Conheça o spa na Islândia com lago termal de borda infinita e visão para a aurora boreal

Sky Lagoon é recente atração do país europeu que oferece ainda sauna, piscina fria e restaurante em meio às paisagens dramáticas do Oceano Atlântico

Ouvir notícia
Lago artificial do Sky Lagoon com borda infinita de 70 metros com vista para o oceano (Foto: divulgação/SkyLagoon by Pursuit)

Situada ao sul do Círculo Polar Ártico, o frio é muito presente na Islândia – as temperaturas médias anuais chegam na casa dos 11°C. Assim, o país é conhecido pelas suas piscinas, lagos e buracos termais, que utilizam o calor vindo do interior da própria Terra. E que tal aproveitar um lago de águas quentes e “curativas” de borda infinita com vista deslumbrante para o oceano?

É o que oferece o Sky Lagoon, spa e atração turística localizada em Kársnes Harbour, na cidade de Kopavogur, que fica a 15 minutos de carro da capital Reykjavik. Inaugurado em maio, o spa tem como atração principal um lago artificial de borda infinita de 70 metros, em que o visual se mistura à paisagem das águas do Oceano Atlântico Norte. Além do pôr do sol, o site oficial do local informa que, se o turista tiver sorte, as luzes da aurora boreal também podem ser vistas dali de maneira “deslumbrante”.

Segundo informações oficiais, o lago possui profundidade máxima de 1,20 m e a temperatura da água varia de 38°C a 40°C. O spa também dispõe de uma piscina de águas geladas vindas de uma geleira, sauna, um espaço com névoa fria que “estimula e rejuvenesce mente, corpo e alma” e chuveiros.

Leia mais
Hotel na Islândia oferece passagem e acomodação gratuitas para quem fotografar aurora boreal
O país onde parece que a Covid-19 nunca aconteceu
Sons da aurora boreal: se eles existem, por que não há pesquisas científicas sobre isso?

Para aqueles que precisam se hidratar e se alimentar, há um bar molhado na lateral de uma caverna na extremidade do lago, um café e um restaurante, o Smakk Bar, que serve pratos inspirados em receitas tradicionais da Islândia. O spa também oferece uma experiência chamada de The Ritual, com tratamentos feitos em sete passos que combinam água quente e fria, vapor quente, calor seco, ar fresco e esfoliantes corporais.

O design do empreendimento é influenciado pela cultura islandesa e modelados com base nas casas de turfa, tradicionais no país e que promovem um isolamento profundo para a estação fria com seus telhados de musgo. O pacote mais básico para relaxar um dia no spa começa a partir 6.990 coroas islandesas, ou cerca de R$300,00 – o pacote mais caro, que inclui os sete passos do tratamento The Ritual e vestiários particulares, tem preços a partir de 13.900 coroas islandesas, cerca de R$570,00

Atrações termais

Além do Sky Lagoon, o país é recheado de locais que oferecem águas quentes termais para os moradores e turistas se banharem. De acordo com o conselho de turismo da Islândia, os banhos termais são fortemente enraizados na cultural local, sendo que o desfrute dos vários benefícios que eles trazem para a saúde é uma tradição islandesa que remonta aos primórdios da ilha.

blue lagoon islandia
Turistas se banham nas águas termais da Blue Lagoon, na Islândia (Foto: Bryan Ledgard/Wikimedia Commons)

O maior e mais famoso banho termal da Islândia é o Blue Lagoon, gigante lagoa de águas aquecidas naturalmente e cheias de minerais curativos, conhecida também por seus tratamentos para pessoas com doenças de pele. Outro bem conhecido é o Mývatn Nature Baths, no norte do país, que fica em um campo de lava perto do Lago Mývatn, ótimo local para admirar as paisagens ao redor e, possivelmente, ver a aurora boreal no inverno.

Atualmente, a Islândia é um dos países que aceita a entrada de brasileiros sem restrições de quarentena, desde que apresentem comprovante de vacinação completa – todas as vacinas aplicadas por aqui são aceitas – e um resultado negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes do embarque.


Mais Recentes da CNN