De The Bold Type a Friends: conheça os cenários reais de séries famosas

Além de sets construídos, vários seriados utilizam locações reais das cidades mais importantes do mundo como personagens secundários na trama

Ouvir notícia
Nova York é uma das cidades mais retratadas no audiovisual, com locações reais retratadas em The Bold Type e Friends (Foto: Pixabay)

Em tempos de isolamento social, quem não maratonou uma série em pouquíssimo tempo que atire a primeira pedra. Dentro de casa, as telas viraram nossas melhores amigas e as séries, seja na grade televisiva ou no streaming, ganharam ainda mais força.

Títulos recém-lançados ou aqueles mais antigos, que funcionam como um elo afetivo para o passado, retratam o tempo e o espírito de uma época. Fazendo-nos viajar quase que instantaneamente sem sair de casa, os seriados se passam nos mais diversos cenários reais do mundo, aguçando a vontade de conhecê-los.

É o caso de The Bold Type, série queridinha do momento da Netflix, que tem uma Nova York agitada, moderna e fashionista como pano de fundo. A trama acompanha três amigas que trabalham na famosa revista feminina Scarlet e enfrentam dilemas pessoais. Alguns dos cenários da série realmente existem, mas a maioria fica no Canadá, e não na Big Apple, de acordo com o IMDb.

Leia mais
Para maratonar: 8 competições culinárias no streaming
5 séries para apaixonados por gastronomia
Filmes e séries para entender a família real britânica

A título de exemplo: o Bay Adelaide Centre West é um prédio comercial que fica no centro financeiro de Toronto, mas que é utilizado na série como o edifício corporativo da redação da revista em Nova York. Outro ponto interessante é o Lavelle, restaurante badalado também em Toronto que serve comida japonesa e brasileira. Seu rooftop foi usado no primeiro episódio para ambientar uma festa.

lavelle rooftop toronto
Rooftop do Chez Lavelle, em Toronto (Foto: reprodução/chezlavelle)

Várias passagens externas, porém, realmente foram filmadas em Nova York, que mostram os mais icônicos edifícios e avenidas do pedaço. Dá para notar nas cenas o Chrysler Building, o One World Trade Center, o Central Park, a Nona Avenida… e por aí vai. Quando em Nova York, não deixe de visitar esses locais e se sentir como uma das personagens.

Além de The Bold Type, outras séries famosas possuem cenários reais ao redor do mundo que foram utilizados para compor a história. Confira a lista a seguir e inclua estas atrações no roteiro de uma viagem futura:

Monterey (EUA) – Big Little Lies

Vista de cima da estrada em Big Sur, com detalhe para a ponte Bixby
Vista de cima da estrada em Big Sur, com detalhe para a ponte Bixby, na Califónria (Foto: Flickr/Daniel Peckham)

Ambientada na pacata Monterey, cidade litorânea na Califórnia, a série da HBO explorou vários locais interessantes com o elenco de peso, que inclui Nicole Kidman, Reese Witherspoon, Laura Dern, Meryl Streep e Zoë Kravitz.

É o caso da Ponte Bixby, mostrada na abertura. A construção já era uma atração muito conhecida no país e ficou mais em evidência com o seriado. Com um visual estonteante do Pacífico, os turistas geralmente param os carros para tirar fotos da paisagem. A estrada que abriga a ponte, inclusive, é uma das mais instagramáveis do mundo, como aponta esta pesquisa com dados da rede social.

Cena de Big Little Lies no Aquário de Monterey
Cena no Aquário de Monterey na série Big Little Lies (Foto: reprodução/HBO)

Outro local real usado nas filmagens da série é o Monterey Bay Aquarium, um dos aquários públicos mais conhecidos do mundo, em que Jane (Shailene Woodley) consegue um trabalho na segunda temporada. As cenas se passam na sala dos funcionários e no laboratório para estudantes, além de um beijo com o personagem Corey (Douglas Smith) em frente aos espessos vidros do aquário. “O beijo aconteceu durante as horas vagas em frente a um cenário de bolhas. Ativamos a ‘cortina de bolhas’ à noite para ajudar os animais a navegar no espaço no escuro”, descreve o site oficial do aquário.

Highclere, Inglaterra – Downton Abbey

Castelo de Highclere, na Inglaterra

Ambientada no início do século XX, a série britânica teve como um dos personagens quase que centrais o Castelo de Highclere, residência da família Crawley na trama.

O imóvel é real e fica em Highclere, na região de West Berkshire, em que foi usado tanto para filmagens externas quanto internas. Erguida em 1679, a propriedade possui mais de 250 quartos, alguns deles usados nas filmagens da Downton Abbey. Descendo as escadas rumo ao porão e aos aposentos dos funcionários, há uma exposição sobre a cultura egípcia. O enorme local ainda conta com lindos jardins e é aberto a visitação.

Nova York (EUA) – Friends

Friends Building
Fachada do prédio onde ocorreram filmagens externas de Friends, em NY (Foto: Wikimedia Commons)

Uma das sitcoms de maior sucesso de audiência mundial, Friends foi gravada quase que inteiramente dentro de estúdios em Los Angeles, mesmo se passando em Nova York.

Porém, algumas passagens externas foram filmadas na Big Apple. É o caso do apartamento de Rachel e Monica, em que o imóvel verdadeiro fica no bairro de Greenwich Village, no endereço 90 Bedford Street. Não é raro ver fãs do mundo todo tirando selfies em frente ao prédio todos os dias. Na esquina, inclusive, funciona o restaurante Little Owl, no térreo, que serve comida de inspiração mediterrânea e é uma parada dos turistas com fome.

É em Nova York, inclusive, que fica a The Friends Experience, experiência imersiva que recria os sets da série. Recentemente, os fãs tiveram até a oportunidade de dormir por uma noite no local.

Albuquerque (EUA) – Breaking Bad

Casa do seriado Breaking Bad
Fachada da casa real utilizada como o domicílio do personagem Walter White em Breaking Bad (Foto: Flickr/Paul Navaez)

A série televisiva teve cinco temporadas e fez muito sucesso nos anos que foi ao ar. Atualmente, o seriado pode ser visto na Netflix, em que o telespectador é transportado imediatamente para a cidade de Albuquerque, no estado do Novo México, nos Estados Unidos.

A casa onde morava o professor Walter White, que se tornou um traficante de drogas (interpretado por Bryan Cranston), é uma residência real localizada no endereço 3828 Piermont Drive Northeast, em Albuquerque. A casa é muito popular pela cidade e os moradores verdadeiros tiveram que arcar com custos de segurança 24 horas.

Outros locais da cidade também foram parar na série e se tornaram pontos turísticos por ali. O site oficial de turismo da cidade criou um mapa para ajudar os turistas a se locomoverem entre os pontos e até tours temáticos são oferecidos.

Madri – La Casa de Papel

Conselho Superior de Investigações Científicas
Fachada do Conselho Superior de Investigações Científicas, retratado na série como a Casa da Moeda (Foto: Wikimedia Commons)

Sucesso absoluto da Netflix desde que foi lançada (a parte 5 chega no final deste ano), o seriado se passa em Madri, na Espanha, e tem como locações externas alguns cenários conhecidos da cidade, como o Conselho Superior de Investigações Científicas e os Novos Ministérios. Porém a série utilizou esses espaços para retratar outros prédios públicos, como a Casa da Moeda e o Banco da Espanha, respectivamente.

Novos Ministérios, em Madri
Fachada do prédio dos Novos Ministérios, retratado na série como o Banco da Espanha (Foto: Wikimedia Commons)

O bom é que é possível passar uma tarde visitando e tirando fotos dos quatro lugares: os reais e os usados na série como se fossem os reais. A Casa da Moeda funciona como um museu e o Banco da Espanha pode ser visitado por grupos de universitários e escolas. Já o Conselho Superior de Investigações Científicas e os Novos Ministérios são prédios com funções administrativas e estratégicas do país, sendo vetada a entrada de turistas.

Leia mais:

Emily in São Paulo: onde se deliciar com croissants e pain au chocolat
Paris como você nunca viu
De “O Diabo Veste Prada” a “Amélie Poulain”, conheça Paris por meio dos filmes

Paris – Emily em Paris

Ponte Alexandre III, em Paris
Ponte Alexandre III, no rio Sena, em Paris, que é destaque no terceiro episódio de Emily em Paris (Foto: Wikimedia Commons)

Sensação da Netflix em 2020 e já com as filmagens da segunda temporada a todo vapor, a Paris retratada em Emily em Paris é deliciosa e romântica, um roteiro ideal para uma viagem de férias.

Na série, alguns pontos tradicionais da cidade acabam ganhando destaque, como a Ponte Alexandre III, que atravessa o rio Sena, e os jardins do Palais-Royal, em que Emily (Lily Collins) conhece sua amiga Mindy (Ashley Park). Inclusive, esse é um ótimo ponto para sentar-se em um dos bancos e tomar um café, exatamente como fazem as personagens.

Falando em café, o Café de Flore é outro ponto explorado na série: é ali que Emily se encontra com Thomas (Julien Floreancig). O local é bem turístico na Cidade da Luz mas vale a pena tomar um café e apreciar a história local – além de tirar lindas fotos.

Mais Recentes da CNN