por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia

‘Encanto’ e a Colômbia que inspirou o realismo mágico da nova animação da Disney

Da arquitetura até a comida, toda ambientação do filme foi inspirada em Cartagena, Bogotá e na região do eixo cafeeiro do país latino-americano

A persoangem principal Mirabel em frente à sua casa mágica num lugar escondido da Colômbia
A persoangem principal Mirabel em frente à sua casa mágica num lugar escondido da Colômbia Divulgação/Walt Disney Animation Studios

Saulo Tafarelodo Viagem & Gastronomia

Ouvir notícia

Junte cenários coloridos, trilha sonora vibrante e uma história tocante sobre família e você terá um filme que fará o público rir, chorar e refletir sobre a vida e o mundo ao redor. Acrescente agora um tempero especial: as paisagens e cultura da Colômbia.

Assim é “Encanto”, nova animação da Disney que estreia nesta quinta-feira (25) com uma construção imagética e narrativa totalmente inspirada no país latino-americano. Entre os detalhes, vários são os elementos da cultura colombiana incorporados no longa, desde a arquitetura e vegetação até os pormenores da comida, dos gestos e das roupas dos personagens.

O filme retrata a história dos Madrigal, família que vive nas montanhas da Colômbia em um lugar chamado de Encanto. Mágico, o local abençoou todos membros com poderes extraordinários, desde a superforça até o poder da cura.

Porém, o mesmo não aconteceu com a jovem Mirabel, única sem ter seus poderes aflorados. Apesar disso, ela descobre que a magia que cerca Encanto corre perigo e, mesmo sem um dom extraordinário, age para reverter a ameaça e manter as características do local e de seus familiares.

A animação é dirigida por Byron Howard e Jared Bush, diretor e codiretor do filme ganhador do Oscar “Zootopia”, que fizeram uma verdadeira expedição na Colômbia para conhecer a cultura regional. Spoiler: acabaram se apaixonando pelo país.

“É realmente inesperado, é como ter cinco países em um. Não importa onde fôssemos, tudo era muito diferente. Cartagena era muito diferente de Bogotá, por exemplo, assim como a região cafeeira, Salento e o Vale do Cocora”, afirma Byron em referência às cidades e regiões que inspiraram o longa.

A Colômbia de “Encanto”

A pré-produção de “Encanto” remonta há cinco anos, quando os diretores procuravam um local na América Latina que conversasse com a história que queriam desenvolver. Foi em 2018 que a equipe aterrissou no país vizinho ao Brasil para explorar e absorver os arredores.

“O que eles descobriram foi realmente uma encruzilhada cultural dentro do país. Passou a ser uma opção focar na Colômbia, já que sabíamos que poderíamos representar muito de sua diversidade no filme”, diz Yvette Merino, produtora de “Encanto”.

Várias localidades do país latino-americano foram visitadas, o que gerou diversas inspirações reunidas para dar vida à animação. A capital Bogotá e Cartagena, cidade portuária na costa caribenha, inspiraram principalmente os detalhes da arquitetura, a exemplo das casas no estilo colonial com varandas de balaústres de madeira.

A pequena cidade de Barichara, no nordeste da Colômbia, e Salento, que faz parte da rota do eixo cafeeiro no departamento de Quindio, serviram de exemplos para a criação da vila e do lar principal, chamado de Casa Madrigal – uma casa com vida própria com vários cômodos, flores, varandas e grande pátio.

Com pouco menos de 8 mil habitantes, Salento é permeada por vales verdes da zona cafeeira, rodeada por belezas naturais e uma arquitetura colonial bem colorida, onde o dia a dia transcorre de maneira simples e cheio de tradição. De acordo com a equipe da animação, a casa dos Madrigal estaria localizada ali, entre a vegetação e os vales da cidadezinha.

Nesse local também fica o Vale do Cocora, que inspirou o visual geral do filme. Localizado no chamado eixo cafeeiro (“eje cafetero”), região que concentra a maior parte da produção de café da Colômbia, o vale é tido como uma das maravilhas naturais do país. É um lugar preservado em meio a uma paisagem montanhosa de intenso verde atravessada por rios, estradas de terra e animais.

É no Vale do Cocora que cresce a árvore que é símbolo nacional, a Palma de Cera, que atinge até 60 metros de altura, vive por centenas de anos e é considerada a maior palmeira do mundo. Natural das florestas úmidas da Colômbia e do Peru, as plantas altas e de tronco fino também são retratadas no filme.

Com isso, a equipe teve de tomar cuidado para não cair em estereótipos que, ao contrário do esperado, pudessem imprimir uma representação negativa da Colômbia. Conhecer o local a fundo e trabalhar lado a lado com especialistas e moradores foi a saída.

“Nos levaram lá para passar muito tempo, realmente tivemos uma noção real do país e das pessoas. E o mais importante: fizemos alguns amigos incríveis que nos ajudaram desde então. São cinco anos aprendendo e gastando o que sabemos, entendendo a história, mas também a história deste país que inspirou o filme”, categoriza Jared Bush.

Herança cultural

encanto familia
Família Madrigal do filme “Encanto” em frente à grande casa colombiana / Foto: Divulgação/Walt Disney Animation Studios

Após as pesquisas e convívio com moradores locais, a escolha da Colômbia como pano de fundo para a narrativa foi primordial para o coração do filme: a família. “Encanto” explora as interessantes mas complicadas relações dentro das famílias, e, como o codiretor Jared Bush explica, é uma história de como até mesmo aqueles que estão muito próximos a nós às vezes não nos enxergam.

Entre as viagens que fizeram à Colômbia, o diretor Byron Howard destaca que um dos pontos altos foi o modo acolhedor que foram recebidos. “Também amamos a diversidade que encontramos nas famílias colombianas. Sabíamos que teríamos uma dúzia de membros da família Madrigal e que iríamos representar todos na casa. Adorávamos que todos pareciam e se sentiam diferentes, todos são muito específicos. Isso foi incrível para nós”, pontua.

Como ressalta a equipe, não é raro encontrar uma casa na Colômbia com várias gerações, detalhe representado no filme e também nas paredes com árvores genealógicas como quadros.

Casa Madrigal

Falando em moradia, a casa principal do filme é como um personagem com vida própria. “Se não tivéssemos a casa como um personagem perderíamos uma boa oportunidade”, diz Byron. Bem colorida, ela reflete as diferenças de cada um, protegendo seus moradores e sendo um refúgio no cotidiano.

Arquitetos locais ajudaram a entender como as casas tradicionais da Colômbia eram feitas, o que foi refletido no filme. A técnica empregada na construção da casa foi a de taipa, ou, como chamam, “apisonada”.

Com isso, ela é construída a partir de blocos gigantescos feitos no local, em que se pega um molde de madeira e o prende à parede, colocando, em seguida, terra em volta. As portas e janelas são apoiadas no topo por tábuas de madeira que saem para fora, dando às moradias uma aparência característica.

Comidas típicas

No filme, a cozinha da casa também possui um papel central, sendo o domínio de Julieta, mãe de Mirabel, que tem o poder da cura por meio da comida. O cômodo foi retratado com referências às cozinhas colombianas de época, como uma bomba de água, um forno a lenha e milho pendurado para secar.

É ali que se pode ver a personagem amassando a massa para fazer as arepas, típica comida colombiana que tem certo protagonismo na animação. A razão disso? “Elas são deliciosas!”, brinca Jared Bush.

“Quando estávamos lá, em todos os lugares que íamos eles comiam deliciosas arepas. Eu diria que é a única comida que é especificamente mencionada no filme”, diz. Outras comidas típicas, porém, podem ser vistas entre as cenas. Na mesa de jantar, por exemplo, a família come ajiaco (sopa de batata e galinha) e várias empanadas e buñuelos (massa em forma redonda ou alongada que pode ser frita ou cozida e conter diferentes recheios).

Como diz Charise Castro Smith, codiretora e roteirista de “Encanto”, seria impossível retratar a animação em outro lugar. “A pesquisa, a cultura e a música, em particular, foram peças fundamentais para fazer este filme. Para mim, os blocos principais da história foram feitos de influências colombianas”, declara.

“Encanto” chega aos cinema mundiais em 25 de novembro. Confira o trailer:


Mais Recentes da CNN