por: Viagem e Gastronomia Viagem e Gastronomia
Branded Content

Saiba tudo sobre investimento sustentável com a Guide Investimentos

Com a Guide Investimentos é possível fazer seu dinheiro render, ao mesmo tempo em que defende seus valores, gerando impactos positivos na sociedade e no meio ambiente.

Guide Investimentos

Ouvir notícia

O desenvolvimento sustentável é uma realidade e cresce exponencialmente em todas as áreas, inclusive no setor de investimentos.

As questões socioambientais se provam necessárias e emergenciais. Com a pandemia da Covid-19 ficou ainda mais evidente a urgência que o mundo precisa tratar do assunto. No último ano observamos inúmeros desastres naturais, queimadas avassaladoras e o aumento da desigualdade social que atinge principalmente a população mais carente.

A forte pressão socioambiental faz com que empresas do Brasil e do mundo adotem as práticas de ESG (Environment, Social, Governance), em português: Ambiental, Social e Governança.

Investidores, acionistas e principalmente os consumidores passaram a exigir um posicionamento das empresas para adquirir seus produtos e serviços. Ter responsabilidade social, ambiental e transparência na governança passou a ser essencial para os negócios, não apenas para cumprir a lei, mas para fortalecer a imagem e atrair cada vez mais clientes.

Mais do que ter uma boa imagem e gerar valor para a marca, a sustentabilidade é um compromisso com o futuro da nossa sociedade e do planeta. E cabe a todos nós, através de nossas atitudes, transformar o mundo num lugar mais justo.

A Guide Investimentos oferece aos seus clientes investimentos ESG, a melhor opção para os investidores que estão considerando este fator em sua carteira, que não querem apenas aportar dinheiro em companhias baseado em objetivos financeiros, mas também, que tenham foco na responsabilidade ambiental, social e ética nos negócios – o investimento consciente.

Os principais investimentos são: Fundos com foco em ESG – a seleção dos ativos leva em conta os aspectos de sustentabilidade ambiental, social e governança. Os gestores podem se guiar por índices e prêmios do setor ou definir seus próprios critérios. Compra direta de Ações – o investidor pode montar sua carteira de forma autônoma ou seguir uma carteira recomendada pela Guide Investimentos. ETFs ligados a índices de sustentabilidade – o investidor adquire cotas e conta com a presença de um gestor profissional. Tem gestão passiva, ou seja, o gestor realiza os investimentos, mas não decide por conta própria. Afinal, o intuito desse fundo é replicar um índice. Por exemplo, o Índice de Sustentabilidade Empresarial, replicado pelo ETF ISUS11. E também conta com um produto de Renda Fixa, os Green Bonds, títulos de renda fixa estrangeiros que podem ser comprados através da B3 e são equivalentes as debêntures.

Estudos indicam que investimentos sustentáveis possuem um desempenho superior no longo prazo, comparado as empresas que não adotam as políticas de ESG. Isso acontece porque as práticas ESG tendem a reduzir os riscos das companhias e consequentemente, do investimento.

Em setembro do ano passado, a B3, a Bolsa do Brasil, e a S&P Dow Jones, maior provedor de índices do mundo, anunciaram o lançamento do índice S&P/B3 Brasil ESG. O indexador utiliza critérios baseados em práticas ambientais, sociais e de governança para selecionar empresas brasileiras para sua carteira.

As empresas elegíveis são então ponderadas pela pontuação ESG da S&PDJI com base na Avaliação de Sustentabilidade Corporativa (CSA, na sigla em inglês). Aquelas que não atingirem pontuação suficiente dentro dos critérios avaliados não entram na carteira.

Em 2020, a Guide Investimentos lançou dois Certificados de Operações Estruturadas (COEs) com selo ESG. Um deles, em parceria com a ONG Rain Reforest Action, oferecia investimento ligado à recuperação da Amazônia. A cada mil euros investidos, uma árvore era plantada, o que resultou em 1.294 novas árvores na floresta Amazônica. Além da questão do reflorestamento, este produto ainda estava atrelado ao índice S&P 500 ESG, que é baseado no desempenho de empresas listadas na bolsa americana e que se destacam por terem gestões socioambiental e de governança reconhecidas pelo mercado.

E o segundo COE ocorreu este ano. Em parceria com o BNP Paribas, a Guide trouxe um produto atrelado ao índice S&P Global Clean Energy Index, que mede o desempenho de 30 empresas mundiais que investem em energia limpa. Devido ao grande sucesso da parceria com a ONG Rain Reforest Action no ano passado, este produto também plantou uma árvore a cada mil euros investidos, contribuindo não apenas para a recuperação da floresta, mas também para o desenvolvimento da comunidade local.

Para começar a investir, basta abrir uma conta na Guide Investimentos, uma das maiores e mais conceituadas corretoras do país, para ter acesso a todos os ativos classificados como ESGs. É importante analisar as opções de investimentos e ter certeza que a modalidade escolhida se encaixa no seu perfil de investidor.

Agora você pode fazer o bem, investindo em empresas ESG, que se preocupam com o futuro do planeta, valorizam a diversidade, a inclusão e a sociedade ao redor; e ainda, que tenham transparência na governança. Além de rentabilizar, você poder dar vida e propósito ao seu dinheiro, investindo num mundo melhor.

/ Guide Investimentos

Mais Recentes da CNN