por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

Exposições para ver antes da abertura oficial da 34ª Bienal de São Paulo

Esquenta Bienal! São Paulo abriga mostras gratuitas de importantes artistas pela cidade. Programe-se e confira!

Ouvir notícia
Obra de Mano Penalva, sem título, da série panos, 2019, parte da exposição “Janelas para Dentro”, na Casa Millan (Foto: Ana Pigosso/Cortesia Galeria Central)

De 4 de setembro a 5 de dezembro acontece a 34ª Bienal de São Paulo, no pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera. Com o título Faz escuro mas eu canto, verso do poeta amazonense Thiago de Mello, a edição reconhece a urgência dos problemas que desafiam a vida atual enquanto reivindica a necessidade da arte como um campo de resistência e transformação.

E as semanas que antecedem a Bienal, um dos principais eventos de arte do mundo, são fervorosas, com exposições e mostras de importantes artistas. Com entrada gratuita, galerias de arte e casas icônicas de São Paulo exibem obras ao redor da cidade, deixando a cena artística efervescente durante o período.

A seguir, 5 exposições para conferir antes da abertura oficial da 34ª Bienal:

Leia mais
Masp inaugura projeto inédito de expansão com novo prédio de 14 andares
Feriado 7 de setembro: museus que contam a história da Independência do Brasil
Restaurado, palacete histórico em Higienópolis, SP, se transforma em centro cultural
Acervo pessoal de Vinicius de Moraes é disponibilizado online

 

“ritmo. rigor. razão”, na Casa Zalszupin

obra exibicao casa zalszupin
Hélio Oiticica, Metaesquema #162 c. 1958. Guache sobre cartão. 30 x 33,5 cm (Foto: cortesia Almeida e Dale)

Visando a preservação da herança cultural entre arquitetura, arte e design, a ETEL, principal coleção de design moderno e contemporâneo do Brasil, firmou uma parceria com a Galeria Almeida e Dale e, partir do dia 21, inaugurou oficialmente a exposição “ritmo. rigor. razão” na Casa Zalszupin, local onde o arquiteto e designer Jorge Zalszupin viveu nas últimas seis décadas. De curadoria assinada por Guilherme Wisnik, a mostra traça um paralelo entre peças de design do estúdio Branco & Preto da década de 1950 e importantes obras concretas de artistas como Lygia Pape, Hélio Oiticica e Luiz Sacilotto.
Rua Doutor Antônio Carlos de Assumpção, 134, Jardins. Visitação apenas com agendamento prévio.

 

“New Grids: Baixos-relevos, trabalhos situados e in situ”, de Daniel Buren na Galeria Nara Roesler

exposicao daniel buren
Daniel Buren, New grids: baixo-relevo – DBNR nº 9, 2021; cobre, adesivo de vinil preto, mdf e tinta acrílica branca (Foto: Flávio Freire/Cortesia do artista/ Galeria Nara Roesler)

A galeria Nara Roesler é responsável por exibir a mostra “New Grids: Baixos-relevos, trabalhos situados e in situ, 2021”, que possui trabalhos inéditos do artista conceitual francês Daniel Buren – expoente da arte site specific, obras únicas e específicas para aquele o local. A mostra, inaugurada no dia 23, marca a terceira exposição do artista na galeria e fica em exibição por dois meses, até 23 de outubro. Para a exposição, Buren preparou uma série de trabalhos nos quais investiga as propriedades de diferentes cores e materiais em relação ao espaço. Sua obra é conhecida por usar listras idênticas entre si, simétricas e contrastantes, alternando-as entre brancas e coloridas, que se tornaram uma de suas assinaturas. Para a ocasião, o curador Luiz Camillo Osorio conduziu uma entrevista inédita com o artista que será disponibilizada durante a mostra.
Av. Europa, 655, Jardim Europa – São Paulo – SP  

“Assum Preto”, de Lucas Arruda na Galeria Mendes Wood DM

obra lucas arruda por everton ballardin
Obra de Lucas Arruda em exposição (Foto: Everton Ballardin)

A galeria Mendes Wood DM apresenta a exposição individual “Assum Preto”, do artista Lucas Arruda, no seu novo espaço na Barra Funda entre os dias 28 de agosto e 30 de setembro. A exposição segue a linha artística traçada por Arruda, cuja pesquisa se desenvolve em torno da manifestação da paisagem, pautada em nossa capacidade de viver pela mediação da luz e do olhar. Nesta dimensão, os trabalhos do artista se dão por meio de uma série de pinturas a óleo e também de projeções de slides e instalações de luz.
Rua Barra Funda, 216 – Barra Funda, São Paulo – SP 

“A Celebration for the GOoD Time”, Regina Vater na Galeria Jaqueline Martins

Regina Vater obra
Regina Vater, Para um tempo de guerra, 1987 (Foto: Gui Gomes)

Com uma obra categorizada como ativista e transmídia, a Galeria Jaqueline Martins exibe a mostra individual “A Celebration for the GOoD Time”, da artista multimídia, curadora e escritora Regina Vater – que possui obras em exposição também no MoMa e no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. A exibição na Vila Buarque, exposta de 28 de agosto a 30 de outubro, reúne seus principais trabalhos dos anos 1980 a 2000, sendo a segunda exposição individual de Regina na galeria, mas a primeira em que tantos trabalhos da artista podem ser vistos juntos. Ocupando três andares, a “Celebration for the GOod Time” segue um processo específico da artista, a qual se debruça principalmente em questionamentos sobre as relações entre sociedade, natureza e tecnologia, destacando e a homenageando mitos e cosmologias ancestrais que propõe diferentes modos de pensar.
Rua Dr. Cesário Mota Júnior, 443, Vila Buarque – São Paulo – SP

“Janelas para Dentro”, na Casa Millan

exposicao janelas para dentro
Exposição de obras na mostra “Janelas para dentro”, na Casa Millan, projeto de Paulo Mendes da Rocha (Foto: Ana Pigosso)

As galerias Leme e Central se uniram para apresentar “Janelas para dentro”, mostra que reúne obras de mais de vinte artistas contemporâneos – como Ana Elisa Egreja, C. L. Salvaro, Sergio Augusto Porto, Vivian Caccuri, entre outros – para ocupar uma casa projetada por Paulo Mendes da Rocha na década 1970 na capital. Partindo dos paradoxos presentes no próprio local, os trabalhos atravessam polaridades como o monumental e o cotidiano, o público e o privado. O próprio projeto da casa incorpora um grau de experimentalismo, reinventando os modos de se morar em família. Assim, a mostra, em exposição de 29 de agosto a 10 de outubro, busca dialogar criativamente com os ambientes da casa com intervenções artísticas e obras site specific.
Rua Circular do Bosque, 628, Cidade Jardim – São Paulo – SP / Visitação apenas com agendamento prévio.


Mais Recentes da CNN