Lugares incríveis para conhecer em Morro de São Paulo, na Bahia

Conheça mais sobre o paraíso natural baiano

Morro de São Paulo BA

Por Eva Fagundes

Já ouviu falar em Morro de São Paulo? Um paraíso natural baiano, repleto de piscinas naturais, mangues, lindas praias, comidas gostosas e mais. Eva Fagundes conta mais sobre esse tesouro nacional

A beleza da região do Morro de São Paulo (Foto: Max Sandy)

 

Onde fica Morro de São Paulo?

Localizado no arquipélago de Tinharé, do litoral baiano, o Morro de São Paulo fica próximo a Salvador. Assim, a melhor opção para chegar lá é pelo o aeroporto da capital. Mas não se engane, chegar no paraíso não é uma tarefa fácil. Prepare-se para uma longa jornada, isso pois a viagem do aeroporto até o local demora, pelo menos, 2 horas. Para alcançar o Morro de São Paulo, é necessário pegar um catamarã, que demora aproximadamente 2 horas, e é direto- mas já aviso que mexe muito, então, se você for daqueles costumam ficar enjoados em barcos, talvez não seja a melhor opção. Existe a possibilidade de fazer o caminho semi terrestre, no qual apenas duas partes são feitas de barco- ferry e lancha- e o resto é realizado de ônibus- é uma escolha mais demorada, mas vale a pena, pois é um trajeto mais confortável.

Praia em Morro de São Paulo, um verdadeiro paraíso (Foto: Max Sandy)

Mas vamos falar do paraíso baiano em si? Morro de São Paulo é comandado pela cidade de Cairu, junto com Boipeba, Moreré e Gamboa e outros vilarejos pequeninos. Por ser uma ilha, não tem como você ter carro e, por consequência, as coisas ficam mais caras do que em Salvador. Mas, sem dúvida, é um local que recomendo visitar. Repleto de beleza natural, rodeado por um mar com 50 tons de azul e de muitos frutos do mar, o Morro ganhou o meu coração.

Algo que chega a ser até engraçado e contraditório, é que quanto mais longe do Morro você for se hospedar ou passear, mais no paraíso vai estar. Uma super dica é levar dinheiro vivo desde a cidade que saiu ou de Salvador, pois no Morro mesmo, só tem um Banco do Brasil e um Bradesco- que estão sempre quebrados ou sem dinheiro. Então, principalmente em alta temporada, não deixe de ter consigo uma reserva extra.

São cinco praias que dividem o local. A primeira é conhecida como Morro mesmo, e a quinta como Praia do Encanto- você vai entender dos nomes logo mais. Se for escolher um lugar para ficar, opte pela quarta praia ou quinta praia. Nessas regiões existem casas lindas de Airbnb para alugar- como a Fazendinha que eu fiquei, casas tradicionais, estilo pescador, e hotéis como o Anima, que são maravilhosos. Além das praias do Morro, algumas coisas são imperdíveis para se fazer na região, como:

Andar pelo Morro de São Paulo

Se você não estiver hospedado na primeira ou segunda praia, vale a pena a visita ao centrinho, onde estão localizados vários restaurantes, barzinhos e lojas. Além disso, um dos pontos mais encantadores da cidade ficam lá, o Mirante- um lugar maravilhoso para se tirar fotos, tanto na parte de cima quanto na praia. A mistura das pedras em contraste com o mar criam um charme absurdo, bem como a Ilha da Saudade- que antigamente era uma ilha, mas agora se juntou a praia, e mesmo assim não deixou de lado a sua beleza.

Caminho de mata nativa de Morro de São Paulo (Foto: Max Sandy)

Se estiver por lá, não deixe de visitar a Toca do Morcego. Uma mistura de bar e restaurante super famoso na região, por conta da vista que proporciona para o pôr do sol. Passe também pelo Farol do Morro, a paisagem não deixa nada a perder. Para aqueles que procuram um pouco mais de aventura, existe uma tirolesa na região, que é ótima inclusive para entreter as crianças.

Caminhadas até o Mangue (ou Quinta Praia)

Para mim, esse é a dica de ouro. O passeio é surpreendente, imperdível e gostoso, que você pode fazer tanto caminhando, quanto de transporte até a quinta praia ou até mesmo de bike- é muito fácil de achar um local que alugue, só não esqueça de pedir o pneu próprio para areia. Saindo do Morro é uma linha reta e a sua única preocupação será em relação à maré. Para isso, é sempre bom checar a tábua de maré, para saber se esta baixa ou alta, pois isso pode interferir na sua hora de ida e volta.

E o motivo que essa caminhada vale tanto a pena? Simples, você vai ver as paisagens mais lindas e incríveis do mundo, com direito a árvores deitadas no meio da praia, mangues pequenos, rios, pontes e, é claro, o gigantesco e maravilhoso mangue do final. Esse passeio leva um dia inteiro – ou pelo menos metade do seu dia. A dica é levar água, protetor solar e repelente.

O maravilhoso passeio até o Mangue (Foto: Max Sandy)

Passeio de barco pelas ilhas

Um passeio muito divulgado e que de fato vale muito a pena fazer, pois é lindíssimo. Tente pegar uma lancha só para o seu grupo, assim fazem a viagem no ritmo desejado. Esse passeio passa por todas as ilhas, inclusive pelas piscinas naturais de Garapuá, que são belíssimas, e também por Boipeba, com uma parada em algum dos restaurantes flutuantes – todos com ostras maravilhosas.

O valor gasto é de R$ 180 por pessoa, um valor tabelado. São raras as pessoas que fazem por um valor inferior a esse. Antes de fechar o passeio, certifique-se do itinerário e peça para ver uma foto do barco. Também é legal perguntar se eles tem um cooler, para colocar bebidas, pois é difícil encontrar onde comprar- somente em Boipeba. Uma super dica: peça para almoçar no restaurante do Guido, em Boipeba, pois fica em uma praia lindíssima e tem uma das melhores lagostas da região. Fomos em sete pessoas, pedimos três pratos e o valor médio foi de R$100 por pessoa.

Restaurante flutuante rodeado pela rica natureza da região (Foto: Max Sandy)

Piscinas Naturais

Morro de São Paulo é um tesouro das piscinas naturais. Elas ficam ainda mais evidentes quando a maré está baixa. Costumam ser super cristalinas e quentinhas. Na minha opinião, as mais belas estão localizadas na quarta praia! Dica: leve um chinelo para não machucar o pé nos corais.

Visitar o Gamboa

Gamboa é um vilarejo que também faz parte da ilha, e lá também tem praias lindíssimas. Do Morro é super fácil ir a pé. Uma caminhada tranquila e gostosa, que demora cerca de 45 minutos. No decorrer da trilha você vai ver várias bromélias, que são cultivadas pelos próprios moradores da região- é a maior reserva de bromélias do estado da Bahia.

Chegando lá, vale a pena visitar a praia do Porto de Cima, que na verdade fica entre o Morro e Gamboa. Em Gamboa também tem o banho de argila, que falam que é super bom para a pele – é só perguntar onde fica que os locais irão te indicar como chegar. Novamente, fique atento a tábua de marés, pois se ela estiver alta, será difícil de ir caminhando do Morro até lá, correndo o risco da água do mar estar na sua cintura. Caso a maré esteja assim, você consegue chegar de transporte coletivo ou taxi, que pode ser pego no próprio Morro, na segunda praia.

Caminhadas pela região preenchidas por uma beleza natural sem igual (Foto: Max Sandy)