNN