por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Passarela das Cataratas é interditada por causa do volume de água

Com a cheia do Rio Iguaçu, a vazão da água foi a maior dos últimos cinco anos - deixando o espetáculo das águas ainda mais bonito

Do CNN Viagem & Gastronomia

Ouvir notícia

O Parque Nacional do Iguaçu, um dos destinos turísticos mais importantes do Brasil, precisou interromper a visitação na manhã desta sexta-feira (3).

Com a cheia do Rio Iguaçu, a vazão das quedas d’água foi a maior dos últimos cinco anos, chegando a dez milhões de litros por segundo. Com isso, a entrada na passarela Garganta do Diabo, que normalmente fica lotada de visitantes, foi interditada.

Em comunicado divulgado pela direção do Parque, a vazão foi sete vezes acima da média.

Para quem já visitou o destino, o espetáculo das Cataratas pode ser visto deste o início do trajeto até à passarela, portanto ainda foi possível ter a vista das quedas d’água nos outros mirantes espalhados ao longo da caminhada.

Normalmente, ocorre um aumento significativo do volume de água no mês de junho e a previsão, de acordo com o Parque, é de que a vazão fique na médica de dois milhões a cinco milhões de litros por segundo – garantindo uma experiência inesquecível para quem visita as Cataratas nesta época.

Durante este mês, o Parque segue aberto de terça a domingo, e a partir de 9 de julho, voltará a abrir todos os dias, inclusive às segundas-feiras. Para o passeio, é indicado comprar o ingresso on-line e com antecedência no site oficial.

Mais Recentes da CNN